Revelando, imortalizando histórias e talentos
14.7.14

A exposição Arte Naïf Capixaba, de Ângela Gomes, segue em cartaz até o dia 29 de julho, na Galeria do Acervo do Palácio Anchieta

 

VITÓRIA (ES) BRASIL - A mostra reúne 20 obras de diversos tamanhos, que retratam paisagens regionais e cenas que expressam a arte e a tradição popular.

 

A pintora Ângela Gomes, uma referência da arte Naïf no Espírito Santo. Seu trabalho é destaque em todo o mundo. Ela já fez exposições no Salão de Arte da cidade de Porto, em Portugal, no Museu de Arte Contemporânea de Campinas e no Museu Internacional de Arte Naif, no Rio de Janeiro.

 

Natural de Cachoeiro de Itapemirim, a primeira pintura a óleo sobre tela da artista foi por encomenda de sua tia Sônia Rosalém, aos nove anos de idade. Despontava para o Naif, quando entrou num curso para aprender a técnica de pintar e o conhecimento do material a ser usado. Produziu várias telas e as guardou junto com o sonho e o desejo artístico.

 

Autodidata, Ângela Gomes, em 1981, realizou a sua primeira exposição individual. Definiu, por volta de 1987, pela pintura Naïf, após rápida convivência com Raquel Galena, pintora do gênero, no Embu das Artes em São Paulo.

 

Serviço:

 

Exposição Arte Naïf Capixaba, da artista Ângela Gomes

Data: até o dia 29 de julho

Local: Galeria do Acervo do Palácio Anchieta, em Vitória

Horários de visitação: de terça a sexta-feira, de 9 às 17 horas

Sábados, domingos e feriados, de 9 às 16 horas.

Entrada gratuita

Informações: (27) 3636-1032

---------------------------------------

 “Eu Lago Sou – Mário Lago um homem do século XX”

 

Até o dia 31 de agosto, está em cartaz a exposição “Eu Lago Sou – Mário Lago um homem do século XX” no Centro Cultural Correios, uma justa homenagem ao ator, compositor, radialista e poeta brasileiro brasileiro autor do 'hino'Amélia que era Mulher de Verdade (Ai, que saudade de Amélia).

 

 

 

A curadoria fica por conta de Mário Lago Filho e coordenação geral de Mariana Marinho, a mostra tem a proposta recontar momentos da vida e da carreira do artista, a partir de fotografias, cartazes de peças de teatro, vídeos, manuscritos, discos, livros e troféus.

 

Um dos destaques é a sala principal da exposição, que reconstrói um ambiente da casa do poeta alé de  trechos de programas de rádio apresentados pelo artista nos anos 40 e cenas das novelas/minisséries “Dancing Days”, “O Tempo e o Vento” e “Hilda Furacão”.

 

A visitação acontece de terça a sexta-feira, das 9h às 18h e aos sábados e domingos, das 12h ás 18h. 

 

 

Serviço 

 

Exposição "Eu Lago Sou – Mário Lago um homem do século XX"

de 02/07 a 31/08

Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 09:00 às 18:00

Sábados e Domingos das 12:00 às 18:00

Centro Cultural Correios - Recife 

Avenida Marquês de Olinda, 262

Bairro do Recife - Centro

Recife

(81) 3224-5739

  

----------------------------------------

 

Centro Cultural Salgado Filho recebe exposição histórica sobre a Pampulha

 

BELO HORIZONTE (MG) BRASIL - A Fundação Municipal de Cultura e a Casa do Baile apresentam no Centro Cultural Salgado Filho (rua Nova Ponte, 22, bairro Salgado Filho) a exposição “Pampulha: um patrimônio da humanidade”, mostrando um pouco da história deste rico bem cultural da cidade de Belo Horizonte que completou 70 anos em 2013. A mostra fica em cartaz até o dia 1º de agosto e pode ser visitada de segunda a sexta, das 9h às 18h. A entrada é gratuita.

 

A mostra trata da importância da Pampulha como bem cultural e de sua trajetória ao longo dos anos, assim como pretende comemorar as mais de sete décadas de existência do conjunto arquitetônico. A exposição explicita e promove a compreensão dos valores da Pampulha que lhe concederam os títulos de Patrimônio Nacional, em 1997, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), de Patrimônio Estadual, pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), em 2000, e Patrimônio Municipal, em 2003, pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte (CDPCM-BH). 

 

A Pampulha foi responsável por impulsionar a implantação da arquitetura moderna em Belo Horizonte e no país. Passados pouco mais de 70 anos da inauguração do complexo arquitetônico e paisagístico, a região e seu entorno se tornaram um dos principais espaços públicos da capital dedicados ao lazer, cultura e turismo. 

 

MAIS EXPOSIÇÕES:

http://formasemeios.blogs.sapo.pt/dario-bueno-tupi-or-not-tupi-1485406

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:42  comentar

Julho 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9


21
23
25

27
29
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO