Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.7.14

Dez anos sem Marlon Brando, mas agora você pode se hospedar no antigo rancho do mito, Tetiaroa

 

 

LOS ANGELES (USA) - Terça-feira 1 de julho, foi celebrada uma missão pela passagem dos dez anos da morte  do ator Marlon Brando (morreu aos 80), considerado o melhor ator da história do cinema, além de protagonista de uma turbulenta e trágica vida pessoal.

 

Marlon Brando, o eterno rebelde de talento prodigioso que transformou a atuação para sempre, morreu no centro médico da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) por causa de uma fibrose pulmonar. O solitário e zeloso por sua privacidade, no seu funeral estiveram amigos próximos como Jack Nicholson, Warren Beatty e Sean Penn, que repetiram a presença na missa. As cinzas foram espalhadas nas idílicas águas do Taiti - onde possuía o atol de Tetiaroa.  A última vez que Brando deixou a tranquilidade de seu lar foi para visitar o rancho de Neverland, onde tinha a amizade de Michael Jackson. Brando, na época de sua morte, havia engordado 40 quilos, e andava com um tanque de oxigênio e deixava seu frágil coração por um fio.

 

Suas últimas atuações quase não deixavam entrever o duplo ganhador do Oscar ("Sindicato de Ladrões", 1954, e "O Poderoso Chefão", 1972) que fez do "método" sua forma de vida e que protagonizou obras memoráveis como "Uma Rua Chamada Pecado" (1951), "Viva Zapata!" (1952), "Júlio César" (1953), "Sayonara" (1957), "O Último Tango em Paris" (1972) e "Assassinato Sob Custódia" (1989). Por todas elas, foi indicado ao Oscar. Rejeitou receber o Oscar por "O Poderoso Chefão" e enviou para recebê-lo uma ativista descendente de índios americanos, Sacheen Littlefeather. 

 

 

Brando teve seis filhos mais de mulheres não identificadas, e outros sete reconhecidos. Sua primeira mulher foi Anna Kashfi. Em seguida, foi a vez da atriz Movita Castaneda e finalmente a nativa de Bora Bora, Tarita Teriipia.

 

Dez anos após sua morte, ele continua sendo sinônimo de coragem. Prova do fato é que quem quiser pode atrever-se a se hospedar em "The Brando Hotel", umas vilas dotadas com energia solar que seus parentes construíram na remota Tetiaroa, o refúgio pessoal do mito, e que estarão disponíveis a partir de 1º de julho a um preço de US$ 2.450 por noite. 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 02:26  comentar

Julho 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
23
25

27
29
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO