Revelando, imortalizando histórias e talentos
1.12.16

 

Carlos Santos, 79 anos  morreu no hospital de Faro, informou à agência que representava o ator. O A  causa da sua morte, segundo Agência: "Pós Operatório Traumático na sequência de uma intervenção cirúrgica na coluna cervical", pode ler-se no post publicado pela HIT Management.

 

O corpo do ator foi velado na  câmara da Basílica da Estrela . O funeral realizar-se-á na quarta-feira às 16h no cemitério do Alto de São João, onde o corpo do ator será cremado.

 

O desempenho no filme "Operação Outono", sobre os últimos dias do general Humberto Delgado, valeu a Carlos Santos o prêmio de melhor ator de cinema da Sociedade Portuguesa de Autores e o prêmio Sophia para melhor ator, da Academia Portuguesa de Cinema, em 2013.

 

Carlos Santos  estreou com José Viana no Teatro de Revista ("uma homenagem que tarda", disse o ator) somou, nos últimos anos, participações em “Bem-vindos a Beirais”, “Vidas de sal”, “O bairro da fonte”, “Uma família açoriana”, “O teu olhar”, “Quando os lobos uivam”, “A viúva do enforcado”.

 

“O julgamento”, “A capital”, “O amor desceu em paraquedas”, “Tudo isto é fado”, “Olhó passarinho”, “A banqueira do povo”, “A selva” e “Tarde demais” foram outros trabalhos em que Carlos Alberto participou como ator.

 

O ator  trabalhou com Luís Filipe Rocha, António de Macedo, Joaquim Leitão, José Fonseca e Costa e Leonel Vieira. Também fez parte do elenco do derradeiro filme de Fernando Lopes, “Em Câmara Lenta”. (Formas&Meios\Sapo.pt). 

 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:03  comentar

Dezembro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO