Revelando, imortalizando histórias e talentos
24.5.09

O evento já foi tradicional nos centors urbanos mas agora é restrito à área rural.
 
 
Começa domingo,25, e segue até dia 31 de maio a festa do Divino Espírito Santo. Uma vasta programação mesclada de tradição e entretenimento, apresentações folclóricas, gincana, bonecos, shows e a tradicional procissão nas ruas da cidade. No dia 30, entre as várias atividades, um shows com Alcione e outras atrações como DJ's e gincanas esportivas na Praça da Matriz.

História

A Festa do Divino Espírito Santo remonta aos anos do reinado em Portugal, quando à rainha D. Isabel [1.271-1336] casada com rei d. Diniz , então ela decidiu celebrar o Espírito Santo com coroação simbólica. No Brasil, o primeiro evento aconteceu por volta do século XVIII. Ultimamente é restrita aos centros rurais, já foi muito popular nos centros urbanos.[By Equipe Formas&Meios]

Programação

Dia 22 - 20h30 Bonecos Folclóricos
21h00 > Banda Glasgow

Dia 23 - Musical Dance Paraty, 20h30
21h00 - Início da Gincana Esportiva, Grupo Folclórico,
22h00, Bonecos folclóricos e Banda The Holes

Dia 24> 14h00, Grupo folclórico Negrito
21h00 - Bonecos folclóricos
22h00 - apresentação de DJ's

Dia 25> 21h00 programação esportiva
21h00 Bonecos folclóricos
22h00 DJ's

Dia 26 > 21h00 - programação esportiva, Bonecos folclóricos
e show com Paulo Meyer Banda.

Dia 27 - 21h00 - show com Adriana, Bonecos folcóricos
Dia 28 - 20h30 - show de calouros

Dia 29 - 20h30 - Cirandeiras de Paraty;
21h00 Bonecos folclóricos; 21h30 Musical Dança Paraty
22h00 > Ciranda elétrica

Dia 30 > 10h00 > Programaçõs esportiva; 12h00 > tradicional almoço da festa
14h00 recreação infantil;
15h00> recreação adulta [pau de sebo]
21h00 _ leilão de prendas com apresentação da Banda Santa Cecília

Dia 31 > 12h00 > libertação simbólica de um preso pelo imperador
12h30 > distribuição gratuita de doces
22h00, quiema de fogos
23h00 - show com a banda JPG
 

Canal Aberto Assessoria de Imprensa comunica> Susana Yamauchi em "WabiSabi",



Susana Yamauchi em "WabiSabi", no TD, em junho Em junho, nos dias 10, 11 e 12, a programação Teatro de Dança (instituição vinculada à Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo, gerenciada pela Associação Paulista de Amigos da Arte - APAA) volta a receber o espetáculo Wabisabi, de Susana Yamauchi, estreado no programa Artista da Casa – 2ª. edição, no TD, em maio de 2008.

Uma vez mais, a artista resgata vez suas raízes para criar uma visão caleidoscópica e singular que vai da cultura popular ao refinamento das artes superiores nipônicas como a Cerimônia do Chá, o Ikebana, a música imperial Gagaku e o teatro Noh. A apresentação é parte da programação paralela do 23º Congresso Internacional da International Society for the Performing Arts, ISPA, a ser realizado em São Paulo em junho. Esse evento reunirá cerca de 350 profissionais ligados às artes do espetáculo (Teatro, Dança e Música) de 35 países. A proposta é que os congressistas tenham estreito contato com a arte brasileira, tema do congresso.
 
Susana Yamauchi começou a criação deste solo há 12 anos. Para explicar seu processo criativo, Susana usa uma imagem poética: “trabalho num processo de gestação criativa similar ao da lagarta que produz o seu fio e constrói seu próprio casulo”. Wabisabi é um conceito difundido por monges zen-budistas e mestres da cerimônia do chá, desde o século 12, usado para exprimir a estética essencial e oculta da arte japonesa. As palavras wabi + sabi reúnem a beleza da simplicidade e da harmonia (wabi) com a da imperfeição e da impermanência (sabi). Por meio de seqüências coreográficas de extremo rigor ritualístico, com alternância de movimentos contidos e soltos, Susana Yamauchi persegue e captura a presença poética escondida em cada ação e a transforma num universo de profundidade e contemplação. As cenas referem-se a personagens do imaginário japonês.

Além de coreógrafa e bailarina, a artista idealiza e confecciona as vestes e os “objetos-instalações” dos quais se apropria e dispõem no palco para desvendar e nos revelar o encantamento de sua origem. Para a artista, “a criação não envolve somente uma reflexão temática, mas também o empenho do artesão, que dá forma ao seu produto final”. Assim, a concepção do cenário ficou a cargo da ceramista Kimi Nii, conhecedora profunda do conceito Wabisabi; o músico e compositor Camilo Carrara assina a trilha sonora original, que apresenta fortes referências à musicalidade japonesa; e Sérgio Funari é o responsável pelo desenho da luz.

10, 11 e 12 de junho – quarta a sexta às 21h
50 minutos de duração, livre, R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia)Espetáculo Wabisabi -  Programação Paralela ISPASusana Yamauchi/SP

FICHA TÉCNICA
 
Concepção e Coreografia Susana Yamauchi
Composição de Trilha Original Camilo Carrara
Cenário Kimi Nii
Desenho de Luz e Direção de Ensaios Sergio Funari Figurinos e Adereços Susana Yamauchi
Produção e Direção de Palco Gláucia da Fonseca
Fotografia Alex Szabzon; Juliano Gouvea

TD - Teatro de Dança - Secretaria de Estado da Cultura - APAA - Associação Paulista dos Amigos da ArteAvenida Ipiranga, 344 - Subsolo, Edifício Itália - São Paulo, SP, Brasil - Metrô República -
Telefone da bilheteria: 2189 2555 /
Informações: 2189 2557
Capacidade: 278 lugares/Ar-condicionado/
Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais/ Estacionamento: R$ 15,00 com manobrista/ Bilheteria, abertura: Vendas para o dia do espetáculo - 4ª a domingo, a partir das 14h00.
 
Vendas online

O Teatro de Dança tem apoio da Folha de São Paulo, Alcaçuz, Leonor Flores, Circolo Italiano, Luna Di Capri e Planeta´s. No programa "Prêmio Teatro de Dança", conta com o apoio do SESC São Paulo.

Informações para imprensa:
 
Canal Aberto Assessoria de Imprensa
Márcia Marques - (11) 3798 9510 / 2914 0770/ 9126 0425
http://www.canalaberto.com.br/

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:58  comentar

 A excelente Mart'Nália na Praça Quinza e Dudu Nobre na Praça Tiradentes darão o tom do evento carioca.

 
Rio de Janeiro também promoverá suas 48 horas culturais: shows, teatro e artes visuais a partir de 5 de julho. Muitas atrações como Elba Ramalho, Rodrigo Maranhão, DJ Marlboro e Toni Garrido são alguns dos nomes já confirmados entre os 300 para essa primeira edição, uma cópia da cópia de Virada Cultural. Teatro, cinema, artes plásticas estarão entre as atrações culturais chamada de "Viradão" , que acontecerá da noite do dia 5/6 à 7/6. Segundo Jandira Feghali, Secretária de Cultura, que anunciou o evento na sexta-feira,22, foi organizado em apenas dois meses.

Serão quatro os palcos principais: Na Praça Quinze, centro da cidade, Cidade do Samba, região central -, Santa Cruz, zona oeste [homenagens a Tom Jobim Vinícius de Moraes e Villa-Lobos] e Madureira, na zona norte. Lapa, Praia de Copacabana, Lona Cultural no Campo Grande [zona oeste - tributo a Tim Maia Sandra de Sá e Toni Garrido], enquanto Elza Soares, Farofa Carioca homenageiam Wilson Simonal na Lona de Vista Alegre. Os outros ficarão nos bairros onde existe pouca atividade cultural.

A prefeitura gastou 2 milhões públicos e tem como parceira a Rede Globo que se comprometeu fazer parte dos pagamentos dos cachês dos artistas. Os horários serão divulgados no início da próxima semana.
 

ATENÇÃO> os eventos realizados em locais fechados serão cobrados ingressos a preços populares, e o demias serão gratuitos, informu a secretária Jandira Feghali.
 

O fim do livro impresso ou nova geração de leitores !

 
Biblioteca com conteúdo ímpar é o que promete a GBS que já escaneou mais de 5 milhões de documentos para desespero das editoras.

Todos os livros do mundo ao alcance de um toque datilar esta é a proposta da biblioteca universal Google Book Search. Sejam muito bem-vindos ao mundo digital dos livros que serão disponibilizados online para leitura, consultas e copiagem, grande parte do acervo poderá ser copiado graciosamente. É a hora e a vez dos livros que passarão pelas mesmas transformações que à imagem. São manuscritos e livros e documentos o que faz pensar que o mundo será universalizado e que a cultura deixará de ser apenas uma utopia. O GBS está em fase de construção, e opera em português na versão beta sub judice, em linguagem simples, o habite-se já foi dado mas ainda falta o alvará. Enquanto a maioria das editoras temerosas tentam barrar a GBS, algumas já aderiram ao projeto, é o caso de Cia das Letras, Zahar e Senac. A Google vem colecionando parcerias importantes exemplo Universidade de Michigam, EUA, e o Scribd, site especializado em compartilhamento de documentos.

Brasil, rigidez

Várias obras raras da literatura inglesa a partir de 1925 já se encontram liberadas como 'This Side of Paradise'[Este Lado do Paraíso],1920, 'The Beautful and Damned',[Os Belos e Malditos]1922, os dois primeiros livros do escritor F. Scott Fitzgerald já teem visualização completa na biblioteca digital na língua inglesa onde os grilhões autorais são bem mais rígidos do que no Brasil, onde as traduções não estão liberadas. Poesias de Castro Alves e os romances de Machado de Assis entre outros que estão na mira da Google, e há muito de domínio público continuam indisponíveis por força de liminar. A empresa não revela o montante de livros que já foram digitalizados, mas informa que em outubro de 2008, mais de 5 milhões de volumes já tinham sido escaneados em parceria com outras bibliotecas.

Adversários/vendas

A biblioteca foi anunciada à imprensa mundial em 2004, e em 2005 ganhou o primeiro adversário, os editores protocolaram processos alegando que "o escaneamento dos livros violava os direitos autorais, ainda mesmo que este estivesse fora de domínio público, denominados "livros órfãos". Ou seja, os editores lutam para que a Google não ponha as mãos no filé mignon, que respondem 60% dos títulos de interesse da GBS. Segundo fontes, a Google já teria assegurado o direito de expor 20% do conteúdo dos livros online, comercializar o acesso a textos individuais e vender assinaturas de sua coleção a bibliotecas e outras instituições. Um acordo firmado em 143 páginas e 15 apêndices prevê instalação de um terminal de computador em cada biblioteca interessada no conteúdo, e ainda propõe a criação do Book Rights Registry [espécie de Registro de Direitos Autorais], que junto com a Google elaborariam uma tabela de preços aos associados. A proposta da GBS é oferecer informações em forma de livros e dirigi-las à obras esgotadas, fora de catálogo ou enfurnados em bibliotecas pessoais ou públicas. A Corte de Nova Iorque adiou de 5 de maio para 7 de setembro a conclusão do acordo atendendo a pedido dos escritores.
http://books.google.com/
 
 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:57  comentar

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
16

18
20
23

25
27



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds