Revelando, imortalizando histórias e talentos
10.11.15

Morreu hoje (10) à tarde, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, Brasil, a jornalista Sandra Moreyra. Ela era considerada uma das principais repórteres da emissora carioca.

 

 

Sandra não resistiu a um câncer no mediastino, região próxima do esôfago, contra o qual lutava há sete anos, de acordo com informações da Central Globo de Comunicação (CGCOM).

Sandra Maria Moreyra tinha 61 anos e era carioca. O avô, o escritor Álvaro Moreyra, membro da Academia Brasileira de Letras, dirigiu importantes revistas nos anos 1950, entre elas Fon-Fon e Paratodos.

Ainda estudante de jornalismo, Sandra Moreyra fez estágio, em 1975, no Departamento de Pesquisa do extinto Jornal do Brasil. “Em 1976, me formei e fui contratada para a reportagem geral do JB. Era superdivertido”, informou a repórter ao Memória Globo, em 2000.

Depois, trabalhou na TV Aratu, em Salvador (BA), afiliada da Globo, na TV Bandeirantes e na TV Manchete. Ingressou na TV Globo em 1984, como repórter em Minas Gerais, onde cobriu a eleição e a morte de Tancredo Neves, primeiro presidente civil eleito após a ditadura militar.

A repórter fez coberturas internacionais e trabalhou também na Globo News, onde fez programas como o Almanaque, Arquivo N, Star e Sem Fronteiras. Tinha predileção por gravações na rua. Atualmente, integrava o Núcleo de Projetos Especiais da editoria Rio da Globo. Seu último trabalho foi na série Cariocas Olímpicos, do RJTV.

O velório de Sandra Moreyra está marcado para amanhã (11), a partir das 12 horas, na capela 8 do Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro, onde ocorrerá a cremação.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:47  comentar

Novembro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

15
19
21

26
28



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO