Revelando, imortalizando histórias e talentos
12.12.17

 

 

FORMAS&MEIOS: APOIO MASTER

                                            Clique e acesse site
 
 
 
O livro de Jô: Editora Companhia das Letras

 

Uma autobiografia desautorizada - Vol. 1  autoria Jô Soares e Matinas Suzuki Jr, lançada pela editora Companhia das Letras, com a trajetória até chegar a showman brasileiro . 

 

Prestes a completar oitenta anos e com verve mais afiada do que nunca, Jô Soares compartilha sua trajetória de astro midiático num livro de memórias escrito para fazer rir, chorar e, sobretudo, não esquecer. O primeiro volume resgata fatos, lugares e pessoas marcantes da juventude de Jô e reconstitui seus primeiros passos no mundo dos espetáculos, nas décadas de 1950 e 1960. EDITORIAS:

 
 
 

 

Nascida em Budapeste, na Hungria, em 1919, Eva Todor começou nos palcos ainda criança, como bailarina da Ópera Real de Budapeste. Aos 10 anos, em 1929, veio para o Brasil com a família, fugindo da crise econômica que tomou conta do país europeu após a Primeira Guerra Mundial. 

 

Em 1934, estreou como atriz no espetáculo Quanto Vale uma Mulher, de Luiz Iglesias, com quem viria a se casar dois anos depois. EDITORIAS: ,

 
 

 

Foto: Nívea Raposo

Importante símbolo da história cultural do Maranhão, o Teatro Arthur Azevedo, em São Luís, reaberto nesta quinta-feira (7) após investimentos de R$ 1,94 milhão em obras de restauração, executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), por meio do programa Avançar, do governo federal.

 

Uma das principais casas de espetáculos do Maranhão, o Teatro Arthur Azevedo foi inaugurado em 1817, com o nome de Teatro União, uma homenagem à inclusão do Brasil ao então Reino Unido de Portugal e Algarve. EDITORIAS:

 

 

 

Listamos exposições que podem ser encontradas no litoral, na capital e no interior do Estado; não perca a oportunidade

 

São Paulo é uma das maiores cidades do mundo. Com tanta variedade nós apresentamos dicas culturais para quem quer apreciar a arte sem sair do Estado. A dica de hoje é sobre exposições que estão acontecendo, e tem para o litoral, capital e para o interior. Listamos 10 destinos que facilmente serão encontrados nos rankings e blogs sobre o que fazer em São Paulo. EDITORIAS:

 

 

 

Todos os cursos são gratuitos, têm duração de cerca de um mês e acontecem nas sedes Brás e Roosevelt e no Teatro Sérgio Cardoso.

Foto: Francisco Martins \AgênciaFM

 

Quem quiser estudar durante as férias de janeiro, a SP Escola de Teatro vai oferecer 11 cursos de extensão ligados às artes do palco. As aulas vão de dramaturgia e palhaçaria a sonoplastia e iluminação.

 

Todos os cursos são gratuitos e têm duração de cerca de um mês. Para conferir mais informações e se inscrever. EDITORIAS:

 

 

 

Entre as exibições: Triste trópico, Pinta, Sessão de curtas: Distruktur, Viagem ao fim do mundo, O mandarim, A maldição tropical  entre  outros.

 

SÃO PAULO, SP - A Cinemateca Brasileira promove, até 17 de dezembro, a mostra Tropicália, ontem como hoje, em comemoração aos 50 anos da Tropicália. Objetivo é propor uma reflexão sobre a influência do movimento no cinema brasileiro e na identidade nacional. EDITORIAS:

 

  

 

Ministro da Cultura Sá Leitão e

escritores
 \Foto: Acácio Pinheiro

 

Marcelo Moutinho, Cláudia Maria de Vasconcelos, Angela de Castro Gomes, Patrícia Hansen, Eva Furnari, João Anzanello Carrascoza, Sérgio Medeiros, Gabriela Marques de Castro, Paulo André Chagas, Gustavo Marcheti, J. P. Cuenca e Rogério Bettoni foram os vencedores da edição 2017 do Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional, instituição vinculada ao Ministério da Cultura. EDITORIAS:

 

    

 

O espetáculo conta a história de Erêndira, personagem de um conto de Gabriel García Márquez. A menina é criada pela avó, que a prostitui em jornadas pelo deserto.

 Foto: Karina Lumina.

 

 Em uma dessas jornadas, Erêndira conhece Ulisses e outros seres da areia. No conto, a personagem liberta-se e parte. Já no espetáculo, ela se torna uma ausência, narrada por Ulisses e pela avó. A peça aborda a luta travada pela posse e pelo domínio da menina. EDITORIAS:

   
 

Embaixada do Brasil em Londres exibirá obras doadas por artistas brasileiros durante a 2ª Guerra Mundial

 

Após 73 anos, parte de mostra de arte brasileira realizada no Reino Unido por iniciativa de artistas brasileiros e do Itamaraty em benefício do esforço de guerra aliado contra o nazi-fascismo será exibida ao público. No acervo, obras de Portinari, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Lasar Segall e Volpi, entre outros. A exibição de parte das peças ocorrerá entre abril e junho de 2018 na Embaixada do Brasil em Londres. EDITORIAS:

 

 
 

Cantora Gilda de Barros excelente intérprete que pertenceu ao elenco da Rádio Mayrink Veiga. 

 

 

 

Foi casada com o Maestro Raul de Barros."Eu sou a outra" de Ricardo Galeno teve também em sua voz belíssima interpretação discográfica. Foi uma das belas candidatas a disputar o cetro de Rainha das Mulatas do Programa Trem da Alegria, apresentado por Heber Bôscoli, Iara Salles e Lamartine Babo, ocasionando a marcha de J. de Barro e A. EDITORIAS:  

  

 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 19:11  comentar


Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds