Revelando, imortalizando histórias e talentos
1.9.08

Dia da Consciência Negra, no MCB

 
SÃO PAULO/11/11 - Dia da Consciência Negra no Museu da Casa Brasileira com o documentário “Sete dias em Burkina” e apresentação do Carlinhos Antunes Quinteto dia 20 de novembro, às 20h
 

No Dia da Consciência Negra, o Museu da Casa Brasileira apresentará o documentário “Sete dias em Burkina”, dirigido pelos músicos e pesquisadores Carlinhos Antunes e Márcio Werneck, que mostra em 52 minutos um importante festival de música e dança da África, o NAK - Noites Atípicas de Koudougou, e as duas entidades culturais que trabalham durante todo o ano para sua realização e pela inserção de crianças em atividades artísticas e educacionais. Após a exibição, haverá um bate-papo sobre o filme e a apresentação do Carlinhos Antunes Quinteto, que fará uma homenagem à cultura afro-americana com ritmos de influência negra do Brasil e de vários países da América Latina.
 
Os integrantes do quinteto são Carlinhos Antunes (violão, viola, cuatro, tiple, n'goni); Rui Barossi (baixo acústico); Thomas Rohrer (rabeca e sax); Beto Angerosa (percussão); e o convidado especial Chocolate Riveros, do Peru- (percussão). No repertório, composições de Carlinhos Antunes e músicas populares da Argentina, Peru, Uruguai e Venezuela. “Sete dias em Burkina” foi filmado em 2007, em Burkina Faso, país localizado no centro-oeste africano, que foi batizado com palavras que significam “país de homens íntegros”. Este festival de música e dança, inspirado no Nuits Atypiques de Langon (França), criado em 1992 por Patrick Lavaud, é fruto do trabalho da Associação Benebnooma e de seu fundador Koudbi Koala.
 
No documentário, Koudbi Koala e Adama Sanou, fundador da associação irmã Djiguiya, falam sobre seus trabalhos de música e de dança que asseguram educação escolar formal e profissional para mais de 800 crianças. É a trajetória de duas pessoas que, unidas pelo mesmo ideal, oferecem às crianças e aos jovens uma visão plena de cidadania e humanismo nas cidades de Koudougou e Bobo-Dioulasso. Ficha técnicaDireção e roteiro: Carlinhos Antunes e Márcio WerneckDireção de conteúdo: Carlinhos Antunes Direção de fotografia: Márcio WerneckEdição: Cristian Bueno e Márcio WerneckTradução: Elisa Colombo e Carlinhos AntunesProdução: SescTV, Linha do Tempo e Mundano ProduçõesDuração: 52 minutos. [FONTE: Menezes Comunicação]
 
Serviço
Dia da Consciência Negra no MCB: 20 de setembro, às 20h
Exibição do documentário “Sete dias em Burkina”
e show do Carlinhos Antunes Quinteto

Entrada: gratuita, 230 vagas Site: http://www.mcb.sp.gov.br/
Local: Museu da Casa Brasileira – Av. Faria Lima, 2705
Tel. 11 3032-3727 – Jardim Paulistano São Paulo
Acesso a portadores de deficiência física
Classificação indicativa: livreEstacionamento: R$ 10,00
Informações para a imprensa:
Menezes Comunicação Tel. 11 3815-1243/0381 9983-5946
Contato: Letânia Menezes/Silvana Santana email:

Menezes Comunicação
Av. Pedroso de Moraes, 631 cj 9305419-000 -
São Paulo - SPtels. 11 3815-1243/0381 9983-5946
 
 
 
Novos planos para o velho Mal-amado da cidade

Palácio das Indústrias é transformado em pólo cultural lúdico dedicado ao público infanto-juvenil com objetivo de oferecer cursos, treinamentos, simpósios e exposições.
A meta principal do projeto Catavento é apresentar à população infantil, juvenil e aos adultos também, propostas culturais de modo incisivo, atraente interativo e divertido. Sempre que possível, o conhecimentos científicos e culturais de modo a estimular o relacionamento com os cidadãos e desses com as instituições, assim, aprimorando o desenvolvimento sócio-cultural da população. Algumas das propostas de o Catavento são: Criar e gerir atividades culturais e educacionais que promovam o conhecimento geral, a ciência, o espírito criativo, a saúde, e boas atitudes sociais entre as crianças e os jovens, através de instalações interativas e diversificadas segundo as suas finalidades; Desenvolver estudos e pesquisas sobre crianças e jovens.

Espaço lúdico

Promover atividades educacionais na comunidade, em conjunto com entidades públicas e privadas; Manter intercâmbio com outras instituições que atuam no âmbito da educação, cultura e arte também estão na pauta do pólo de cultura. Realizar, incentivar, patrocinar e promover eventos, simpósios, treinamentos, cursos e exposições, é mais uma missão que o local pretende implantar, fazendo do velho Palácio das Indústrias, um espaço social, lúdico e cultural; rico em objetos e ambientes de aprendizagem interativos e informais, que despertem a curiosidade e a vontade de aprender, bem como complementem e aprimorem a educação de jovens, educadores e familiares colocando-o à disposição das escolas da rede pública do Estado de São Paulo.

O mal-amado

Fazendo parte da revitalização do entorno do Parque Dom Pedro II, o Palácio das Indústrias com sua construção estranha, lembrando uma fortaleza medieval, além de ter tido apenas utilidade atemporal foi praticamente repudiado, pois tanto a arquitetura quanto a localidade jamais agradou os prefeitos e aos funcionários das repartições públicas. A construção sempre funcionou como uma espécie de tapa-buraco; quando não tem um local melhor para abrigar uma secretaria por exemplo colocavam-se no Palácio das Indústrias. Delegacia [1* Distrito], Salão do Automóvel, sede da Assembléia Legislativa de 1947 a 1968, Secretaria de Segurança Pública entre outras foram alocadas temporariamente no velho mal-amado. Agora, surge um projeto ‘Catavento’, que seria uma ocupação digna à altura da imponência de uma construção projetada por Domiciano Rossi, sócio do escritório Ramos de Azevedo, nos anos de 1920 [1], cujo estilo eclético, é uma herança da moda em vigor na Itália na virada do século XX.
 
[Foto colorida porL.B. Rocha - Rochinha /Agência FM ]
Mais informações:
http://www.cataventocultural.org.br/
 

ARENA COMIX na 15ª Fest Comix



Já conhecido pelo público aficionado por quadrinhos, cinema e mangá, Arena Comix é a oportunidade do encontro dos profissionais da área com seu público. Durante os três dias do evento estão programadas diversas palestras com editores, profissionais da área e fãs que atuam ativamente no mercado. A 15ª edição da Fest Comix será realizada nos dias 17, 18 e 19 de outubro, no Centro de Eventos São Luís (Colégio São Luís - Rua Luís Coelho, 323 - Estação Consolação do Metrô - São Paulo/SP).


PROGRAMAÇÃO:


OUTRAS ATRAÇÕES:

Já pensou em ser um Mangá?

A escola de Mangá AreaE, com seus excelentes professores, irá fazer seu Nigaoê (caricatura em forma de mangá) e você se sentirá um verdadeiro personagem criado pelos mangakás mais famosos do mundo! Podendo ser feita em tamanho A4 e A5, a caricatura fica pronta em aproximadamente 10 minutos e você leva o desenho na hora. Basta posar para o professor para ele passar seus traços para o papel!

SOBRE AS PALESTRAS:

Sexta - 17/10

13h: Cosplay: o que leva as pessoas a se vestirem como super heróis ou... vilões?

Nesta breve apresentação sobre o universo do cosplay, serão tratadas suas origens, as motivações de fãs que se vestem como seus personagens preferidos, como é o processo de confecção de um cosplay e as técnicas mais comuns de se reproduzir artesanalmente roupas e acessórios de heróis e vilões de quadrinhos e mangás. O cosplay é uma prática que apresenta diferenças em vários países: exploraremos brevemente as diferenças no cenário cosplay dos EUA, Japão e no Brasil. Palestrante: Fernanda Ribeiro, Relações Públicas da Comunidade Cosplay Brasil.

15h: Tradução, Cultura Pop japonesa e música japonesa

O jornalista Renato Siqueira baterá um papo sobre sua experiência em diversas revistas, como Gamers, Nintendo World, EGM, Herói, Herói Mangá, Heróis da TV, Smack! - especial JPop, Animation Invaders, Mundo Estranho - especial anime.

Ele também comentará alguns destaques, como entrevistas que realizou com Yoshiyuki Tomino, criador do Gundam, com as cantoras japonesas do grupo Puffy Ami Yumi e com Peter Laird, o criador das Tartarugas Ninjas. Para quem costuma ler mangás, Renato adaptou e corrigiu títulos como Dragon Ball (Akira Toriyama) e Vagabond (Inoue Takehiko) quando os quadrinhos japoneses despontaram por aqui. Atualmente é produtor executivo do show musical que rola no Sana, evento de animação japonesa realizado anualmente na cidade de Fortaleza (Ceará) e que reúne mais de 40 mil pessoas.

17h: Palestra sobre CLC (Concurso Latino-Americano de Cosplay)

Representantes da empresa Yamato Eventos falam sobre o famoso concurso Latino-Americano de Cosplay. A palestra será um bate-papo sobre a competição desse ano.

Sábado 18/10

10h30: Produção de HQ com o quadrinhista Laudo Ferreira Júnior:

Desenvolvimento de uma personagem de HQ em série, a proposta editorial e proposta autoral, a conciliação de ambas as propostas dentro de um trabalho de linha editorial tendo como base a personagem Tianinha, que tem sua série de HQs publicadas há oito anos na revista “Total”, da Editora Rickdan. O trabalho em cima da criação e transformação de uma HQ desde sua concepção até publicação, tendo como base a minissérie “Depois da Meia-Noite”, criada em 1996 e publicada pelo Quadro Imaginário em 2008, e a série “Histórias do Clube da Esquina”, feita para o site do Museu Clube da Esquina.

12h: Tokusatsu.com.Br e Tokusatsu Show

Séries como Jaspion e Changeman nunca serão esquecidas pelo público brasileiro. O grupo do portal Tokusatsu.com.br preserva a história do gênero tokusatsu no Brasil, sendo um dos pioneiros na área, sempre mostrando as novidades que estão acontecendo com o gênero no Japão e no mundo. Além disso, o grupo tem um programa sobre o assunto, aos sábados à noite, no canal AllTV, obtendo uma das maiores audiências da emissora. O grupo virá A Fest Comix pela segunda vez para falar um pouco sobre o gênero tokusatsu e contar sobre o programa de TV, além de mostrar novidades, como o novo portal na internet.

13h: Marvel/DC – Rogério Saladino

Rogério Saladino, da Panini Comics, interage com os visitantes em um bate-papo sobre as novidades e os lançamentos da editora na linha da Marvel.

14h: Panini/DC - Levi Trindade

Levi Trindade, da DC Comics/Panini Comics, comparece ao evento para um bate-papo com o público, comentando sobre as mais recentes sagas da editora, como a “Crise Final” e a “Sinestro Corps War”.

16h: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS ENTREVISTA: Ivan Reis

Ganhador do prêmio de melhor desenhista de quadrinhos de 2007 pela revista Wizard, Ivan Reis é um dos grandes destaques de desenhistas brasileiros. Com um contrato de exclusividade com a DC Comics até 2009, na qual se tornou desenhista fixo da revista do Lanterna Verde, Ivan Reis irá bater um papo sobre o mercado de quadrinhos e as novidades do mercado norte-americano.

17h: HQM Editora

A HQM tornou-se uma das principais referências de editora de quadrinhos no país, publicando quadrinhos como “Estranhos no Paraíso”, “Liberty Meadows”, “Invencível”, “Savage Dragon”, entre outros sucessos. A equipe da editora comenta os lançamentos de 2008, entre outras novidades, num super bate-papo.

Domingo 19/10

12h: Comunidade 007 Brasil / Bondcast

O pessoal do BondCast estará presente no evento para um bate-papo com os fãs de 007 conversando sobre curiosidades, novidades e sobre o novo filme do agente mais famoso do mundo, Quantum of Solace.

13h: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS ENTREVISTA: Will e pessoal Quarto Mundo
Bate-papo com o Will e o pessoal do Quarto Mundo sobre quadrinhos e selos independentes e a transformação do conceito de editora num manifesto e numa aliança de pessoas.

14h: Naruto Shippuuden/Dattebayo Brasil

Os grupos Dattebayo BR e Naruto Shippuuden falarão sobre o sucesso Naruto, comentando a nova fase de Naruto, a trajetória da série, personagens e expectativas, além da febre no Brasil.

15h: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS ENTREVISTA: Gabriel Bá e Fábio Moon

Bate-papo com Fábio Moon e Gabriel Bá, os quadrinhistas brasileiros de maior destaque atualmente no Brasil e nos EUA. Produzem quadrinhos autorais independentes (como 10 Pãezinhos), quadrinhos encomendados para o mercado norte-americano e quadrinhizações de clássicos da literatura.

16h: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS ENTREVISTA: Renato Guedes

Bate-papo com Renato Guedes (desenhista de Smallville, 24 Horas, OMAC e Superman) sobre sua experiência com quadrinhos tanto no Brasil como lá fora. A diferença de mercados e a experiência com séries de televisão como 24 horas e universo dos quadrinhos como DC Comics.[Foto Tokusatsu.com.br ]

 
Para mais detalhes, acesse o blog do Fest Comix pelo endereço www.comix.com.br/fest

FONTE: Zé Luiz


 

Menezes Comunicação informa> Mario Botta faz palestra no Museu da Casa 

Destaque da arquitetura contemporânea mundial, Mario Botta faz palestra no Museu da Casa Brasileira.

 
Uma das figuras de destaque da arquitetura contemporânea mundial, o arquiteto suíço Mario Botta fará uma palestra no dia 27 de outubro, às 19h30, no Museu da Casa Brasileira. Ele falará sobre suas criações mais recentes, entre as quais o projeto do Spa Tschuggen Berg Oase, em Arosa (Suíça), constituído de uma estrutura subterrânea da qual emergem “árvores luminosas” em vidro; e a igreja Santo Volto, em Turim, que engendra um plano monumental e revitaliza uma área urbana. O evento é parte das comemorações da “Semana da língua italiana no mundo”, que sempre acontece em outubro, uma vez que Botta nasceu no cantão suíço de língua italiana Ticino. A iniciativa é uma parceria entre o Consulado Geral da Suíça em São Paulo, a Faculdade de Arquitetura da Escola da Cidade e o Museu da Casa Brasileira, com o apoio do Instituto Italiano de Cultura. O Spa Tschuggen Berg Oase é um anexo do Tschuggen Grand Hotel. Para levar luz natural aos quatro andares do spa, foram construídas no telhado nove estruturas de vidro parecidas com gomos de laranja, as chamadas "árvores luminosas". Em seu interior, piscinas, sauna e sala de meditação. Mario Botta também criou uma caverna em que o visitante, após passar por uma cortina de água, pode experimentar diversas sensações térmicas, como uma chuva de verão, uma tempestade de inverno ou neblina. Como muitas outras cidades européias, Turim ressalta há várias décadas a imagem de seu perfil histórico, enquanto o trabalho da nova urbanização raramente equaciona a questão de como ser parte ativa da textura da cidade.


A oportunidade de Mario Botta projetar a igreja Santo Volto renovou as grandes esperanças do passado, “quando a catedral era branca”, expressão de Le Corbusier. Botta criou uma nova estrutura eclesial para uma área industrial abandonada, com o importante objetivo de unir diferentes distritos urbanos e estabelecer um novo centro, tanto para a vida social como para a religiosa. Por sua localização, claramente visível da praça Piazza Piero della Francesca, a igreja Santo Volto engendra um plano monumental. É um poderoso símbolo plástico que atrai a atenção do visitante através de um espaço centrípeto, e sua presença se torna uma nova e definitiva referência. Os projetos de Mario Botta na última década têm três grandes eixos: projetos de construções sacras, como a sinagoga Cymbalista, em Tel Aviv; a réplica de madeira da igreja de San Carlino, no lago Lugano (desmontada em 2003); a igreja Papa João XXIII, em Seriate e, mais recentemente, a igreja de Santo Volto, em Turim. . projetos para construção de espaços culturais como o Museu Mart, que enriquece com uma linguagem contemporânea o centro histórico de Rovereto e Trieste; o Museu Leeum, dedicado aos trabalhos de arte tradicionais coreanos; a Biblioteca Municipal de Dortmund. Entre 2001 e 2004, o arquiteto também esteve envolvido pessoalmente na restauração do Teatro Alla Scala, em Milão, no qual inseriu dois volumes, fato que lhe rendeu a ira dos mais puristas, projetos para prédios administrativos como a Torre Kyobo, em Seul, os prédios do Tata Consultancy Services, na Índia, e a Vinícola Petra, em Suvereto. Sua trajetória - Nascido em Mendrisio, Ticino, em 1/4/1943, começou seu contato com a arquitetura trabalhando no escritório de Carloni e Camenisch em Lugano, Suiça. Estudou no Art College em Milão e, a seguir, fez a University Institute of Architecture, em Veneza. Dirigido por Carlo Scarpa e Giuseppe Mazzariol, ele recebeu seu diploma em 1969. Durante sua estada em Veneza, ele teve a oportunidade de conhecer e de trabalhar com Le Corbusier e Louis I. Kahn. Suas atividades profissionais começaram em 1970 em Lugano, onde ainda mantém seu escritório.


Mario Botta sempre investiu intensamente na pesquisa em arquitetura e, desde 1996, está envolvido como criador e fundador de uma nova academia de arquitetura em Ticino. Seu trabalho conquistou reconhecimento mundial e importantes prêmios, entre os quais Merit Award for Excellence in Design by the AIA for the Museum of Modern Art in San Francisco, the IAA Annual Prix 2005, International Academy of Architecture, Sofia Bulgaria pela Torre Kyobo, o International Architecture Award, the Chicago Athenaeum Museum of Architecture and Design e o “European Union Prize for Cultural Heritage Europa Nostra”. Entre suas realizações estão o teatro e centro cultural André Malraux em Chambéry, a biblioteca em Villeurbanne, o SFMOMA museu de arte moderna em San Francisco, a catedral em Evry, o museu Jean Tinguely em Basel, a sinagoga Cymbalista e Centro de Memória Judaica em Tel Aviv, a biblioteca municipal de Dortmund, o centro Friedrich Dürrenmatt em Neuchâtel, o museu Mart de arte moderna e contemporânea de Rovereto, a torre Kyobo em Seul, o prédio de escritórios Tata CS em Nova Deli, e Hyderabad, a Fundação Bodmer, museu e biblioteca em Colônia, a igreja e o centro pastoral Papa João XXIII em Seriate, a biblioteca pública em Bergamo e a restauração do Teatro Alla Scala em Milão. [Spa Tschuggen Berg Oase em Arosa, Suíça (2003-2006) – foto de Urs Homberger). Para ver algumas de suas criações http://www.botta.ch/


Entrada: gratuita, 150 vagas, por ordem de chegada
Local: Museu da Casa Brasileira – Av. Faria Lima, 2705
Tel. 11 3032-3727 – Jardim Paulistano São Paulo
Acesso a portadores de deficiência físicaClassificação indicativa: livre
Estacionamento: R$ 10,00


Informações para a imprensa:
Menezes Comunicação Tel. 11 3815-1243/0381 9983-5946
Contato: Letânia Menezes/Silvana Santana email: menezescom@uol.com.br
Menezes Comunicação - Av. Pedroso de Moraes, 631 cj 9305419-000 -
São Paulo - SPtels. 11 3815-1243/0381 9983-5946menezescom@uol.com.br
 
 
 
Marilena Ansaldi
 
A dama brasileira da dança  Marilena Ansaldi encerra carreira durante ‘Figuras da Dança’


Simultaneamente à apresentação do vídeo, Marilena se apresentou fazendo pas de deux com a poltrona vermelha que compunha o cenário. Ora olhava o telão e ia ao encontro de sua vida, sua obra, seus queridos; ora dava as costas a tudo. Amigos íntimos de Marilena, diretores, autores e jornalistas, estiveram presentes e deixaram registrados suas impressões e carinho pela artista de múltiplas facetas. Falaram ao ‘Figuras da Dança’ a jornalista Ana Francisca Ponzio, os diretores Celso Nunes, Cibele Forjaz, Marcio Aurélio e José Possi Neto que conseguiu sintetizar Marilena numa única frase “Falar de dança no Brasil sem falar de Marilena Ansaldi é não falar de dança, é não falar de Brasil”. Muito emocionada, a artista agradeceu o depoimento de todos.
 
Linha da vida

Marilena Ansaldi nasce em 4 de novembro de 1934 na cidade de São Paulo, filha do barítono Paulo Ansaldi e da corista Maria Nazareth da Silva. Em 1950, começa seus estudos em dança, com Rafic Garzuzi. Em 1975, começa a trabalhar uma linguagem para o teatro com a peça autobiográfica Isso ou Aquilo?, que tem direção de Iacov Hillel. O Teatro Galpão é então inaugurado. Marilena ganha o Grande Prêmio da Crítica APCA, por sua atuação na criação do Teatro Galpão e em Isso ou Aquilo?, o prêmio Molière e o prêmio Governador do Estado de São Paulo. A partir deste ano, torna-se uma performer, misturando teatro e dança em todos os seus trabalhos. No ano seguinte, ao lado de Rodrigo Santiago, atua no espetáculo Por Dentro / Por Fora, com argumento e textos de Mário Chamie. Em 1977, apresenta o espetáculo Isso ou Aquilo? no Festival Mundial de Teatro de Nancy, na França e na Itália. Recebe o prêmio de melhor espetáculo individual por sua participação. Escreve e atua em Escuta, Zé!, inspirado no livro de Wilhelm Reich com direção de Celso Nunes.

Em 1979, apresenta Um Sopro de Vida, adaptação da obra de Clarice Lispector, com direção de José Possi Neto. Recebe o prêmio APCA de melhor atriz, o prêmio Mambembe e o prêmio do Serviço Nacional do Teatro de melhor espetáculo. Já em 1980, escreve o roteiro, atua e produz o musical Geni, com texto de Chico Buarque e José Possi Neto, sob a direção de Possi. Remonta Escuta, Zé! e excursiona com a peça pelo interior se São Paulo.

Apresenta Picasso e eu, espetáculo que traz texto, concepção, cenografia, coreografia, trilha sonora, figurinos e interpretação seus, sob a direção de José Possi, em 1982. Em 1984, escreve, coreografa e atua em Se... Em 1987, apresenta Hamlet Machine, com texto de Heiner Müller e direção de Márcio Aurélio, que ganha o prêmio Molière. Recebe os prêmios Governador do Estado e Molière de melhor atriz pelo seu desempenho no espetáculo.  Adapta e atua em A Paixão Segundo G.H., da obra de Clarice Lispector, sob direção de Cibele Forjaz em 1989. O espetáculo faz parte 20ª Bienal de Arte de São Paulo. Em 1991, apresenta Clitemnestra, com direção de Antônio Araújo e texto de Marguerite Yourcenar. Recebe o APCA de melhor atriz pelo espetáculo. Afasta-se dos palcos pelos próximos doze anos, motivada pelo excesso de trabalho ininterrupto.

Retoma sua carreira nos palcos em 2005 com Desassossego, com direção de Márcio Aurélio e roteiro de Marilena. Em 2007, faz uma participação especial na peça A Metafísica do Amor, da Companhia Razões Inversas, com atuação de Paulo Marcello e direção de Márcio Aurélio

Figuras da Dança

Tendo por foco o percurso artístico e a obra de importantes personagens da história da dança no Brasil, a série de depoimentos públicos “Figuras da Dança” será gravada em DVD e veiculada em programas da TV Cultura nos meses de outubro e novembro. Ao lado de material iconográfico e outros registros audiovisuais, o Projeto apresenta o artista por ele mesmo, em diálogo público com interlocutores convidados. Diversos atores fundamentais da dança brasileira comentam seu trabalho, ajudando a compor um painel histórico dessa arte no Brasil.

A próxima
A professora Penha de Souza, idealizadora do Grupo Experimental de Dança, de grande notoriedade na década de 50, será a próxima homenageada pelo ‘Figuras da Dança’. A gravação é aberta ao público e acontece nesta quinta-feira, 18 de setembro, às 20h no Teatro Franco Zampari – Avenida Tiradentes, 451 – (ao lado do metrô Tiradentes).

FONTE: Mariana Garbin com São Paulo Companhia de Dança. [Sala de Imprensa
www.sp.gov.br ]
 

 Manoel Salustiano Soares, um dos defensores da cultura brasileira e mais conhecido como Mestre Salu, morreu neste domingo,31 de agosto, 7h30 aos 62 anos.


 
O famoso rabequeiro pernambucano estava internado há sete dias, no Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco {Procape}. Uma arritmia cardíaca teria sido o motivo da morte de Mestre Salu, por decorrência do Mal de Chagas. A doença provoca dilatação do coração, e ele enfrentava havia vinte anos. Mestre Salu foi um dos grandes responsáveis pela preservação de culturas como a ciranda, o pastoril, do coco, do maracatu, caboclinho, mamulengo, e do forró. Folguedos populares, o improviso da viola e outros gêneros do folclore nordestino tem em Salu um representante maior. Mestre Salu amava a cultura, a dança e as cores. Seu talento o levaria a se apresentar ao lado de importantes nomes do país como Gilberto Gil e Antônio Nóbrega.

 

Manoel Salustiano Soares nasceu em Aliança, PE, em 12 de novembro de 1945. Foi um dos percussores de cavalo-marinho da região. Seu interesse pela cultura popular nasceria com ele. Mas, sua carreira discográfica teve início quando tinha 54 anos de idade e 45 de carreira. Lançou seu primeiro CD quando aos 54 anos, tendo gravado um total de quatro CD’s: Sonho da Rabeca, As três gerações, Cavalo-marinho, Mestre Salu e a sua rabeca encantada. Fundou a casa da rabeca, em Olinda, local onde sempre tocava e levava diversos representantes da cultura popular nordestina. Não só Pernambuco, mas o Brasil, perdeu um dos principais nomes da sua cultura popular, que morreu aos 62 anos, em 31 de agosto de 2008. [Foto acervo Casa da Rabeca]

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:11  comentar

Setembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
17
19
20

21
24
25

28
29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds