Revelando, imortalizando histórias e talentos
28.9.12
A mostra entra em cartaz somente no dia 17,segunda-feira, mas AgênciaFM saiu na frente e traz vídeo estantâneo feito por Cícero Silva no sábado,15. A maior curiosidade desta exposição é o cartaz da peça teatral Rosas de Nossa Senhora, exibida em 1912, que nos anos 50 imortalizaria Luiz Lugado no papel de Carrapicho. O texto do português Celestino Silva, foi representada no Teatro dos Carmelitas (Rua Martiniano de Carvalho, 156 - SP:
 
 

                                                                            ------------------------------------------------------

                                                  Mais exposições: EDITORIAS: exposições

 

 

-------------------------------------

 

Exposição Militão de Azevedo Casa da Imagem

Foto: www.fmcultura.blogspot.com
Exposição Militão Augusto de Azevedo Casa da Imagem discute a memória fotográfica urbana e seus materiais com mostra de Militão Augusto de Azevedo
SÃO PAULO - BRASIL Casa da Imagem abriga a exposição "A cidade desaparecida de Militão Augusto de Azevedo" a mostra A cidade desaparecida de Militão Augusto de Azevedo, com 80 imagens do primeiro fotógrafo que registrou a paisagem urbana paulista. A mostra fica em exibição até o dia 25 de novembro.
Organizada por Henrique Siqueira e Monica Caldiron, a mostra fotográfica resgata uma cidade desaparecida, da qual sobraram poucas igrejas, o traçado de algumas ruas e as fotografias produzidas por volta de 1862. A exibição também comemora os 150 anos das primeiras vistas urbanas da cidade, produzidas por Militão na ocasião em que fixou residência na cidade. Soma-se a série de 1862, imagens produzidas em 1887 para o Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo 1862-1887, pouco antes do autor encerrar as atividades do seu estudio Photographia Americana.
Para esta exposição foram selecionados documentos catalográficos, três negativos de vidro e 80 das 113 fotografias da Coleção Militão Augusto de Azevedo, sob guarda da Casa da Imagem, além da exibição do Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo 1862-1887 pertencente à Biblioteca Mário de Andrade.
Militão Augusto de Azevedo
Fotógrafo e ator. Tenta a sorte como ator e cantor lírico no Rio de Janeiro, entre 1858 e 1862, ano em que se muda para São Paulo e começa a fazer retratos e uma série de vistas da capital paulista para o estúdio Carneiro & Smith. É um dos retratistas da fotografia brasileira oitocentista mais produtivos, tendo realizado comprovadamente mais de 12.500 retratos ao longo de seus 25 anos de carreira. É como paisagista, porém, que se notabiliza, em virtude do “Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo: 1862-1887. Efetua ainda importante documentação sobre a cidade portuária de Santos SP na década de 1870.
MAIS sobre Militão Azevedo em FM Cultura:
Local: Casa da Imagem
Endereço: Rua Roberto Simonsen, 136-B – Centro - São Paulo- SP
Horários de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas
Telefone: (11) 3106 5122
Entrada gratuita
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 01:14  comentar

Setembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9

17
19
20

23
25



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO