Revelando, imortalizando histórias e talentos
24.5.15

Ação faz parte do pacote de medidas de combate aos crimes de torcida; Anexo Judicial de Defesa do Torcedor começa a atuar em 26 de maio

 

SÃO PAULO (SP) BRASIL - Medidas anunciadas nesta segunda-feira, 18, pelo secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, pretendem combater os crimes de intolerância no futebol. O anúncio ocorreu após reunião realizada com representantes do Tribunal de Justiça (TJ), Ministério Público, polícias Civil e Militar e a Federação Paulista de Futebol (FPF). 

 

A partir de agora, pessoas impedidas de assistir às partidas prestarão serviços comunitários em locais públicos e a primeira instituição a ser beneficiada com a medida será a Rede de Reabilitação Lucy Montoro, que atende pessoas com deficiência. Em dias de jogos no Estado, esses torcedores deverão permanecer nos órgãos designados e trabalhar por duas horas antes e duas horas depois da partida.

 

Além disso, para agilizar a ação contra os vândalos, a Secretaria da Segurança Pública criou o Anexo Judicial de Defesa do Torcedor, que começará a atuar em 26 de maio. O Anexo terá competência estendida para reprimir, investigar e punir os torcedores nos crimes de estádio e os relacionados a eles. O Anexo vai funcionar no Fórum da Barra Funda e de maneira itinerante em todas as arenas do Estado que receberem partidas de futebol.

 

O Disque-Denúncia também faz parte do pacote de medidas de combate à violência nos estádios e vai receber informações sobre casos relativos aos crimes no futebol. O TJ estuda ainda a implantação de tornozeleiras eletrônicas, para evitar o descumprimento da lei e fiscalizar medidas restritivas. (Direto Sala de Imprensa do governo). 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:17  comentar

Maio 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16

18
20
21
22
23

25
26
28
30

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO