Revelando, imortalizando histórias e talentos
12.10.10

Célebre compositor, maestro e escritor Roberto Stanganelli, foi encontrado morto em sua residencia no Higienópolis, bairro de classe alta da capital paulista, no dia 01 de outubro 2010, segundo e-mail de seu filho.

Aproximadamente oito dias atrás fora visto muito abatido nas ruas São Paulo distribuindo suas propagandas e apostilas. Sempre muito bem vestido e trajando uma capa - chovesse ou fizesse sol, este célebre mineiro de Guaranésia desencarnou e deixa saudades além de um grande legado na literatura, música e produção musical. Era uma figura não somente importante, como tradicional no modo de agir: em sua loja de discos usados quanto na divulgação de seus produtos.

Roberto Stanganelli é um compositor, acordeonista, arranjador, produtor musical e escritor brasileiro, nascido em Guaranésia, Minas Gerais, em 24 de fevereiro de 1931. Sua carreira musical começou na década de 40 ainda garoto. Gravou dezenas de LP's e suas ´composições foram gravadas por grandes nomes da música brasileira. Trabalhou com os principais cantores de todos os gêneros e fez parceria com quase todos os nomes importantes da música sertaneja.
No ano de 1958 teve "Festa gaúcha" [rancheira] e o xote "Sempre sorrindo" gravadas pelo Sexteto Guarany para Chantecler. Em 1960, o comunicador José Béttio gravou seu bolero "Bis para o amor". No ano seguinte compôs com o mesmo José Béttio o maxixe "Tudo certo", também gravado por Zé Béttio pela gravadora Sertanejo. Fez sua incursão ao mercado internacional ao gravar vários discos como "Amor Azul" Boleros Famosos, ambos Stanganelli e seu Conjunto, Sonho de Amor e Dama das Camélias.
Confira alguns textos e perfil completo do músico e escritor: http://formasemeios.blogs.sapo.pt/tag/roberto+stanganelli
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 01:02  ver comentários (5) comentar


Junho 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15

18
24

25
28
29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO