Revelando, imortalizando histórias e talentos
18.11.15

Assim como a flora brasileira, a televisão nacional está cada dia mais escassa de grandes atrizes. Nathália Timberg, ao lado de mais duas ou três, são as últimas moicanas. Agora, somente rostinhos bonitos com jeito de atriz. Talento que é bom, nada. 

Nathalia Timberg em pose especial para

o jornalista FraMartins, em 2003. 

 

Formou-se pela Escola de Belas Artes, na Universidade do Brasil, em 1940, atualmente Universidade Federal do Rio de JaneiroNathália Timberg é considerada uma das melhores atrizes brasileiras. Participou de muitos programas do ciclo Grande Teatro tupi, da extinta, dirigida por Fernando Torres (marido de Fernanda Montenegro), Flávio Rangel e Sérgio Brito. 

 

Na televisão, integrou o elenco de diversos teleteatros e telenovelas, com personagens de destaque, assim como participou de um dos primeiros telejornais da Rede Globo, o Tele Globo.

 

Alguns de seus trabalhos são considerados clássicos da teledramaturgia , como a primeira versão brasileira de O Direito de Nascer, na versão romance, A Muralha, na extinta TV Excelsior, A Sucessora, Elas por Elas, Ti Ti Ti, Vale Tudo, Pantanal (extinta TV Manchete), entre outras grandes telenovelas. 

 

Em 2013, ganha destaque interpretando a ética Bernarda, de Amor à Vida,  uma senhora solitária que vive um inusitado romance de meia idade com um médico. 

 

Em 2014, é escalada para Babilônia, na qual fará um casal homossexual com Fernanda Montenegro, tendo as duas atrizes escandalizando os mais puritanos com um beijo lésbico da Terceira idade.  Natália Timberg manteve uma carreira muito regular, sempre marcando presença em todas as décadas de 50, 60, 70, 80, 90. (Francisco Martins). 

EDITORIAS: ,
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:39  comentar

Novembro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11

15
19
21

26
28



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO