Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.6.17

Autobiografia de Rita Lee lançada semana em Portugal com prefácio de Rui Reininho 


Os excessos, a relação com a família, os tempos da ditadura e a vida em palco são recordados pela artista brasileira Rita Lee numa autobiografia que sai esta semana em Portugal. 

 

Em "Uma autobiografia", com selo da Contraponto, Rita Lee conta episódios da vida familiar e artística, encadeando curtas histórias ao longo de 300 páginas, ilustradas por várias fotografias.

 

Editado no Brasil em 2016, o livro acompanha o crescimento e envelhecimento de uma das figuras do rock brasileiro, hoje com 69 anos, com referências à censura no Brasil, uma passagem pela prisão, a vida na estrada com os Mutantes - um dos maiores grupos de rock psicadélico nascidos no Brasil -, a carreira a solo e o ativismo em defesa dos animais.

 

Entre as dezenas de curtos episódios relatados, quase sem referências a datas, Rita Lee recorda uma das primeiras passagens por Portugal, quando os Mutantes deram um concerto no Teatro Villaret, em Lisboa, na primeira parte de uma atuação de Edu Lobo. No livro, Rita Lee, sem pudores e de forma direta, relata um episódio de violação na infância, fala abertamente do consumo de drogas e do relacionamento duradouro com o companheiro de vida, Roberto Carvalho.

 

"Não faço a Madalena arrependida com discursinho antidrogas, não me culpo por ter entrado em muitas, eu me orgulho de ter saído de todas. Reconheço que as minhas melhores músicas foram compostas em estado alterado, as piores também", escreve no livro. (Francisco Martins \ www.Sapo.pt

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:25  comentar


Junho 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15

18
24

25
28
29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds