Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.1.15

Ignorando os falastrões e patrulhadores, o jornalista Francisco Martins segue sua trajetória, não somente revelando ao mundo, mas pondo nos eixos histórias de personalidades artísticas do princípio do século XX, cujas tanto os governos quanto à população teimam em ignorá-las. Não poderia ser diferente com uma das maiores divas do rádio paulistano, Sônia Lago, que vai parar na Galeria Mitos Vivos. 

 

Exibe com orgulho seu DRT de atriz

 

Nascida Sônia Caetano Alves, aos 26 de junho de 1932, na cidade de Machado, estado de Minas Gerais, ainda bem jovem veio morar na capital paulistana. Começou a atuar como rádio-atriz por volta dos 19 anos de idade, isso em 1952. Foram muitas as radionovelas estreladas por ela nas rádios Record e Rádio São Paulo, onde atuou por quase 25 anos nas duas emissoras. Foi nesta época que adotou o pseudônimo artístico de Sônia Lago. Ela afirma que é prima legítima de Mário Lago, por isso o sobrenome artístico. 

 

Sônia era uma das rádio-atrizes de maior prestígio e talento de sua época. Especializada em vozes infantis e de preta véia, interpretou Mamãe Dolores em "Direito de Nascer", entre centenas de rádionovelas cuja memória não mais lhe permite recordar. Entretanto, ela recorda-se  de um episódio, então narra-o "Eu interpretava uma mãe muito má na Rádio São Paulo e tive minha voz reconhecida na rua. Por pouco não fui agredida fisicamente pois verbal ouvi poucas e boas", conta a atriz. 

 

Sucesso \ vaidade

 

O sucesso de Sônia Lago chamou atenção dos veículos impressos da capital paulistana, então resolveu aceitar a proposta do jornal Notícias Populares, onde manteve por quase duas décadas a coluna "As mais belas cartas de amor de Sônia Lago". Este é um dos feitos que a veterana atriz se recorda com olhos marejados ao jornalista Francisco Martins.  Sônia Lago trabalhou até início dos anos 70. 

 

A atriz de 82 anos reside sozinha sozinha em um quartinho na Bela Vista, região central da cidade de São Paulo. Pergtuntada sobre seus familiares ela afirma que todos já morreram. Mas, recorda-se de um irmão de nome Paulo Lago, que teria sido cantor na noite paulistana e de Roberto Lago, que teria sido goleiro em um dos times da capital.

 

 

Vaidosa, no final da matéria, a atriz perguntou das cores da moda em tinturas de cabelos pois gostaria de tingir os seus. Imediatamente, foi aconselhada a deixá-los da cor original. Sônia Lago avistou uma moça usando um par de brincos, uma bonita bijuteria e disse: "gostaria de ter um deste também". Seu desejo foi realizado por Martins.(Texto e fotos-cel sob licença de (agenciafm@gmail.com). 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:19  comentar

Janeiro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
14
15
17

18
20
21
24

26
28
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO