Revelando, imortalizando histórias e talentos
13.4.17

 

Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do programa DOCTV América Latina, coordenado  no Brasil pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretária do Audiovisual (SAV), em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). 

 

 

O concurso, que engloba os 18 países participantes da Rede DOCTV (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Guatemala, Equador, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela), irá selecionar projetos de documentários para televisão. Interessados têm até 17 de maio para apresentar seus projetos.

 

O objetivo do programa é estimular o intercâmbio cultural e econômico entre os povos latino-americanos, assegurar a implantação de políticas públicas integradas de fomento à produção e teledifusão de documentários nos países da região e a difusão da produção cultural dos povos latino-americanos no mercado mundial.

 

Os projetos inscritos devem ser inéditos e ter duração de 52 minutos. O concurso oferecerá US$ 70 mil para cada projeto selecionado. Este valor será composto por US$ 50 mil provenientes do Fundo DOCTV e os restantes US$ 20 mil serão aportados pela Instituição Cinematográfica e/ou a TV Pública integrante da Rede DOCTV em cada país.  As inscrições podem ser feitas neste link:  http://doctvlatinoamerica.org/ficha-de-inscripcion/

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:20  comentar

 

John Malkovich é o craque no elenco do drama musical “Variações de Casanova”

 

Como já era de se esperar, John Malkovich  dá um banho de interpretação em “Variações de Casanova”, do diretor austríaco Michael Sturminger. 

 

Sturminger faz  um cruzamento de várias linguagens artísticas para levar à telona a  história  fragmentada  do libertino e cortesão mais celebrado, o italiano Giacomo Casanova (1725-1798).O filme chega ao Brasil com um atraso de três anos, então, o maior trunfo é o  veterano ator norte-americano John Malkovich para compor o personagem, que se ajusta à perfeição na visão de um Casanova já envelhecido, porém cínico e isolado e desolado, no final da vida. 

 

A trilha várias 'vistas' às óperas “As bodas de Fígaro”, “Don Giovanni” e “Cosí Fan Tutte”, de W.A. Mozart, com libretos de Lorenzo Da Ponte, representados no teatro São Carlos em Lisboa. Alterna-se esta encenação musical com sequência paralela, mostrando a visita a Casanova de uma escritora, Elisa Von der Recke (Veronica Ferres), em 1798.

 

Unindo cinema e teatro, literatura e dando uma piscadela de olho ao espectador para que participe da brincadeira, o diretor explora com bastante ironia nuances de seu herói amoral e, para a sensibilidade moderna, um tanto machista. 

 

O bom é que, jamais se perde de vista a natureza rebelde de seu espírito, decididamente investido de liberdade para ir ao encontro de todos os seus desejos. Vale ir ao cinema assistir este Casanova decadente, mas cínico ao cubo. (Francisco Martins com Agências Internacionais). 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:14  comentar

Abril 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

19
21

23
26
28
29

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds