Revelando, imortalizando histórias e talentos
11.4.17

 

O Ministério da Cultura (MinC), por meio do Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB), abre nesta segunda-feira (10) as inscrições para o Prêmio Literário Ferreira Gullar. 

 

BRASÍLIA (DF) BRASIL - Serão destinados R$ 30 mil para premiar estudantes dos ensinos fundamental e médio das redes pública e privada de ensino que desenvolverem jogos eletrônicos ou aplicativos que incentivem a leitura e, sobretudo, o conhecimento da obra do poeta Ferreira Gullar. O edital fica aberto até 16 de maio. 

 

Além do prêmio em dinheiro, os três primeiros colocados receberão um troféu e um diploma, sendo que o primeiro lugar receberá R$ 10 mil, o segundo, R$ 7.142,86 e o terceiro, R$ 4.285,72. As inscrições poderão ser feitas no site do Ministério da Cultura. 

 

Breve perfil do poeta

 

Nascido em São Luís, no Maranhão, Ferreira Gullar (pseudônimo de José de Ribamar Ferreira) foi poeta, crítico, ensaísta e líder do movimento literário conhecido como Neoconcretismo, surgido no Rio de Janeiro na década de 50. Os neoconcretistas acreditava que a arte tinha sensibilidade, expressividade e subjetividade próprias e eram contrários às atitudes cientificistas e positivistas nas manifestações artísticas. 

 

Gullar iniciou a poesia concreta com o livro A Luta Corporal, publicado em 1954. Em 1956, participou da primeira exposição de poesia concretista, que foi realizada em São Paulo, da qual Lígia Clark e Hélio Oiticica foram alguns dos destaques. Algum tempo depois, rompeu com os concretistas e passou a ligar-se ao pensamento progressista do período, passando a ter forte envolvimento político. Filiado ao Partido Comunista Brasileiro, Gullar chegou a ser preso e exilado durante o regime militar. Nesse período, publicou Poema Sujo (1975), quando estava no exílio em Bueno Aires. Voltou ao Brasil em 1977.   

 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:37  comentar

 

A Festa Chá da Alice realiza mais uma edição no próximo sábado, 15 de Abril no Via Matarazzo.A Festa será comandado pelas DJs residentes Giordanna Forte e Babi Deedjay.

 

Inspirada no universo lúdico de “Alice No País das Maravilhas”, com cadeiras penduradas no teto e cogumelos gigantes compondo a cenografia, além de atores que encenam os personagens centrais da fábula de Lewis Carroll, a noite foi criada no Rio de Janeiro e há mais de oito anos percorre as principais capitais do país - Salvador, Belo Horizonte, Vitoria, Recife,

 

João Pessoa, Curitiba, Florianópolis, Belém, Natal - entre outras. Em São Paulo, a festa acontece em edições mensais desde 2010 e é sucesso até hoje. Em suas últimas edições, Xuxa lotou o Citibank hall com edição especial do XuChá em dezembro/2016 e Alinne Rosa contagiou mais de duas mil pessoas no Via Matarazzo, no lançamento do Bloco do Chá em

 

Janeiro/2017. Queridinha dos artistas que volta e meia assumem as carrapetas, o Chá mais famoso da cidade já recebeu: Xuxa, Ivete Sangalo, Anitta, Valesca, Ludmilla, Wanessa, Daniela Mercury, Preta Gil, dentre outros artistas. O conceito da festa é trazer energia infantil presente em cada um de nós, com a descontração musical, brindes e atores encarnando os personagens Alice, Chapeleiro e Rainha de Copas que recebem o público com um shot "encantado" a base de vodka e chá.

 

SERVIÇO:

 

Festa Chá da Alice

 

Data: 15 de Abril – sábado

 

Local: Via Matarazzo (Av. Francisco Matarazzo, 764, 

Água Branca, São Paulo - SP)

 

Horário: 23h30

 

Classificação: 18 anos

 

Capacidade: 2.200 pessoas

 

Realização: 2 Pontos Produções

 

Djs

 

- Giordanna Forte

 

- Babi Deedjay

 

Valores dos Ingressos:

 

1º lote: R$ 35 (Pista)

 

2º lote: R$ 40 (Pista)

 

3º lote: R$:50 (Pista)

 

4º lote: R$:60 (Pista)

 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:36  comentar

Abril 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

19
21

23
26
28
29

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds