Revelando, imortalizando histórias e talentos
6.11.16

 

A obra “A Wilde Mass”, de António Chagas Rosa, estreia-se hoje,6,  nos Estados Unidos, pelo Ensemble Musicatreize, sob a direção de Roland Hayrabedian, na igreja de Santo Inácio de Antioquia, em Nova Iorque. 

 

 

“A Wilde Mass”  é apresentada em  um programa que inclui obras de Maurice Ohana e Michel Petrossian, entre outros compositores. Chagas Rosa disse que esta peça “é uma variação livre sobre a ideia de uma missa profana, servindo-se de fragmentos de prosa extraídos do texto ['De Profundis'] de Oscar Wilde”.

 

“A Wilde Mass”, para 12 vozes solistas e órgão, com texto em inglês, oriundo da obra escrita por Wilde nos últimos meses de prisão, é uma encomenda do Ensemble Musicatreize, resultado da segunda colaboração do compositor português com os solistas deste agrupamento francês de Marselha. 

 

“Trata-se de uma missa em forma livre, com áreas de expansão solística, mas que não deixa de convocar a estrutura tradicional do ordinário da missa.  “A Wilde Mass” foi estreada em Marselha, em 2014, e, no mesmo ano, foi apresentada nos festivais de Avignon, em França, e no de Tenso, em Riga.

 

Este ano, a obra já foi ouvida na Abadia de Tongerlo, em Westerlo, na Bélgica, e na reabertura de La Salle de Musicatreize, em Marselha, no sul de França. (FM\Sapo.pt). 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 21:51  comentar

Novembro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13

20
23

27


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO