Revelando, imortalizando histórias e talentos
4.12.12

 Em 1952, o tímido ex-soldado George Jorgensen deixou os EUA estarrecidos ao voltar de uma viagem à Dinamarca transformado em uma loira glamourosa - Christine, estrela hollywoodiana.

A transformação, que acaba de completar 60 anos, foi resultado da primeira operação de mudança de sexo bem-sucedida realizada pela medicina moderna - e combinada, também de forma pioneira, com terapia hormonal. Após voltar aos EUA, Christine Jorgensen tornou-se uma atriz de relativo sucesso em Hollywood, o que deu ainda mais repercussão a seu caso. Nos anos 30, uma tentativa de fazer uma operação de mudança de sexo em Berlim havia terminado com a morte do paciente. As lições tiradas dessa experiência, porém, serviram como ponto de partida para a equipe dinamarquesa que operou Jorgensen.
História pessoal
"Ex-soldado vira beleza loira", anunciava a manchete de um jornal americano quando Jorgensen voltou da Dinamarca. Jorgensen mal lembrava o tímido nova-iorquino que deixara o país meses antes. Havia se transformado em uma mulher esbelta de 27 anos, com lábios vermelhos e cílios longos e desceu do avião vestindo um casaco de pele. Jorgensen crescera no Bronx, em Nova York, e desde que era adolescente sentia que era uma mulher "presa" no corpo errado. No final do 1940, durante um curto período no Exército, Jorgensen leu um artigo sobre o médico dinamarquês Christian Hamburger, que estava fazendo experiências com terapia hormonal em animais.  Jorgensen também foi avaliado durante sua transformação pelo psicólogo Georg Sturup, que apresentou uma petição ao governo dinamarquês para uma mudança legal que permitiria a operação.
Em seu retorno para os EUA, Christine Jorgensen foi recebida com fascínio, curiosidade e respeito pelos meios de comunicação e o público americano. Sua família também parece ter apoiado sua decisão. "A natureza fez um erro que eu corrigi - agora sou sua filha", Jorgensen escreveu para os pais após a cirurgia. Jorgensen morreu de câncer aos 62 anos, em 1989. Anos antes, voltou à Dinamarca para encontrar os médicos que permitiram sua transformação. Jorgensen morreu de câncer aos 62 anos, em 1989. (FraM\ BBC).
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 01:55  comentar

Dezembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

16
17
18
21

24
28



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO