Revelando, imortalizando histórias e talentos
14.10.16

O dramaturgo e escritor, ator e blasfemador profissional, o italiano Dario Fo, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1997, morreu nesta quinta-feira,13, aos 90 anos, em um hospital de Milão, na Itália, onde estava internado por conta de problemas respiratórios, segundo os meios de comunicação locais.

 

ROMA, ITÁLIA - Fo nasceu no dia 24 de março de 1926 no pequeno município de Sangiano, província de Varese, e, embora tenha estudado pintura e arquitetura, é conhecido principalmente por seu papel como dramaturgo, que lhe valeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1997.

Por toda sua carreira esteve acompanhado por sua esposa, a atriz Franca Rame, que faleceu em 2013. Em sua trajetória, escreveu mais de 100 obras teatrais, que ele mesmo interpretava, além de vários livros.

O último foi publicado em setembro e falava sobre o cientista Charles Robert Darwin, "Darwin Ma siamo scimmie da parte di padre o di madre?" (Darwin, somos macacos por parte de pai ou de mãe?) e que continha perguntas sobre a origem da vida e estava ilustrado com seus desenhos.

Em 1969 ele lançou uma de suas obras teatrais mais aplaudidas e influentes, "Mistero Buffo", onde aborda algumas passagens bíblicas no estilo de trovadores medievais. No ano seguinte, apresentou outra de suas obras-primas, "Morte acidental de um anarquista", que narra a estranha morte do partisano Giuseppe Pinelli, que em 1969 se jogou de uma janela da chefia de Polícia de Milão, onde estava detido.

Em 1990, estreou "Il papa e la strega", obra que representa um pontífice autor de uma encíclica inverossímil onde defendia a liberação da droga, o controle da natalidade e o retorno da Igreja à pobreza.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:55  comentar

Outubro 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


23



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO