Revelando, imortalizando histórias e talentos
17.9.15

Plínio Marcos de Barros nasceu em 29 de setembro de 1935, no bairro do Macuco, em Santos, Para celebrar os 80 anos deste grande dramaturgo, escritor e padrinho do projeto

O Autor na Praça vamos realizar eventos nos dias 19 e 26 de setembro, com leituras, apresentações teatrais, autógrafos da biografia “Bendito Maldito”, e um “Sarau das Quebradas do Mundaréu”. Para estes eventos estão sendo convidados: o biógrafo Oswaldo Mendes, seu filho Ricardo “Kiko” de Barros, Vinicius Pinheiro, Moisés da Rocha, Thiago Barros, Ulisses Vidal, Robson Moreira, Téo Azevedo, que está escrevendo a biografia do Plínio em Cordel, grupos e companhias de teatro que tem suas peças em cartaz e outros convidados e amigos do Plínio. 

No dia 19 de setembro, às 14h, teremos a apresentação da peça “Nas Voltas da Bola e da Boleta”, um monólogo de Plínio com o ator Thiago Barros e a direção de Sérgio Audi.  Em seguida, às 17h, contaremos com a presença do Grupo Rendeiros de contadores de histórias apresentando uma peça infantil “inédita” do Plínio Marcos: “Onça que espirra não come carne”, saiba mais> EDITORIAS:

 
 

Para atrair cada vez mais turista para o Estado de São Paulo e para o Brasil, a Secretaria de Turismo conta com uma série de ações na Expo Milão 2015. A programação contou como hasteamento de bandeira, hino nacional e apresentações culturais. 

 

Outras iniciativas como apresentações, shows, atrações culturais, seminários e workshops serão realizados ao longo da semana por entidades brasileiras e órgãos do governo federal, estadual e municipal. EDITORIAS: ,

 

filmes em cartaz, Recife

 

Templo do cinema pernambucano, o São Luiz está de portas abertas e com cinco filmes em cartaz durante a semana até dia 16 de setembro.  

 

RECIFE (PE) BRASIL - Entre eles, três brasileiros: o documentário ‘Os últimos Cangaceiros’, de Wolney Oliveira; ‘Febre do Rato’, de Cláudio Assis; e o drama ‘A Estrada 47′, de Vicente Ferraz. Os ingressos seguem com preços populares, sendo R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia). Confira abaixo os detalhes da programação. EDITORIAS:

 

Musical “Ataulfo Alves – O Bom Crioulo” estreia no Teatro Dulcina, no Rio

 

Com direção de Luiz Antonio Pilar e direção musical de Alexandre Elias,Ataulfo Alves – O Bom Crioulo, estreou no Teatro Dulcina, no Rio de Janeiro. 

 

O espetáculo canta e conta trechos da vida e obra do compositor, tendo como pano de fundo o Brasil das décadas de 1940, 50 e 60. A montagem faz parte do projeto Dulcina em Foco, contemplado no Edital de Ocupação do Teatro.

 

O espetáculo é uma prévia da comemoração do centenário do samba, que será celebrado em 2016. EDITORIAS:

 

 

Exposição aborda os sapatos do acervo como representação dos movimentos migratórios, reconhecendo neles o potencial de evocar lembranças.

 

Parte da série “Coleções descobertas”, que expõe peças de seu acervo de aproximadamente 12 mil objetos (mobiliário, vestimentas, documentos manuscritos e impressos, livros e quadros), a mostra é dividida em quatro núcleos: “Lembranças e transições”, “Entre gerações”, “Idas e vindas entre culturas” e “Deslocamentos”.

EDITORIAS:

   

 

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e secretário de segurança Alexandre de Moraes não somente PREVARICAM como estão alinhadamente envolvidos para esconder chacina que deixou, até agora, 19 mortos. Denunciamos aqui as intenções deles além de mais 3 sites. Vejam matérias publicadas contabilizando já a 19ª vítima enquanto eles falam somente de 18. EDITORIAS:

 
Festival Paulista de Circo

A cidade de Piracicaba vai receber a oitava edição do Festival Paulista de Circo. As apresentações acontecem entre os dias 27 e 30 de agosto (de quinta a domingo), no Engenho Central.

O evento tem programação gratuita e traz espetáculos que vão do circo tradicional ao contemporâneo vindos de várias partes do Brasil e também de outros países.

 

Além de proporcionar um encontro entre gerações, é no Festival Paulista de Circo que muitos dos artistas participantes têm a oportunidade de prestigiar o trabalho de seus colegas de profissão, possibilitando um contato mais próximo com as diferentes abordagens a respeito de um mesmo tema, o que contribui para o enriquecimento da produção circense.

EDITORIAS:
Zé Ramalho principal atração Festival Nova Brasil FM

 

Um dos estilos musicais mais ricos da cultura do nosso país, a MPB é representada no palco do Espaço Anhembi pelo Festival Nova Brasil. Em sua 6° edição, o evento traz quatro grandes nomes da música brasileira.

 

Zé Ramalho entra em cena com grandes clássicos, como “Chão de Giz, Frevo Mulher e Garoto de Aluguel”, e sua inconfundível voz. Já Maria Rita chega com sambas de seu novo álbum, “Coração a Batucar”. EDITORIAS:

 
 

“Tu veux... ou tu veux pas?” (você quer ou não?), é o título do filme mais recente da diretora Tonie Marshal, uma  boa estreia. 

 

 Patrick Bruel e Sophie Marceau

 

Com enorme capacidade de lidar com o universo feminino, como o fez “Instituto de Beleza Vênus” (1999), a diretora Tonie Marshall (filha da atriz Micheline Presle e do diretor William Marshall) cria em “Sexo, Amor e Terapia” uma comédia romântica sem medo de explorar a sexualidade de seus personagens. Nesta película ela dá voz a Judith - com toda sensualidade de Sophie Marceau. EDITORIAS:

Anna Martins, a Escultural

Anna do Couto Martins nasceu na cidade de Araguari (MG), em 2 de julho de 1925. Mudou-se para o Rio de Janeiro, ainda jovem, com  sua  mãe. Desde tenra idade cultivava o desejo de seguir a carreira artística.  A vontade de ser artista aumentou quando leu em um jornal que a Companhia Beatriz Costa e Oscarito estava selecionando girls para o seu próximo espetáculo, viu uma oportunidade para realizar seu sonho. Apresentou-se no Teatro João Caetano e logo foi contratada. 

 

Estreou como girl na revista "Garotas de Além-mar", em 1944, aos 19 anos. A carreira de girl durou pouco. Sua figura ganhou destaque entre as coristas, e no espetáculo seguinte, "Fogo na Canjica", ganhou suas primeiras falas. Foi nessa época que  adotou o nome artístico de Joana. Mais tarde, adicionou o sobrenome D’Arc, em alusão à famosa heroína francesa. A sugestão foi de Beatriz Costa, por acreditar ser um nome forte, que combinava com sua figura marcante no palco. Participou ainda de   outras revistas, destacando-se, principalmente, nas carnavalescas. Ao término da Companhia, ela no balé do empresário Carlos Lisboa, em 1947. O balé se apresentava em teatros e também em casas noturnas. EDITORIAS: , ,

 

                                                                Clique e acesse site

FORMAS & MEIOS: APOIO MASTER

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:13  comentar

Setembro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
18

20
21
23
24
26

28
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO