Revelando, imortalizando histórias e talentos
17.11.11

Sentindo que sua voz não mais renderia quando jovem, a soprano saiu de cena idolatrada. Sempre recebendo homenagens impressão dos seus discos

 

 

 

 

Considerada uma das mais importantes diva do bel canto, ela influênciou outras cantoras nas décadas de 40 e 50. A soprano retirou-se dos palcos em 1975, após 32 anos de uma gloriosa carreira.

 

Renata Tebaldi, em nenhum dia deixou de ser idolatrada pelos fãs. Ao completar 80 anos disse: "Eu sempre considerei minha voz um presente da natureza". Foi por amor e respeito a esse dom que resolvi parar". Em todos os teatros do mundo, principalmente aqueles onde era considerada rainha; do Scala ao Metropolitan - Nova Iorque, continuaram a homenageá-la. As gravadoras reproduzem até hoje as interpretações da soprano em Butterfly, Tosca, Norma e Bohème.

 

Nascida aos 12 de fevereiro de 1922, em Pesaro - Itália - Renata Tebaldi foi eleita pelo maestro Arturo Toscanini como a "voz de anjo" isso em 1946, no término da 2ª Guerra Mundial, quando participou de reabertura do teatro Scala di Milão, Itália. Entre ela e Maria Callas existia uma folclórica rivalidade que, cada vez mais lotavam os teatros onde apresentavam-se em nome deste folclore. Tebaldi apresentou-se várias vêzes no Brasil, no Teatro Municipal, em São Paulo. No dia 18 de dezembro de 2004, deixou uma legião de orfãos.

 

 

1ª ESCRAVA Pedir liberdade

 

Eu sou 'hua' escrava de V.S. da dministração do Capam Antonio Vieira de Couto, cazada.

 

 

Desde que o Capam pra lá foi administrar, que me tirou da fazenda dos algodois, aonde 'vevia' com meu marido, para ser cozinheira da sua 'caza, onde nella passo muito mal'.

 

A Primeira hé q. ha grandes trovoadas de pancadas 'enhum' Filho meu sendo huã criança q. lhe fez estrair sangue pella boca, em min não poço esplicar q Sou hu colcham de pancadas, tanto q cahy huã vez do sobrado abacho peiada; por mezericordia de Ds escapei.

 

A segunda estou eu e mais minhas parceiras por confeçar a tres annos. E huã criança minha e duas mais por Batizar. Pello q Peço a V. S. pello amor de Ds. e do Seu Valim To ponha aos olhos em mim ordinando digo mandar a Porcurador que mande p. A Fazenda aonde elle me tirou pa eu viver com meu marido e Batizar minha filha. De V. Sa. sua escrava EsPeranÇa garcia"- 06.09.1770 (Transcrição ipsis litteris).

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 01:26  comentar

Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

14
16
18

26

27
28


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO