Revelando, imortalizando histórias e talentos
20.1.07

Rio faz 442 anos: tem o que comemorar?

Símbolos máximo das belezas brasileiras, a cidade do Rio de Janeiro, aparentement, continua soberana como cartão postal do país. A repercussão negativa da atuação das facções criminosas no local, crimes cometidos contra os estrangeiros, mesmo assim, eles continuam visitando a capital.

 

Fundada em 1º de março de 1565, Estácio de Sá fundava a cidade foi capital do Brasilpor vários anos. Tudo começou no dia 1º de janeiro de 1502, quando André Gonçalves, comandante de uma expedição, avistou um lugar lindo que pensou ser a foz de um enorme rio. Sem ter dúvida, batizou o local de Rio de Janeiro. E olha que o Rio de Janeiro está ficando cada vez mais importante. Até em Marte! O cientista brasileiro Paulo Souza, da Naza, nomeou uma rocha marciana como Pão de Açúcar, um dos pontos turísticos da cidade. Além disso, o Rio está sendo cotado para ser uma das sete maravilhas do mundo, em uma disputa acirrada que será desvendada no dia 7 de julho em Portugal. Isso sem falar no título de cidade-sede dos Jogos Pan-Americanos 2007. Todo o mundo quer conhecer quer conhecer a "cidade maravilhosa" que oferece uma série de atrações e passeios que agrada a gregos e troianos. O vasto roteiro de atividades e estabelecimentos ainda é o chamariz do local como ponto de referência de turismo.

 

SANTO BRASILEIRO

ROMA - Vaticano confirmou nesta sexta-feira, 23, que o Frei Galvão será canonizado no dia 11 de maio, em São Paulo, e a cerimônia será presidida pelo Papa Bento XVI

quando de sua visita ao Brasil. O nome de batismo do Frei Galvão, Antonio Di Sant'anna, apareceu ao lado dos nomes de quatro outros beatos que também serão canonizados até junho deste ano. O anúncio foi publicado na página da internet do Vaticano, depois da reunião de cardeais presidida pelo Papa. Em dezembro, Bento XVI havia confirmado oficialmente a realização do segundo milagre de Frei Galvão, uma exigência da Igreja Católica para a canonização. A cerimônia vai acontecer durante a missa no campo de Marte, zona norte de São Paulo. A solenidade no Brasil será uma exceção à tradição católica.

 

Vocalista morre ao cair de trio elétrico

 Vocalista da banda Doce Desejo, Cinthia de Cássia Silva do Rosário, morreu sábado, 18, ao cair de um trio eléctrico [Caminhão sonorizado], o acidente ocorreu por volta das 23h00, quando um fio dos postes de electricidade ficou preso no veículo, fazendo com que algumas pessoas caíssem. O marido marido de Cinthia, também caiu, mas teve apenas ferimentos ligeiros. Segundo um testemunha, tudo aconteceu quando um fio ficou preso na frente do trio eléctrico. «Quando forçou demais partiu e foi com tudo na
direcção da cantora, atinginda nas costas. Ele acrescentou que, por pouco, também não foi uma das vítimas. O acidente ocorreu na festa anual de Vila dos Cabanos. Todos os anos, os trios eléctricos dão a volta à praça, onde se reúnem foliões de várias cidades. A cada ano, o tamanho dos trios aumenta, mas a estrutura na cidade não acompanha essa evolução. De acordo com o coordenador do bloco Xaveco, Ricardo Paixão, o acidente com Cinthia aconteceu ainda no início das festas. Mas, no bloco anterior, chamado de Mamonas, um acidente parecido ocorreu. "Os dançarinos caíram com a fiação também, mas não chegaram a despencar do trio", disse.

KASSAB, O BARRAQUEIRO

Ele pediu ao seu papai Noel uma prefeitura para brincar de administar, ganhou de mão beijada a 4ª maior do mundo e a 1ª do País. Em um estado sério onde o contribuinte fosse respeitado ele seria punido publicamente.

 Em suposta inauguração de um posto de saúde, em Pirituba, Zona Oeste da cidade de São Paulo, aquele de deveria servir como exemplo para os seus subordinados "servidor"público, zelar pelo cidadão, o prefeito Gilberto Kassab aprontou baixaria digna de louco - se é que louco age daquele maneira-, digno de intervenção de médico psiquiatras, quando um cidadão presente ao local protestou - sem ofensas morais -, contra uma Lei criada por Kassab onde proíbe publicidade externa na cidade. Segundo o microempresário, Kayser de Paiva, 47, que confecciona placas, se diz prejudicado pela Lei Kassab. A " autoridade" , em vez de reagir com equilíbrio, com dedo em riste, palavreado de baixo calão, entre as quais "vagabundo, fora daqui vagabundo", expulsou o microempresário e prometeu agredir todos que tentarem protestar em suas visitas públicas. Isso não surpreende, pois Kassab, apeser de ter estudado erm bons colégios, vem de uma raça violenta, os turcos, [ vejam noticiários e TV], portanto todo cuidado é pouco para com esta suposta autoridade da maior cidade do País e quarta maior do mundo. Eleito prefeito-tampão, depois da renúncia de José Serra, que assinou em cartório compromisso de que jamais deixaria à prefeitura para concorrer ao governo paulista-, Kassab foi duramente denunciado por Marta Suplicy quando da campanha. Seu jeito desrespeitoso e falta de sensibilidade gerou recentemente uma "saia justa", isso se ele tivesse compostura-, ao dar entrevista para o programa Planeta Cidade, apresentado na TV Cultura pelo seu amigo César Giobbi, ele menosprezou às pessoas que encontravam-se no momento da tragédia da linha 4 do metrô de Pinheiros: "Imaginem como ficaram as pessoas que estavam no motel na hora do desabamento, deve ter sido interessante" disse Kassab.

Uma nota de tom parcial fora emitida pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura onde tenta induzir o leitor e telespectador de que o que ele fez é normal, é racional e correto. Ou seja, o povo paga seus salários - inclusive o Kayser, e ainda tem de suportar autoridades destemperadas. [Foto: Niels Andreas A/E

 

 

LEILÃO DE ARTE MEIJI

Uma das grandes  coleções mundiais de esculturas, porcalana e objetos de metal japoneses do período Meiji será posta à venda na Suíça em 19 de fevereiro, foi o que anunciou na terça-feira, 6 de fevereiro  a casa de leilões Christie's.

A Christie's também disse que a coleção Avo Krikorian inclui mais de 580 peças que datam de entre 1868 e 1912. A expectativa é que ela seja vendida por mais de 5 milhões de francos suíços (4,01 milhões de dólares). As obras incluem esculturas de marfim, objetos de porcelana craquelê Satsuma e obras de esmalte, além de objetos de porcelana de exportação. Também serão leiloados alguns objetos de cerâmica japonesa do século 17 e obras de arte chinesa. A época Meiji  foi marcado pela restauração do governo imperial no Japão, após séculos durante os quais o país foi governado pela classe militar dos samurais. O imperador Meiji encorajou a adoção dos hábitos ocidentais e adaptou as artes japonesas tradicionais ao gosto ocidental. A arte asiática, especialmente a chinesa, está muito em voga com colecionadores no momento, graças à economia global robusta e à idéia de que a arte é um investimento sólido. No ano passado, leilões de obras de arte asiáticas promovidos pela Christie's em Hong Kong renderam valores recordes.


PAPEL DIGITAL: O FUTURO

Papel digital já é realidade e um concorrente para produtos impressos como jornal e livro.  

Cambridge - Inglaterra [AgênciaFM] 16 de janeiro - O futuro de livros e jornais impressos estão  ameaçados. O papel digital foi desenvolvido na Universidade de Cambridge, e exemplares já estão sendo desenvolvidos na Alemanha. A folha de papel digital é cheia de pontinhos e recebe uma descarga elétrica que atravessa, o eletrodo de cima faz com que os pigmentos negros se movam para o topo da cápsula e criem um ponto dessa cor na superfície do papel digital -, é através desta descarga elétrica feita pelos eletrôdos que a leitura  pode ser realizada. Um livro de 300 páginas será armazenado facilmente através do papel digital e levado consigo. Os inventores cuidaram também de manter as características dos leitores como aquela tradicional dobradura que marca onde a leitura foi interrompida. Para isso acontecer basta flexionar a página, que ao voltar a lê-lo ele abrirá exatamente na página indicada. Os jornais podem oferecer à seus leitores às opções papel [celulose] ou no papel digital, que é muito mais confortável para ler dentro de um transporte. Os produtos em papel digital estão sendo desenvolvidos especialmente para o mercaddo norte-americano, e, só em 2009 é que deverá ser lançado oficialmente, talvez até no Brasil. Um sitio também pode ser todo copiado e levado consigo. Ou seja, mesmo sobrando várias opções para o papel convencional, o futuro não reserva boas surpresas aos produtos impressos. Se dono de uma gráfica ou produtor de papel eu fosse, estaria muito preocupado com este mercado.  História A companhia americana E Ink revelou em 2003 que havia desenvolvido um protótipo poderia  funcionar como um "papel digital", tendo apenas 0,3 milímetros de espessura. Segundo informações da emprersa, para criar o produto, foi utilizado transistores da espessura de uma folha de papel alumínio. Tais  transistores, chamados TFTs, costumam ser usados na fabricação de telas de computadores.Recobrindo os transistores da E Ink há um material - patenteado pela empresa - formado por milhões de pequenas cápsulas que retêm pigmentos nas cores preta e branca. Os pigmentos se movimentam na cápsula reagindo a estímulas elétricos de dois eletrodos, um deles, transparente, colocado em cima dela e outro embaixo da cápsula. Já a reversão da voltagem elétrica traz os pigmentos brancos de volta ao topo. 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 17:36  comentar

Janeiro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
17
18
19

21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds