Revelando, imortalizando histórias e talentos
13.4.09

ABI dá posse a novos conselheiros

Por José Reinaldo Marques
 

Em sessão realizada na tarde desta quarta-feira, 13 de maio, a Associação Brasileira de Imprensa celebrou o ato de posse dos novos representantes do Conselho Deliberativo (15 membros efetivos e 15 suplentes) do período 2009-2012 e para a composição do Conselho Fiscal (sete membros), cujo mandato será para o período 2009-2010. Também foram empossados os membros das Comissões auxiliares da Diretoria.

A Mesa que conduziu os trabalhos foi composta pelo Presidente da ABI, Maurício Azêdo, o então Presidente do Conselho Deliberativo da Casa, Pery Cotta, auxiliados pelos 1º e 2º Secretários Lênin Novaes e Zilmar Basílio, respectivamente. No início da reunião foi aclamada, por unanimidade, a proposta do Presidente Maurício Azêdo de que fosse mantida a mesma composição da Mesa Diretora do Conselho Deliberativo, com Pery Cotta (Presidente), Lênin Novaes (1º Secretário) e Zilmar Basílio (2º Secretário). Na abertura da sessão, sem saber que seria reconduzido ao cargo, Pery Cotta falou da sua satisfação de ver todos os assentos da sala do Conselho ocupados, lembrando que a ABI, que completou 101 anos recentemente, está cumprindo uma nova etapa na sua história.
 
 
O jornalista comentou sobre a sua reeleição, dizendo que é uma grande satisfação poder continuar “como linha auxiliar dos companheiros da ABI. Confesso que não esperava tanto entusiasmo”. Pery Cotta fez questão de destacar também o apoio que tem recebido dos colegas conselheiros desde que tomou posse na vaga deixada pelo jornalista Fernando Barbosa Lima, que morreu em setembro do ano passado: — Eu pretendo manter os mesmo objetivos de trabalho que têm orientado as reuniões do Conselho até aqui, como um fórum de grandes debates, onde se respeita a opinião de todos, apesar de haver pontos de vista diferentes. Mas a finalidade do Conselho é esta: debater os temas. É muito bom quando todos conseguem se expressar. É por isso inclusive que vamos estabelecer uma agenda para os próximos encontros. Estou satisfeito. O conselho está com um bom pique de reuniões, não há falta de quórum, estamos com uma participação bem acima da média.
 
 
A seguir a relação dos nomes que compõem os Conselhos:
 
 
Conselho Deliberativo (efetivos): Afonso Faria, Adolfo Martins, Aziz Ahmed, Cecília Costa, Domingos Meirelles, Fernando Segismundo, Glória Suely Alvarez Campos, Jorge Miranda Jordão, José Ângelo da Silva Fernandes, Lênin Novaes de Araújo, Luís Erlanger, Márcia Guimarães, Nacif Elias Hidd Sobrinho, Pery de Araújo Cotta e Wilson Fadul Filho.
 
 
 
Conselho Deliberativo (suplentes): Antônio Calegari, Antônio Henrique Lago, Argemiro Lopes do Nascimento (Miro Lopes), Arnaldo César Ricci Jacob, Ernesto Viana, Hildeberto Lopes Aleluia, Jordan Amora, Jorge Nunes de Freitas, Lima de Amorim, Luiz Carlos Bittencourt, Marcus Miranda, Mário Jorge Guimarães, Múcio Aguiar Neto, Raimundo Coelho Neto e Rogério Marques Gomes.
 
Conselho Fiscal: Adail José de Paula, Adriano Barbosa do Nascimento, Geraldo Pereira dos Santos, Jorge Saldanha de Araújo, Luiz Carlos de Oliveira Chesther, Manolo Epelbaum e Romildo Guerrante. {foto Bernardo Roca: Lênin Novaes, Pery Cotta, Maurício Azêdo e Zilmar Basílio} MATÉRIA COMPLETA: http://www.abi.org.br/

Domingão do Faustão': Picaretation goes to...

TV's com elenco de representatividade artística somente no eixo Rio e São Paulo promovem "arrastão de mau gosto". A começar pela votação dos melhores do ano da Globo de 2008. A premiação criada por Manuel Martins está na sua 13* edição onde os eleitos levam um 'troféu' totalmente sob suspeição. Na verdade a votação feita nos corredores da emissora funciona como um termômetro: os ‘vencedores’ aparecem em destaques na próxima novela e os derrotados vão para horários sem nobreza. De outro lado, o SBT promove uma homenagem sem motivo para “A Praça é Nossa”.
 

As duas principais TV's abertas do País, o SBT e a Rede Globo aproveitaram o domingo de Páscoa,12, para massagear o próprio ego em vez de levarem programação com interesse público, interesse coletivo. As duas emissoras teem em comum a falta de zelo pela coisa pública, a concessão, pois em ambos os elencos apenas pessoas esforçadas, sem nenhum reconhecimento artístico fora do país. São figuras inexpressivas fora do eixo Rio e São Paulo. Quando alcançam reconhecimento maior não ultrapassam as divisas de Belo Horizonte ou Rio Grande do Sul, nada mais. O que não justifica o desperdício de horário nobre que poderia ser utilizado para exibir programa de cunho cultural. O Domingão do Faustão, bem que poderia ser chamado 'domingão do falsão' levou ao ar a 13* edição de ‘Os Melhores de 2008. Entre as categorias: cantores, atores, atrizes e comediantes e apresentadores. É um clube do bolinha onde apenas os funcionários da emissora: atores de novelas; dos telejornais e cantores e os amigos do apresentador participam. Não tem uma abertura como o ‘Troféu Imprensa” , do SBT. A votação é algo nefasto, tudo começa e termina dentro da própria Rede Globo. A tentativa de reproduzir uma recepção aos moldes do Oscar em uma salinha do PROJAC em saguão do Radio City Music Hall ou plateia do Kodak Theater [EUA] fizeram o evento ainda mais xinfrim.

Principais categorias

Patrícia Poeta [Fantástico] ganhou como 'apresentadora do ano' após ter concorrido com Fátima Bernardes [Jornal Nacional ] e Tadeu Schmidt [Fantástico - Tadeu é irmão de Oscar do basquete e Fausto Silva arrumou emprego para ele na Globo]. Felipe Massa foi premiado com o troféu de esportista do ano. A humorista Katiuscia Canoro [tou pagano] Zorra Total, foi eleita humorista do ano. Ela concorreu com Fabiana Carla [Zorra Total] e Pedro Cardoso [A Grande Família]. Na categoria de melhor Ator ou atriz Mirim, quem levou a melhor foi Bruna Marchesini, 12 anos, pelo papel Flor de Lis, em Negócio da China. [A garota trocou beijos no ar. O Ministério Público não se importou com isso. Ressalte-se que, se um maior de idade beijar uma garota de 12 anos fatalmente no outro dia estará sendo preso por pedofilia e enfrentará a ira do programa do Datena, na Band - SP].

Atriz revelação concorreram: Emanuelle Araújo [Manu de 'A Favorita'], Larissa Maciel [Maysa: Quando Fala o Coração] e a mineira de Araxá Mariana Rios, a Iasmin de Malhação. The picaretation goes to > Mariana Rios. Na verdade a suposta atriz revelou que assiste mesmo é a Rede Bandeirante ao dizer "jesus apaga a luz', bordão de Raul Pitbul [Matheus Carriere] na Escolinha Muito Louca. Atriz coadjuvante: Lília Cabral, Aline Moraes e Isis Valverde [Raquel de Beleza Pura] venceu a talentosa Lília Cabral. Ao cobiçado troféu de ator coadjuvante concorreram: Ary Fontoura, Jackson Antunes e Cauã Raymond, o vencedor. Já na corrida pelo troféu de melhor ator: Antônio Fagundes [Juvenal Antena – ‘A favorita’], Carmo Dalla Vechia [Zé Bob de ‘A Favorita’] e Murilo Benício [Dodi de ‘A Favorita’ ]: o Oscar vai para > Murilo Benício. Na categoria de Melhor Atriz: Cláudia Raia [Donatella de “A Favorita”], a Lara de “A Favorita” Mariana Ximenes e Patrícia Pillar, a Flora, também da novela “A Favorita”. O prêmio de ‘atriz do ano’ foi para a prateleira da esposa de Ciro Gomes, Patrícia Gadelha Pillar.

Música

 
 

Globo: grade 2009
A emissora aproveitou para lançar sua grade de programação de 2009: Toma lá dá Cá, A Grande Família, Casseta & Planeta, Profissão Repórter, Altas Horas, TV Xuxa, Turma do Didi, Caldeirão do Hulk. Em comemoração aos 40 anos, o Jornal Nacional terá um cenário totalmente novo.

SBT

Já o Sistema Brasileiro de Televisão, o SBT, através do Domingo Legal, apresentado por Augusto Liberato, optou por fazer uma homenagem descabida, em todo os sentidos, ao comediante Carlos Alberto de Nóbrega por mais de 1.000 programas exibidos na emissora. Por lá desfilaram mortos e vivos que atuaram em 'A Praça é Nossa" ao longo desses tempos. Um desfile de palhaçadas sem a menor graça. Carlos Alberto de Nóbrega até que se esforça para ser engraçado e fazer a escada perfeita para os 'humoristas' da "A Praça é Nossa". O elenco é paupérrimo humoristicamente falando. Mesmo porque se é crime nepotismo no serviço público, o mesmo deveria acontecer nas televisões. Só na Praça é Nossa oito pessoas são diretamente ligadas ao comediante Carlos Alberto, dono do programa. Apenas alguns personagens saudosos deram um toque especial para a inoportuna homenagem; Ronald Golias, Maria Tereza, Lilico e Vera Verão, interpretado por Jorge Lafond [falecido]. Fora estes, apenas babação de ovo da parte do Gugu na tentativa de desbancar o gordo mais ridículo da TV, Fausto Silva.
 
Eis que se chega aos momento crucial da música mundial. Os concorrentes de Música do Ano: Vanessa da Mata, a banda Moinho e Vitor & Léo [Tem que Ser você} a dupla levou o 'troféu'. A funcionária da casa, Ivete Sangalo concorreu na categoria de melhor cantora ao lado de Ana Carolina e Vanessa da Mata. And the picaretation goes to: Ivete Sangalo [já ganhou 6 vêzes]. Na categoria banda ou dupla concorreram Jota Quest, os desafinados NX Zero e Vitor e Léo: deu NX Zero desafinando em uuu,uuu,uuu. Melhor cantor: Daniel, Zeca Pagodinho e Seu Jorge. O vencedor foi o maior astro da Europa no momento tanto na música quanto na telona!, Seu Jorge.
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:21  comentar

 
O compositor volta a falar da cidade maravilhosa em suas canções, onde mora há 40 anos.

Mais recente CD de Caetano Veloso Zii Zie já foi testado e aprovado em shows e internet durante dez meses ficou disponível no blog do cantor: www.obraemprogresso.com.br , que segundo ele será abandonado pois a única função era de acompanhar a feitura da obra discográfica. A sonoridade do disco foi uma parceria com a Banda cê e Moreno Velloso, filho do cantor. Segundo Caetano, Zii e Zie significa tias e tios, em italiano, não é um disco de samba, e sim um disco de transamba. Claro que uma palavra inventada pelo compositor é apenas mais uma brincadeira. Não é um disco com cancões fortes como outros já realizados por ele, mas louve-se a vontade do mestre Caetano continuar experimentando canções e timbres. Os neologismos presentes no disco indicam a inquietação que ainda habita no em Caetano Veloso, 66 anos. O primeiro contato com o disco ouvinte vai sentir um certo desconforto. Isso vai ao encontro do pensamento do compositor que já declarou " Me esforço para que minhas canções atuais não nasçam redondas". Ou seja, Zii e Zie é feito de dissonância e ruídos.

Por que ouvir Zii e Zie

"Tarado ni Você": além de batidas repetidas a faixa apresenta uma forte influência do carnaval baiano. Sem ser puritano, esta faixa causa constrangimento um ao outro.
"Perdeu": é a história de um menino que vira traficante, segundo Caetano Veloso. Seria tipo "Meu Guri, de Chico Buarque" na versão de Caetano .
"Incompatibilidade de Gênios": composição de Aldir Blanc e João Bosco, bem melhor ao vivo do que no disco.
"Falso Leblon": canção inspirada em uma moça bonita que passeia pelo Leblon das drogas ilícitas. Provavelmente é a melodia mais elaborada do disco.
"Menina da Ria": música com alto astral e situada em Portugal, que faz referência à laguna do município de Aveiro. Também faz brincadeira com uma outra canção de Caetano {Menino do Rio].
"Sem Sias": canção melódica com inspiração na zona sul carioca.
" Ingenuidade": este samba de Serafim Asriano, original do disco de Clementina de Jesus, 1976, é uma das melhores faixas de Zii e Zie.
"Por Quem": aqui, cantando em falsete Caetano entoa suas sensações noturnas que sente em seu apartamento do Leblon.
" Diferentemente": a música inicia-se citando Madonna, Condoleeza Rice e finda discordando de Bin Laden.
"Lapa": música exalta o bairro da Lapa, Rio de Janeiro, como um lugar onde as diferenças se encontram.
"Lobão tem Razão": uma resposta para provocação que Lobão fez "Chega de Verdade", e endereçou para Caetano, que discorda do colega.
" A Base de Guantânamo": letra e música pobres, beirando a mediocridade. Foi feita no período pré Obama.
"Cor Amarela": tem-se a sensação de que é um axé music. A letra fala sobre uma "menina preta que foi vista de biquíni amarelo" no Rio de Janeiro.

Caetano Veloso > Zii e Zie
Gravadora: Universal
Valor > R$ 28,00
Cotação > regular

 Um dos mais celebrados cantores da Itália, Andréa Bocelli, estará apresentando seu show ‘Incanto’, no Parque da Independência, zona sul da capital paulista, no feriado de Tiradentes, 21 de abril às 16h00. O repertório de Incanto alterna entre clássico e popular. Bocelli já participou de vários eventos ao redor do mundo, ganhou prêmios, cantou com Celine Dion, Sarah Brightman, Zucchero e Pavarotti entre outros. Seu maior pecado foi gravar com Sandy, [Sandy&Júniro]. Andréa Bocelli é deficiente visual desde os 12 anos, se fosse ele deficiente auditivo até seria compreensivo a total ausência de lucidez que demonstrou ao gravar com Sandy.

Nascido em Lajatico, área rural da Toscana, em 22/09/1958, é advogado, tenor e compositor, Bocelli é que se chama de clássico crusador e tenor. Gravou quatro óperas completas: La Bohème, Il Trovatore, Werther e Tosca. Também gravou vários álbuns clássicos e populares. O cantor possui glaucoma congênita e já vinha perdendo progressivamente a visão, no entanto, quando tinha 12 anos, enquanto jogava futebol foi atingido na cabeça, e perdeu definitivamente a visão. Na infância, Andrea tocava órgão em uma igreja próxima de sua casa onde ia todos os domingos com a avó. Sua primeira vitória musical viria aos 12 anos de idade, quando venceu o prêmio Margherita d'Oro, em Viareggio, com a canção "O Sole Mio". A instabilidade na carreira o fez ainda trabalhar por mais um ano como advogado (tem doutorado em direito na Universidade de Pisa). Porém, a música falava mais alto e Bocelli passou a receber aulas de canto do maestro Luciano Bettarini, assim, dedicando-se à música em tempo integral. Sem se descuidar do treinamento vocal, atendendo "master classes" com o renomado tenor Franco Corelli, em Turin.
Em 1992, Zcchero Fornaciari, astro do rock na Itália, testou Andrea enquanto procurava por tenores para fazer um dueto na canção "Miserere". Luciano Pavarotti quando ouviu a gravação de Bocelli, praticamente implorou a Zucchero para usar Andrea em vez dele mesmo. Enfim, a música foi gravada com Pavarotti, mas Andrea Bocelli acompanhou Zucchero na turnê européia.

 
No Festival de San Remo, de 1994, ele foi o ganhandor do evento com a música "Il mare calmo della sera", com ela também levou ao primeiro disco de Ouro. No mesmo ano, estreou na ópera Machbeth, de Giussep Verdi, com o papel de Macduff. Também cantou no concerto beneficente de Pavarotti em Modena, Itália, e apresentou-se para o Papa João Paulo II no natal. Em 1995, volta a vencer o Festival de San Remo, o mais importante da Itália, com a canção "Con te partirò", seu maior êxito musical.

Carreira internacional

No ano de 1996 ele se apresentou ao lado de uma das mais respeitadas cantoras do mundo, a soprano inglesa Sarah Brightman, com uma versão em dueto de "Com te Partiró” intitulada "Time to Say Goodbye" [Hora de Dizer Adeus], que bateu recordes de vendas e ficou no topo das dez mais tocadas no mundo por seis meses. Nos anos seguintes, Andrea Bocelli apresentou-se em Paris, Bologna, Torre del Lago e Vaticano. Lançou outros álbuns até a sua entrada no mercado americano, com um concerto no "John F. Kennedy Center for the Performing Arts" em Washington, D.C. incluindo uma e uma recepção na Casa Branca. No ano de 1999 saiu em turnê [excursão] pela América do Norte e América do Sul. Nessa turnê e fez duetos com Celine Dion, além de apresentar-se na primeira ópera totalmente transmitida ao vivo pela internet "Detroit Opera House" [Ópera de Detroit], com Denyce Graves.

Em 2002 ele repetiu a turnê, ganhando dois "World Music Awards". Desde então, Andrea continuou a carreira com aparições em concertos no mundo inteiro. Em 2006, cantou durante o All-Star Weekend, da NBA em Hosuton – Texas, cantando "Because We Believe" ("Porque Nós Acreditamos"), do seu álbum Amore, lançado em 2006. Também cantou na cerimônia de encerramento das Jogos Olímpicos de Inverno, em Turim, Itália. Participou em outros eventos importantes como "Pavarotti & Friends" [Pavarotti & Seus Amigos], concertos para a fundação de pesquisa ARPA, da qual ele é presidente honorário, em Pisa, Itália, atuou do no projeto de CD feito por Sharon Osbourne para o fundo de ajuda para as vítimas do Tsunami. Em 2004; apresentou-se num grande concerto transmitido pela televisão na Itália, em Março de 2005, chamado "Music for Asia" [Música para a Ásia]. Como nem tudo é perfeito, deu um grande passo em falso ao gravar com a brasileira Sandy [ Sandy&Junior], "Vivo Por Ella", na versão em espanhol para "Vivo per Lei"), em 1995. Andréa Bocelli foi casado com Enrica e tem dois filhos. [Foto divulgação]

André Bocelli: Incanto
Local: Parque da Independência, s/n
Ipiranga, zona sul – São Paulo
Horário: 16h00
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:12  comentar

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
14
15
16
17
18

19
21
22
24

26
27
28
29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds