Revelando, imortalizando histórias e talentos
11.5.17

 

 

A Fundação Biblioteca Nacional inaugura, nesta quarta-feira (10), a exposição Pernambuco 1817, A Revolução, sobre os 200 anos da Revolução Pernambucana. 

 

A revolução de 1817 é considerada precursora da independência conquistada em 1822. A Fundação Biblioteca Nacional, depositária da mais completa coleção de livros, mapas, manuscritos e documentos iconográficos referentes a esse importante levante, mostra ao público pela primeira vez parte desse acervo. A Revolução Pernambucana de 1817 traz à memória a ideia de que a República deve vicejar em prol de todos. 

 

Exposição reúne documentos raros

 

A historiadora Maria Eduarda Marques, diretora do Centro de Cooperação e Difusão da Biblioteca Nacional e curadora da exposição, explica que ela será dividida em duas partes.  A primeira ficará exposta nas galerias externas do terceiro andar, composta por imagens relativas aos principais personagens e à paisagem sociocultural de Pernambuco no momento da revolução. 

 

A segunda parte estará exposta dentro do gabinete de Obras Raras, com documentos, manuscritos e impressos originais e também publicações de época e atuais relativas ao tema da revolução. A mostra inclui também o chamado "Preciso", importante manifesto expedido pelo governo provisório que explicava à população sobre o movimento. Esse foi o primeiro documento impresso pela tipografia pernambucana, considerado um passo importante para a afirmação do movimento.  A visitação vai de 11 de maio a 15 de agosto.

 

Serviço:

 

Pernambuco 1817, A Revolução

Abertura: 10 de maio 

Visitação: de 11 de maio a 15 de agosto

De segunda a sexta, das 10h às 17h

Sábado das 10h30 às 15h

Fundação Biblioteca Nacional

Avenida Rio Branco, 297 – Centro – Rio de Janeiro 

Telefone: (21) 3095-3862

Entrada franca

 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:28  comentar

Maio 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
17
20

25
26

28


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO