Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.3.07

Quinta-feira, Agosto 07, 2008 - Richard Gere está em uma de suas melhores aparições cinematográficas dos últimos anos, como o veterano repórter.

 

 
 "A Caçada", é uma aventura que tem como base fatos reais estraídos de um artigo de Scott Anderson, jornalista da revista Esquire. A estréia é nessa sexta-feira,8, em São Paulo, Brasília e Janeiro de Janeiro. O roteiro é de Richard Shepard, cuja carreira está mais ligada à televisão, e já ganhou um Emmy em 2007 pela da série 'Ugly Betty' [Betty Feia].



Nos papéis centrais estão três jornalistas norte-americanos na Bósnia, dez anos após final da guerra dos Bálcãs. Eles estão em busca de um dos criminosos sérvios mais procurados do planeta, e tudo tem a ver com a prisão de Karadzic recentemente. Richard Gere interpreta Simon Hunt, e é o líder da arriscada aventura. Richard Gere aparece em uma de suas melhores aparições cinematográficas dos últimos anos, como o veterano repórter. Seu personagem, Simon Hunt foi demitido após perder o controle no ar, a partir daí entra em decadência, e a viagem é sua última chance para retornar ao topo de sua carreira. Hunt convida seu antigo câmera, Terrence Howard, que ionterpreta Duck [Pato]. O único objetivo é conseguir uma entrevista exclusiva com o Raposa, o procurado.
 

Thiago Martins é protagonista de 'Era Uam Vez', estréia de sexta-feira,25.

 
Estréia nacional na sexta-feira, 25, de 'Era Uma Vez... que narra história de um Rio de Janeiro muito dividido entre ricos e pobres.
 
SÃO PAULO [Agencia FM] 24 de julho - Thiago Martins [foto] interpreta Dé, um morador da favela do Cantagalo e para sobreviver vende cachorro-quente em um quiosque na sofisticada avenida Vieira Souto, Ipanema.
 
 
Durante todo o dia, sem Nina saber ele a observa [ Vitória Frate], uma de classe média alta que mora no prédio em frente ao seu ponto. Dé, vive sua paixão platônica. São dois personagens e metáforas de uma cidade maravilhos. Dé conta sua paixão para Nina e a conquista o seu amor. Até o pai da menina, interpretado por Paulo César Grande acata o namoro. Mas como nada é perfeito, entra em cena o irmão de Dé que fugiu da da cadeia, Carlão, vivido por Rocco Pitanga. A direção é de Breno Silveira.
 
 
 
 

Arquivo X" estréia 25 de julho

 
Os protagonistas do filme são os mesmos atores que interpretam os agentes do FBI Fox Mulder [David Duchovny] e Dana Scully [ Gillian Anderson]- na Tv e o diretor, também, Chris Carter.
 
Este é o segundo longametragem que tem como base a consagrada série de TV, "Arquivo X , e a intenção é ressuscitar o charme que costumava exercer sobre milhões de fãs ao redor do mundo. A película faz estréia mundial nesta sexta-feira,25, e no Brasil apenas cópias legendadas serão lançadas. O primeiro longa sobre o tema ocorreu havia dez anos, 'Arquivo X - o Filme', e este segundo longa remete ao seriado, que ficou no ar por nove temporadas e terminou no ano de 2002.
 

Os alienígenas deverão fazer falta para alguns fãs, pois estes mostrinhos são quase tradicionais nos episódios da Televisão. Assim, o sobrenatural fica limitado. Uma outra mudança, ou diferença em relação ao seriado, atende a pedidos dos fãs ao longo dos anos, que é o envolvimento amoroso entre os dois protagonistas. Em 'Arquivo X - o Filme', Mulder e Scully deixam transparecer que moram juntos há muito tempo, vejam os dois juntinhos. [Foto>
http://tv.popcrunch.com
 

Batman - O Cavaleiro das Trevas

 
Bruce Waine encontra vilão à altura no maravilhoso 'Cavaleiro das Trevas'. O filme sem dúvida nenhuma é a sensação da temporada.

Não se trata de uma continuação é um dos mais surpreendentes filmes da série. Christian Bale interpreta, Bruce Waine, papel principal e é atormentado, perseguido impiedosamente como jamais fora um Batman. O Curinga, interpretado de modo magistral por Heath Ledger, sendo este o último filme que o ator australiano completou pois morrera aos 28 anos de overdose, é um misto do punk Syd Vicius [Sex Pistol] e do malvado Daniel de 'Laranja Mecânica' de Stanley Kubrick.

No papel do mordomo Alfred, está o veterano Michael Caine em performance à altura de sua história cinematográfica. Para quem gosta de tecnologia, em Batman - O Cavaleiro da Trevas, não tem somente o batmóvel. Uma motocicleta gigante que atinge velocidade absurda e sobe em paredes são atrativos da película tambem.
Para desenvolver o personagem Bale saiu de casa e passou a morar em um hotel onde ensaiava as vozes. Já o Curinga tem vozes e trejeitos assustadores que faz dele o melhor Curinga da história de Batman. Nem mesmo Jack Nicholson se aproximou deste personagem tão maravilhosamente elaborado, pesquisado por Heath Ledger. No elenco, Rachel Dawes, substituindo Katie Holmes, Harvey Dent, interpretado por Aaron Eckhart. A direção é de Christopher Nolan. [francisco martins - Especiaal de Lisboa Portugal].

 

 
 
"Viagem ao Centro da Terra",

 
10/07 2008  Viagem ao Centro da Terra escrita por Júlio Verne em 1864, é reciclada segundo ótica de Eric Brevig.

A película estréia em circuito nacional sexta-feira,11, com 216 cópias, e 157 delas são dubladas. Apesar de limitada, acontecerá exibição em 3D em nove salas, quatro em São Paulo, duas no interior paulista, duas no Rio de Janeiro e uma outra em Florianópolis. Com locação na Islândia e no Canadá, "Viagem ao Centro da Terra" apresenta como as principais atrações o T-Rex, dinossauro, plantas carnívoras, piranhas voadoras e rochas flutuantes. Não tem muita qualidade em algumas cenas pois as imagens ficam chapadas além de algumas distorções que apesar dos óculos 3D não conseguem solucionar.

Tema
 

Para reciclar a epopéia de Júlio Verne foi inventado o personagem do geólogo Trevor Anderson (Brendan Fraser, [veja 'A Múmia'] que parte em busca de um irmão, Max, desaparecido há dez anos, interpretado por Jean-Michel Paré. Trevor carrega consigo a guia islandesa Hannah - Anita Briem - e seu próprio sobrinho, Sean, representado por Josh Henderson, que veio passar um período em sua casa. A relação tio-sobrinho está presente no livro original, que tinha como protagonistas o geólogo alemão Otto Lindenbrook e o sobrinho Axel. Há alterações na adaptação para privilegiar o aspecto romântico do filme. Pela participação convincente de Fraser, vale uma espiadela, nota 7. [FM]
 

'Jogo de Amor' reúne reis da comédia romântica

 
Ashton Kutcher E Cameron Diaz são protagonistas de o 'Jogo de Amor' , estréia de sexta-feira,27.

Ashton interpreta Jack, um festeiro enquanto Cameron Diaz é Joy, uma corretora da bolsa de valores. "Jogo de Amor em Las Vegas" aborda um velho conceito das comédias românticas: unir alguém que não devia estar junto, porém, é forçado a isso.
 

Brigam feitos cão e rato, mas no fundo, se adoram. Jack consegue fatura três milhões de dólares em um caça-níqueis com uma moeda que era de Joy. Para apimentar um pouco mais, um juiz se recusa a anular a união, alegando que eles devem tentar de tudo por seis meses para saber se dará ou não certo o casamento. Isso também inclui morar sob o mesmo teto. Caso não cumpram essas determinações, o prêmio de três milhões permanecerá bloqueado. O fator principal é: aturar um ao outro. Vale à pena pegar uma fila para vê-los. Nota 8.
 

'Personal Che'

Cangaceiro e terrorista argentino ganha mais uma versão cinematográfica que em nada acrescenta pois mantém a homossexualidade do médico-terrorista intocada.

SÃO PAULO, 19 de junho - Ernesto 'Che' Guevara continua sendo uma é figura discutida e emblemática ao mesmo tempo. O documentário "Personal Che", estréia no Rio de Janeiro e em, nessa sexta-feira,20, faz um passeio pelos fatos e lendas que permeiam a vida deste médico e homossexual, diversas representações e leituras que são feitas sobre o guerrilheiro. É a busca para desvendar o mito onde cada um o imagina de uma forma. É claro que o ducumentário não entra a fundo na sua vida e, não aborda o tema sexualidade. Muitos o comparam a Jesus Cristo. "Personal Che" mostra que não.
O documentário vai muito além dos botonns e das camisetas estampadas que desfilam pelas ruas de alguns países. Na Bolívia, na região onde foi executado por militares em 1967, ele é considerado por muitos como um santo, São Che. Algumas pessoas chegam ao ponto de orar, rezar, pelo cangaceiro argentino. A qualidade do documentário agrada muito, dirigido pelo brasileiro Douglas Duarte e a colombiana Adriana Mariño. , é levantar um debate e não se preocupar em desvendar Che Guevara -- que já foi objeto de várias obras, como "Diários de Motocicleta", do brasileiro Walter Salles, e de uma longa cinebiografia.
 

'Hulk’Hulk’ exagera na quantidade de monstros e mostra Rocinha como um convento, muita paz. Estréia sexta-feira,13.

SÃO PAULO,12 DE JUNHO - "O Incrível Hulk", dirigido por Ang Lee, talvez ainda desmotivado pelo fracasso de bilheteria da produção anterior, ele tenta começar zero e não está nem aí para perder tempo para explicar a origem do personagem. O acidente que transformou o cientista Bruce Banner - Edward Norton - é abordado de passagem, somente ao longo dos créditos, logo no começo.
O cientista foi atingido por uma potente carga de radioatividade, então, torna-se um enorme verde e se descontrola sempre que fica com raivoso. Na primeira parte, o cientista aparece na favela da Rocinha, Rio de Janeiro, apresentada de forma muito calma e pacífica, onde trabalha em uma fábrica de refrigerantes exportados para os Estados Unidos. Ele vive escondido e usa identidade falsa, e espera encontrar erva muito rara que o ajudará a se livrar da radiação que está em seu organismo.
 
Na favela não é abordado ou não tem sinal de crime organizado nem do tráfico de drogas. A paz só é interrompida quando o general Ross - William Hurt - manda um mercenário chamado Blonsky - Tim Roth - capturar Bruce no Rio, o "Hulk" no Rio de Janeiro. Na perseguição, pela primeira vez entra em cena a criatura verde, o Hulk. Uma luta entre monstros. Vale à pena assistir.
 
"Um Amor Para Toda Vida" Filme traz romance à moda antiga, aproveite


SÃO PAULO- 30/05 - "Um Amor Para Toda A Vida" trata-se de um romance à moda antiga, permeado por muitos segredos e revelações. Dirigido pelo diretor inglês Richard Attenborough, que tem na bagagem o o premiado "Gandhi", ganahador de oito Oscars em 1983. "Um Amor Para Toda A Vida" conta uma história de amor em dois tempos e lugares. Nos Estados Unidos, no início dos anos de 1990, Ethel Ann (Shirley MacLaine) acaba de enterrar o marido, um veterano de guerra.

Como ela não parece muito infeliz com a perda, a filha Marie [Neve Campbell, "Pânico" acusa a própria mãe de sempre ter sido fria e omissa. A viúva parece encontrar alguma alegria quando o amigo Jack, interpretado pelo veterano Christopher Plummer -, chega para o funeral. Intercalando essa história do presente, entram alguns flashbacks mostrando o que aconteceu na década de 1940, quando a jovem Ethel [agora interpretada por Mischa Barton]se casou secretamente com Teddy (Stephen Amell), antes que ele fosse para o front na 2a Guerra Mundial com dois amigos. PROGRAMAÇÃO > Para ver salas e horários no Rio, clique aqui. > Para ver salas e horários em São Paulo, clique aqui. > Para ver salas e horários em outras capitais, clique aqui.  EDITORIAS: filmes em cartaz
 

 

 

17 de abril -  "Quebrando a Banca"

 

 

 

Quebrando a Banca’ tem como tema a jogatina em Las Vegas

Inspirado em de filmes sobre cassinos e jogadores, a novidade e que os apostadores são jovens, que nem idade suficiente para jogar têm, embora consigam ganhar muito dinheiro com identidades falsas e a ajuda de um professor. O filme tem diração de Robert Luketic, o mesmo das comédias "Legalmente Loira" e "A Sogra".
Ben Campbell [Jim Sturgess] está em seu último ano no conceituado MIT [de Tecnologia de Massachusetts]. Ele tem como sonho cursar medicina em Harvard, mas não tem dinheiro para tal. E também pode contar com a ajuda de sua mãe viúva, pois tem poucos recursos. Mas seu talento para ciências e matemática, ele é convidado a se unir a um grupo de alunos coordenados pelo professor Mickey Rosa [Kevin Spacey] que seguem para Las Vegas para apostar num cassino. Com ajuda de outros sinais e ferramentas, o grupo sempre consegue ganhar nas mesas do jogo conhecido como 21, daí o nome do filme.

 

 

 ‘Jumper’ estréia sexta-feira,28

 

Personagens de ‘Jumper’ interpretado por Hayden Christensen têm poder de se teletransportar

Dar um pulinho e chegar ao Egito ou quaquer um outro país e ainda terminar o dia em casa, é coisa somente para ficção de "Jumper", que tem o poder de se teletransportar. David [Hayden Christensen], o Anakin Skywalker dos episódios 2 e 3 de "Star Wars" descobre que tem capacidade especial por acaso ao ficar preso debaixo da camada de gelo de um lago congelado. À beira da morte por afogamento, ele vai parar numa biblioteca como num passe de mágica. David foi abandonado pela mãe (Diane Lane) quando criança e com sérios problemas de relacionamento com o pai abusivo, interpretado por Michael Rooker. Então, David opta por fugir de casa depois do incidente no lago.
Todos pensam que ele morreu. Com o passar do tempo, David descobre como controlar sua habilidade e passa a "viajar" pelo mundo. Além disso, começa a roubar cofres de bancos e se torna um milionário. O longa tem diração de Doug Liman "A Identidade Bourne", "Sr. & Sra Smith. Provavelmente, "Jumper" seja o primeiro de uma série pois deixa aramadilhas para serem finalizadas no futuro. EDITORIAS: filmes em cartaz

 

 
Polaróides Urbanas

Miguel Falabella ator, dramaturgo e autor de novelas e diretor teatral, estréia como diretor de cinema na comédia "Polaróides Urbanas" e no elenco somente amigos, pessoas com que ele convive quase diariamente como por exemplo Marília Pêra e Arlete Salles.
Ele teve outras experiências cinematográficas como um dos roteiristas da adaptação de um de seus textos para teatro "A Partilha", levado ao cinema em 2001 sob a direção de Daniel Filho.
"Polaróides Urbanas" antes de estreiar no Brasil ganhou prêmio como melhor roteiro e melhor atriz (para Marília Pêra) no 11o Festival de Cinema Brasileiro em Miami, em junho de 2007.
Claudia Gimenez, uma de suas melhores amigas se recusou a participar do filme alegando que não se sentiria bem vendo outros atores fazendo os demais papéis que também foram seus no teatro. Assim, no cinema, o monólogo ganhou outras dezenas de personagens.
A protagonista é Magali (Marília Pêra - foto divulgação ] , uma dona-de-casa entediada que vai ao teatro ver a tragédia "Antígona", na esperança de descobrir que sua vida não é tão ruim. No palco, a estrela Lise Delamare (Arlete Salles) tem um ataque dos nervos. As duas personagens frequentam a mesma psicanalista (Natália do Vale). No divã, Magali se queixa da irmã gêmea Magda (também interpretada por Marília), uma perua que dá pouca atenção a ela, viaja o tempo todo e traz presentes sem graça como chaveiros, além de telefonar sempre a cobrar. A filha Melanie (Ana Roberta Gualda) acusa-a de negligência e acha que só recebeu carinho da governanta (Neuza Borges).A melhor amiga de Melanie é Vanessa (Juliana Baroni), uma garota ambiciosa que troca o namorado Mike (Nicolas Trevijano) por Arnaldo (Alexandre Slaviero), filho de Magali e Arnaldo (Otávio Augusto).Como em suas peças e telenovelas ("Salsa e Merengue" e "A Lua Me Disse"), Falabella busca um humor simples, baseado em tipos comuns e de fácil identificação com o público

 

"Senhores do Crime", boa estréia de 22

 

O filme "Senhores do Crime", que concorre a uma indicação ao Oscar no próximo domingo, na categoria melhor ator para Viggo Mortensen, tem como inspiração os bastidores de uma família mafiosa russa, estabelecida em Londres. Dirigido por David Cronenberg e o roteirista que se utiliza de alguns clichês do gênero como por exemplo um herdeiro incompetente e um esperto homem de confiança do patriarca - para levar o longa a outro patamar, acima da média e longe de obviedades. Naomi Watts [foto], interpreta uma parteira que, sem querer, envolve-se com os mafiosos, entra para o mundo que fascina. A história acontece praticamente entre o Natal e o Ano Novo, e tudo começa com o nascimento de uma menina sob os cuidados de Anna. A partir daí o filme ganha proporções e o resultado causa estranheza e, em um primeiro momento, a película pode até parecer apenas morno, mas com o passar do tempo, aspectos da natureza humana ficam bam mais explicitados.

 

"Onde os Fracos não Têm Vez"

 

 

Humoor negro dos irmãos Coen é a estréia de sexta-feira, 1.
 
Os irmãos cineastas Joel e Ethan Coen, retornam com seu humor negro "Onde os Fracos não Têm Vez". O drama indicado a oito Oscars, entre os quais melhor filme, ator coadjuvante e diretor. Na fronteira do Texas, um sujeito comum chamado Llewelyn Moss - Josh Brolin - "Planeta Terror" encontra uma picape cercada de corpos, com 2 milhões de dólares e uma grande quantidade de heroína. Moss nem desconfia que ao pegar do dinheiro desencadeará uma série de acontecimentos que poderão levá-lo a ruína. Especialmente porque isso coloca em seu caminho Anton Chigurh - Javier Bardem, interpreta um assassino sem escrúpulos ou limites. A terceira peça desse jogo é o xerife Ed - Tommy Lee Jones, a voz da razão nesse inferno povoado por homens sem escrúpulos. Ele está prestes a se aposentar. Este poderá ser seu último caso antes do adeus à profissão, a mesma, aliás, de seu pai e avô.
 
O ator espanhol Javier Bardem parece vestir Chigurh como sua segunda pele, o que rendeu-lhe a indicação de ator coadjuvante. O filme tem um tom bem irônico, e Coen encontrou na obra de McCarthy uma profundidade muito bem-vinda abordando uma história tipicamente norte-americana de ambição desmedida, onde será inevitável correr muito sangue. [Foto - Divulgação]
 

2008/01/24 "O Signo da Cidade"

 

 

"O Signo da Cidade", com roteiro da atriz Bruna Lombardi que demonstra evolução como roteirista.
 

Ela arma um caleidoscópio em que brilham as luzes individuais de muitas pessoas, que formam a constelação frenética de uma das maiores metrópoles do mundo.Em meio a uma cidade endurecida de ferros e cimento, Bruna encontra sinais de uma vida miúda, a das emoções básicas de todo mundo. A história dirigida pelo marido Carlos Alberto Riccelli, e nessa dobradinha familiar, o filme faz uma fusão do que é grande e o que pequeno, do particular e do geral, porque se ampara num ritmo suave, que dá tempo para que várias histórias se revelem.
O tema condutor está nas mãos da astróloga Teca (Bruna), que tem um programa de rádio, Teca escuta e dá conselhos e testa os limites de seus parcos poderes. Nem sempre ela se dá conta de melhorar essas vidas, e muito menos a sua própria vida, também. Entristecido pela separação recente, ela se envolve na vida dos vizinhos, e Gil (Malvino Salvador) e sua mulher [Denise Fraga], cujo casamento também estão em crise. Há racismo, baladas em busca de diversão, no filme bem conduzido pela Bruna Lombardi. No elenco, Juca de Oliveira, Sidney Santiago e Bethito Miranda.  EDITORIAS: filmes em cartaz
 

24/01/2008  O Gângster

 

 

"O Gângster", estréia nacional na sexta-feira, 25 de janeiro.

 
Baseado na história de chefão da máfia, Frank Lucas, vira filme. Nascido pobre em uma família negra, na Carolina do Norte, em 1930, foi ganhar a vida em Nova York, tornando-se um dos maiores traficantes do país, nos anos 1970. Fez fortuna com o táfico de heroina, estimada em 250 milhões de dólares, e teve como amigo celebridades, como o boxeador Joe Lewis, casou com Miss Porto Rico 1970 e viveu para poder contar sua história. Ele concorreu com a máfia italiana e saiu vivo, portanto tinha de virara filme. A trajetória do chefão virou reportagem do jornalista Mark Jacobson e serviu como base do roteiro de Steve Zaillian "A Lista de Schindler", que dá suporte ao filme de Ridley Scott, "O Gângster", com estréia nacional na sexta-feira, 25 de janeiro.

 
Criado à sombra de um chefão do Harlem, Bumpy Johnson [Clarence Williams III - foto], Frank abre seu caminho a seu modo. Cria seu próprio esquema de tráfico de heroína diretamente da fonte de produção, o sudeste asiático, bem no momento em que a guerra do Vietnã estava no auge, no começo dos anos 1970. Frank desenvolve um método incrivelmente criativo de importar a droga, introduzindo heroína de uma pureza sem paralelo no mercado nova-iorquino, sendo que nenhum usuário queria mais saber dos outros traficantes. Também muito original foi no dia de seu casamento: ele só recebe como presente, dinheiro.
A película tem duas indicações ao Oscar, melhor direção de arte e melhor atriz coadjuvante para Ruby Dee, a veterana atriz de 83 anos.

 

 

 

 

Alice Braga estrela "Eu Sou a Lenda , uma cena rara no cinema mundial.

 

 

A atriz brasileira Alice Braga brilha ao lado de Will Smith, um dos mais bem pagos atores norte-americanos.
 

"Eu Sou a Lenda", filme protagonizado por Will Smith apresenta Alice Braga no único papel feminino na ficção. Sobrinha de Sonia Braga, nem pôde comparecer ao Brasil e participar das entrevistas de lançamento de "Eu Sou a Lenda", no Rio de Janeiro. compareceram o diretor do filme, Francis Lawrence, o roteirista Akiva Goldman e o astro Will Smith. O ator assume mais uma vez o papel de herói, nesta ficçcão científica que se passa o futuro de 2012, na cidade de Nova York, onde tornou-se uma cidade deserta, onde as suas largas avenidas transformaram-se em matagais, seus imensos edifícios.

 

Nas ruas atulhadas de detritos, e um único carro, um Shelby Mustang GT-500, passa a toda velocidade. Pilotando a máquina, dele, Robert Neville [Smith], e sua cadela, a pastora alemã Sam. Tomada por vírus e sem médicos Neville é o único humano sadio de Manhattan., os demais, ou morreram ou foram transformados em zumbis canibais. A culpa toda é de um
vírus que surgiu de um tratamento pioneiro , anos atrás, que teria erradiicado o câncer, mas gerou este terrível efeito colateral. Em uma certa noite, em atitude suicida, ele expôs-se a um ataque massivo dos zumbis, é salvo por uma misteriosa mulher, Anna [ Alice Braga ], que veio de Maryland, trazendo um garoto depois de ter sintonizado o emissor de sinais de rádio deixado por Smith.

Vale ressaltar que o filme não é versão original: ."Eu Sou a Lenda" é a terceira adaptação cinematográfica do livro homônimo de Richard Matheson, lançado em 1954. A primeira foi em 1964, em "Mortos que Matam", de Sidney Salkov, tendo como protagonista Vincent Price. A segunda, em 1971, "A Última Esperança da Terra", de Boris Sagal, Charlton Heston no papel principal. [FM]

 

"Mulheres, Sexo, Verdades e Mentiras"

 

Sob comando da sexualidade feminina onde os homens quase não aparecem, assim é "Mulheres, Sexo, Verdades e Mentiras".

Euclydes Marinho faz sua estréia na direção de filmes e espera contar com a simpatia do público, especialmente, das mulheres. Ele não é um marinheiro de primeira viagem, tem uma carreira respeitada como roteirista de TV, e participou de série de sucesso como por exemplo "Armação Ilimitada", "Confissões de Adolescente" e "Malu Mulher", sendo a última que serviu de base para o filme. Júlia Lemmertz é Laura e conduz a história. Após romper um casamento de 20 anos ela encontra um homem que desperta sua desejo e paixão, ambos há muito adormecidas.

O documentário é um pretexto para que se intercalem no filme inúmeras entrevistas em que mulheres das mais diferentes idades e profissões descrevam suas sensações e fantasias sexuais. Fernando Eiras [foto] é Mário, com que ela vive apaixonadamente a relação amorosa. Os mistérios de seu parceiro deixa Laura incomodada. Ao lado de Laura, outras mulheres têm posturas diferentes. Ela tem uma amiga bem mais desinibida (Cristina Amadeo), que vive fantasias com parceiros da Internet, uma irmã travada (Malu Galli) e uma filha jovem e livre (Branca Messina, de "Não por Acaso"). São poucos os homens que aparecem,a equipe do filme ouviu mais de 70 deles, porém os depoimentos não foram aproveitados pois eles não se abriram, como fizeram as mulheres. EDITORIAS: filmes em cartaz

 

 

 

 

Quinta-feira, Dezembro 20, 2007 "Sombras de Goya"

 

 

Filme biográfico sobre o pintor espanhol Francisco de Goya - 1746-1828, "Sombras de Goya", do cineasta tcheco Milos Forman "Amadeus", procura retratar a época em que ele viveu.
 
 

 
Cconturbadas guerras e pelos excessos da temida Inquisição espanhola. O filme entra em cartaz em São Paulo nesta sexta-feira, 21, e no Rio de Janeiro, na terça de Natal,25. Goya, interpretado pelo sueco Stellan Skarsgard "Piratas do Caribe", aparece no filme como um angustiado observador que, protegido por seu status de artista preferido da realeza, escapará de ser vítima direta dos inquisidores. Mas não terá poder de impedir seus abusos contra alguns de seus amigos. Goya convida a posar para ele a jovem Inês Bilbatua (Natalie Portman), filha de um rico comerciante local. Fiel à beleza de sua modelo, seu retrato torna-se rapidamente uma das maiores atrações do ateliê do pintor.

Para sua desgraça, Inês atraiu também a atenção dos inquisidores. Ao vê-la recusar um prato de carne de porco, numa noite em que saíra com seus irmãos, espiões da Igreja a denunciam por "judaísmo" e ela é convocada para um interrogatório. Submetida à tortura, a jovem conhece o horror e a solidão, sem que sua família possa fazer nada. Randy Quaid é o fundamentalismo cristão e que dava as cartas naquela inóspita Rspanha. Mas existe uma última esperança para Inês e ela está nas mãos do padre Lorenzo - Javier Bardem, que apesar de não dar às cartas, a Inquisição, ele é conselheiro muito hábil para influenciar sua decisões. Ao visitar Inês em seu calabouço,, Lorenzo é dominado por suas próprias tentações. Enquanto isso, Goya nada pode pode fazer do que traduzir em suas telas estes e outros horrores de sua época.
 

Segunda-feira, Dezembro 24, 2007"Conversas com meu Jardineiro",

 

 

Experiências humanas é tema da comédia dramática "Conversas com meu Jardineiro", que estréia no Rio de Janeiro e em São Paulo, terça-feira, 25.
 
 

 
O filme conta com a experiencia de Jean Becker e estrelado por dois atores do atual cinema francês, considerados os melhores, Daniel Auteuil "Meu Melhor Amigo" e Jean-Pierre Darroussin "Armênia". Eles , Auteuil e Darroussin interpretam uma dupla de ex-colegas de curso primário que se separaram depois de uma aventura na convencional, a colocação de bombinhas no bolo de aniversário de um velho professor. O reencontro dos dois acontece depois da mudança do pintor à velha propriedade rural de seus pais, num momento em que seu casamento está perto de terminar e seu estranhamento com a filha é bem grande. O humor tem um toque muito especial e essencial. Vale assistir.

 

Quinta-feira, Dezembro 13, 2007 "Império dos Sonhos"

 

David Lynch faz sua primeira experiência com uma câmera digital, sendo ele a operá-la no longa metragem "Império dos Sonhos", que estréia nesta sexta-feira,14, em circuito nacional. Segundo ele a experiência valeu-lhe um prêmio por seu uso da nova tecnologia no Festival de Veneza de 2006, onde o longa foi apresentado primeiramente. Laura Dern é a estrela de "Império dos Sonhos" ela já protagonizou trabalhos como "Coração Selvagem", que venceu a Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1990. Neste longa ela interpreta Nikki Grace, uma atriz que é convidada para atuar na refilmagem de uma produção que, iniciada na Polônia há alguns anos, foi interrompida depois da morte de seus protagonistas. Nikki vive no dia-a-dia a problemática de sua personagem no filme, Susan Blue, que se envolve num caso extraconjugal com Devon, exatamente como na história. O caso desperta tensão, por conta do intenso ciúme do ameaçador marido da atriz (Peter J. Lucas). À medida que em ela, Nikki, vai abrindo portas, outras dimensões entram em cena. Como por exemplo as sequências do filme polonês. Além de Laura Dern [destaque] estão  Dean Stanton e Jeremy Irons.

 

"O Engenho de Zé Lins"

 

Após cinquenta da morte do escritor José Lins do Rego - 1901-1957-, o cineasta Vladimir Carvalho reconstitui toda sua vida e a personalidade do escritor paraibano no documentário "O Engenho de Zé Lins".

O filme estréia somente em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, sexta-feira 14. O filme já é duplamente premiado no Festival de Brasília 2006 -- melhor montagem e prêmio especial do júri. O documentário refaz de maneira muito apaixonada e original a trajetória do autor de "Fogo Morto" e "Menino de Engenho". Sem querer ficar fora de polêmica, o filme do competente e experimentado cineasta Wladimir Carvalho, que tem em seu currículo "Barra 68 -- Sem perder a Ternura", expõe tanto as luzes quanto as sombras que moldaram o grande nome brasileiro da ficção regional moderna. Colegas escritores como Carlos Heitor Cony e Thiago de Mello Raquel de Queiroz foram entrevistados pela produção do filme, em 2003. Entre os mais apaixonados, poeta Thiago de Mello, que relembra os últimos anos de Lins, quando sofria muito com os efeitos da esquistossomose, o que acarretava hemorragias constantes e grande sofrimento. Ariano Suassuna, também paraibano, coloca um toque de polêmica ao realçar a grande amizade entre Lins e Gilberto Freyre. O escritor, uma das grandes expressões do romance brasileiro, nasceu no dia 3 de junho de 1901, e morreu no Rio de Janeiro, em 12 de setembro de 1957.

 
 

 

Quinta-feira, Dezembro 06, 2007 "Bee Movie" com Broderick faz estréia mundial

29.11.07 ‘Beowulf’ traz Angelina Jolie digitalizada

‘Beowulf’ traz Angelina Jolie digitalizada. Leia a crítica

"A Lenda de Beowulf", que tem como base um poema épico saxão, é protagonizado pelos atores Angelina Jolie, Anthony Hopkins e John Malkovich em versões digitalizadas, e cópias em 3D, em uma versão para crianças. O longa tem direção de Robert Zemeckis -"Forrest Gump" , "Expresso Polar". O filme estréia no Brasil com 272 cópias, das quais 85 são dubladas, incluindo as salas 3D. A história leva o espectador a um "tempo de heróis", na Dinamarca, onde o reinado de Hrothgar (Anthony Hopkins) é assombrado pelo gigante Grendel {Crispin Glover}.

Lenda

A "criatura" espalha o medo e o terror nos arredores e captura humanos devorar humanos em sua caverna. As tentativas para matá-lo se mostram inúteis até a chegada do guerreiro Beowulf (Ray Winstone), que vence o monstro. O incidente desperta a ira da mãe de Grendel - Angelina Jolie-, que jura vingança. A trama já foi adaptada anteriormente para o cinema em "Beowulf - O Guerreiro das Sombras" no ano de 1999, e tinha como principal o ator francês Christopher Lambert.

 

Brad Pitt - Jasse James

 

Com um elenco masculino de peso e interpretação refinada onde destacam-se também Sam Rockwell e Sam Shepard,aliada a uma trilha sonora do maravilhosso Nick Cave e Warren Ellis.

O legendário bandido norte-americano Jesse James ganha interpretação quase perfeita de Brad Pitt. Este segundo filme do neozelandês Andrew Dominik, pois que estreou no ultraviolento "Chopper", 2000, fica bem distante do faroeste convencional. Ele tem como ponto de partida, o livro homônimo de Ron Hansen. O filme é todo construído em torno da expectativa do assassinato, e mantém uma tensão entre os personagens que às parece ser possível cortar com faca, de tão sólida que se mostra na tela.

No século XIX, o mito Jesse James foi consolidado por folhetos e livretos em que a imaginação quase sempre ultrapassava muito o respeito aos fatos em favor da lenda.
A tragédia de Bob Ford não é só a traição a seu ídolo - cuja necessidade, até por sobrevivência, um dia é obrigado a encarar. Muito pior é o que ele irá aprender a chamar de ingratidão. Ford esperava reconhecimento público por ter eliminado o pistoleiro, mas só obtém o desprezo generalizado e, afinal, um fim igualmente violento. Vivendo uma esplêndida maturidade criativa, Brad Pitt mantém à altura a ambigüidade do bandido instável, capaz de passar em segundos da maior amabilidade a uma explosão da brutalidade mais insana.

 

 

 

Quinta-feira, Outubro 25, 2007 "Jogos Mortais"

 

O episódio número quatro deda bem-sucedida franquia "Jogos Mortais" combina suspense e sanguinolência e sangue.

Dirigido por Darren Lynn Bousman, o mesmo de o segundo e terceiro episódios, é veterano na série, o diretor mantém o clima dos outros filmes. Desde que o primeiro filme da série foi lançado, em 2004, o sádico personagem Jigsaw tornou-se um monstro do cinema da mesma linha de Jason (de "Sexta-Feira 13") e Michael Myers [Halloween].
"Jogos Mortais" tornou-se, nos últimos anos, uma das franquias mais rentáveis do estilo. Lançado em 2006, o terceiro episódio custou cerca de 10 milhões de dólares e arrecadou mais de 80 milhões, só nos Estados Unidos. A história começa com Jigsaw (Tobin Bell, da telessérie "Alias") e sua pupila Amanda (Shawnee Smith, de "A Ilha") supostamente mortos. A detetive Kerry (Dina Meyer, de "Star Trek: Nemesis"), que os seguia, também é encontrada morta.

Para investigar este crime, entram em cena dois veteranos do FBI. O agente Strahm (Scott Patterson, da série "Will & Grace") e a agente Perez (Athena Karkanis) são especialistas em traçar perfis de criminosos, e quando chegam à delegacia, encontram o detetive Hoffman - Costas Mandylor, que já havia participado de "Jogos Mortais 3"- e o ajudam a examinar uma série de pistas que podem levar a um misterioso assassino. Enquanto Rigg (Lyriq Bent, de "Quat isso o comandante ro Irmãos"), o único que ainda não havia sofrido nas mãos do Jigsaw, acaba sendo sequestrado e levado para um jogo no qual deverá defender a sua vida. Riggs passa a ser procurado pela cidade inteira, mobilizando o detetive Hoffman e os agentes do FBI. [Foto Divulgação]

 

 

 

 

 

Edith Piaf - 1915-1963, a mais popular cantora da canção francesa
ganhou interprete à sua altura, filme estréia sexta-feira 11..

A atriz Marion Cotillard dá vida ao personagem do mito, como mostra no filme "Piaf --Um Hino ao Amor", que entra em circuito nacional nesta sexta-feira,11. O filme foi selecionado na competição principal do Festival de Berlim deste ano. Cotillard encarna a cantora da juventude à morte precoce, aos 47 anos, cujo o  resultado de uma vida marcada por tragédias e pelo abuso de álcool e drogas. Porém, nada disso impediu que Piaf encontrasse o caminho para o sucesso e um lugar definitivo no coração dos franceses. Ela tornou-se a intérprete inesquecível de canções como "La Vie en Rose", "Je Ne Regrette Rien", "Padam-Padam", "Rien de Rien", todas elas na trilha sonora do filme, algumas vezes na voz da própria Piaf, outras, na de Marion Cotillard. Sem intençaõa de ser detalhista, de cobrir todos os episódios da vida de sua protagonista, recheada também de muitos amores, o filme de Olivier Dahan ("Rios Vermelhos 2 -- Anjos do Apocalipse") procura retratar sua personalidade.

Pobre talentosa

Nascida no bairro de Belleville, em Paris, e filha de pobres, uma cantora de rua (Clotilde Courau) e de um contorcionista (Jean-Pierre Rouve), a pequena Edith passou um breve período da infância num bordel. Sua avó paterna era gerente do lugar e foi encarregada de seu cuidado depois que a mãe abandonou a família e o pai foi lutar na Primeira Guerra Mundial. Quando o pai volta da guerra, cai na estrada com a menina para uma vida mambembe. A rua será a única escola artística para Edith. É lá que ela começa a cantar e rapidamente torna-se uma atração maior do que o pai. Adulta, canta na rua, sozinha ou com uma parceira (Sylvie Testud), tendo como amigos bêbados, marginais e ladrões. O filme deixa de lado alguns acontecimentos cruciais de sua vida, como sua colaboração à Resistência antinazista na França ocupada durante o período da Segunda Guerra Mundial.

‘Homem que Desafiou o Diabo’ boa estréianacional de sexta-feira 28

 


O cinema nacional está buscando novas fórmulas e se recicla em o "O Homem Que Desafiou o Diabo".
O filme inspira-se em uma tradição de aventuras românticas e cômicas situadas no Nordeste brasileiro, consolidada por Arraes nos últimos anos.

O herói e protagonista desta aventura vive por um Nordeste mais fantasioso do que real. O caixeiro viajante José Araújo, magistramente interpretado por Marcos Palmeira, é uma espécie de malandro charmoso e de bom coração. Ao chegar a uma cidadezinha, conhece uma solteirona chamada Dualiba (Lívia Falcão, da novela "Eterna Magia"). Depois de um rápido namoro, acaba sendo forçado a casar com ela. O tempo passa e ele tanto se submete aos caprichos sexuais da mulher e às exigências do sogro, que se torna motivo de piada na cidade. É uma espécie de Robin Hood nordestino vai encontrar tanto criaturas míticas, quanto o grande amor da vida dele. As pequenas aventuras do personagem vão se seguindo, como se fossem esquetes de um programa humorístico. No elenco tem Antonio Pitanga, Flávia Alessandra {Destaque}e Sérgio Mamberti entre outros.

 

Quinta-feira, Setembro 27, 2007

Sexta-feira, Novembro 16, 2007‘A Loja Mágica de Brinquedos’

 

A estré de sexta-feira 16, é fantasia para crianças

O veterano Gustin Hoffman estrela a fantasia no estilo "Fábrica de Chocolate". É tentativa de transformar realidade em fantasia, assim, criado espaço para que lugares encantados possam existir materialmente. Como já está explicitado no título, A loja é um lugar mágico, onde brinquedos ganham vida e as crianças se divertem com animais de pelúcia que andam de um lado para outro, sem medo. O proprietário tem 243 anos e acha que está na hora de finalmente se aposentar, abrindo a possibilidade para ser sucedido pela nova gerente, Molly - Natalie Portman-, que atuoau em "V de Vingança".

Mas, ela não tem muita certeza de que seja a pessoa mais indicada para o tal cargo cargo. Insegura, a jovem não sabe se quer essa responsabilidade. Eis que entra na história o contador Henry [Jason Bateman], "Separados Pelo Casamento", a quem o Sr. Magorium chama de "Mutante". O rapaz veio fazer uma auditoria de todos os brinquedos para tentar organizar 114 anos de bagunça nos livros de contabilidade. Quando essa ordem finalmente é instalada, a loja sofre uma mudança misteriosa: tudo fica acinzentado. Os brinquedos estão lá, mas tornam-se silenciosos e sem vida. Para conseguir recuperar a

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 12:32  comentar

Março 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
28
29
30
31


NOTÍCIAS RECENTES
EDITORIAS
ARQUIVO
MAIS ACESSADAS
SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds