Revelando, imortalizando histórias e talentos
18.7.14

O cantor e guitarrista de blues Johnny Winter, 70 anos, conhecido pelos virtuosos solos de guitarra e sua voz rouca, foi encontrado morto em um quarto de hotel nos arredores de Zurique, informou a polícia suíça nesta quinta-feira,17

 

 

 

ZURIQUE, SUIÇA - Ao lado de seu irmão Edgar Winter o músico texano começou a atuar na adolescência, e reverenciava a tradição afro-americana do blues. Os irmãos, ambos albinos, conseguiram fama no cenário nacional em 1968, quando a revista Rolling Stone chamou Johnny de um dos melhores músicos depois de Janis Joplin.

 

No ano de 1969, Winter participou do Newport Jazz Festival, onde tocou com BB King, um de seus ídolos, e também se apresentou em Woodstock.

 

Ele também produziu álbuns para Muddy Waters, também seu ídolo, na década de 1970, o que reforçou sua reputação como músico do blues. Entre as canções mais conhecidas de Winter está "Still Alive and Well", gravada depois que ele se recuperou do vício de heroína nos anos 1970.

 

Um novo álbum de Winter, em que Eric Clapton e Ben Harper aparecem como convidados, deverá ser lançado no dia 2 de setembro. Uma coleção de suas principais faixas desde a década de 1960 foi lançada neste ano, com homenagens de outros artistas que apontam sua influência em suas carreiras.

 

De acordo com um porta-voz da polícia e o promotor ordenou uma autópsia, a causa da morte não está clara. Pela cena do local, tudo indica que o músico estava sozinho ao morrer. 

 

---------------------------------

 

Elaine Stritch morre aos 89 anos

 

Elaine Stritch, sua voz rouca e postura desbocada dominaram os palcos da Broadway e do West End durante uma carreira de mais de 60 anos. Segundo seu porta-voz a atriz morreu nesta quinta-feira, 17, de julho

 

Elaine Stritch, conquistou prêmios Emmys, o Oscar da TV norte-americana, por seus papeis nas séries "30 Rock" e "Lei & Ordem", faleceu em Birmingham, no Estado do Michigan, nos arredores de sua nativa Detroit, de causas naturais. Ela sofria de diabetes há vários anos e sua saúde vinha declinando. Atuou com alguns dos maiores compositores do teatro, de Noel Coward a Stephen Sondheim, que escreveu aquela que se tornou sua canção-símbolo, a arrebatadora "The Ladies Who Lunch," do musical "Company", de 1970.

 

Ela estava tão identificada com a Broadway e com Nova York que o grupo encarregado de preservar os marcos da cidade a declarou um monumento vivo em 2003. Em 2013, a atriz disse não ter mais a energia necessária para viver na grande metrópole e voltou à Michigan.

 

Mas a vida nos arredores de Detroit se mostrou uma transição difícil, e dois meses depois de se mudar ela declarou à revista Vanity Fair: "Não tenho droga nenhuma para fazer, a não ser caminhadas em Birmingham, e já fiz isso”. Elaine Stritch mudou-se para Nova York em 1944, quando tinha 17 anos, para terminar os estudos. Porém, se envolveu no mundo dos palcos e estudou na prestigiosa escola de atores de Stella Adler, onde Marlon Brando e Walter Matthau eram seus colegas de classe.

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:19  comentar

Julho 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
23
25

27
29
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO