Revelando, imortalizando histórias e talentos
26.9.09

Cassandra Rios:Paulo coelho de calças ou de saias


Ela era sempre confundida com as personagens dos seus livros. Terminou abandonada pelo mercado editorial, que faz imaginar que grande parte das editoras brasileiras não vão além do marketing; sem senso, e responsabilidade cultural ou social.

 

Odete Rios, nascida em 1932, durante as décadas de 60 e 70 foi uma das autoras mais vendidas. Devido seu linguajar literário foi perseguidas não somente pela censura, mas por todos aqueles que não toleravam o forte conteúdo erótico de sua obra, considerada pornográfica pelos setores conservadores da cultura. Em seus livros, Cassandra Rios falava com liberdade e muita sensualidade sobre assuntos polêmicos para a época, como o homossexualismo feminino, as relações entre sexo, religião, política e cultos umbandistas. Ou seja, tudo aquilo que "atentavam" contra a moral defendida pelos militares. Lésbica assumida, ela chegou a vender quase trezentos mil exemplares de seus livros por ano, tornando-se um dos maiores sucessos editorial que, somente bem mais tarde seria igualado pelo escritor Paulo Coelho.

 

No cinema

 

Sua estreia na literatura aconteceu com "Volúpia do Pecado" ,1948, um sucesso popular, ao lado da também considerada pornógrafa Adelaide Carraro. Com a abertura militar, um de seus livros, "A Paranóica", foi adaptado para o cinema, com título de "Ariella", personagem título vivido por Nicole Puzzi , uma menina rejeitada que vivia numa mansão e que descobre que seu tio fingia ser seu pai para ficar com sua fortuna. Para se vingar, Ariella passa a usar o próprio corpo, desintegrando a família.

 

Livros mais famosos

 

Autora de dezenas livros, a escritora brasileira por muito tempo escandalizou o país com seu estilo "pornográfico". Entre suas obras consideradas pornográficas ‘A Tara’, ‘Tessa, a Gata’, Volúpia do Pecado’, ‘A paranóica’,’ Muros Altos’, ‘Uma Mulher Diferente’, ‘Cabelos de Metal’ e ‘A Borboleta Branca’, entre outras dezenas de títulos. Breve História de Fábia, Nicoletta,Ninfeta, Crime de Honra, Uma Mulher Diferente, A Lua Escondida, As Traça entre outros. Seu livro mais vendido foi o romance ‘A Noite Tem Mais Luzes’ que atingiu a vendagem de 700 mil exemplares.

 

Abandonada

 

No ano de 1976, dos 36 livros da escritora que foram publicados e apreendidos e proibidos em todo o país 33 foram liberados. Desde então, Cassandra Rios desapareceu completamente dos noticiários escritos e televisivos. Seu final não foi dos melhores, abandonada pelo mercado editorial, terminou editando os últimos livros por conta própria. Cassandra Rios faleceu em São Paulo, aos 69 anos, em 8 de março de 2002.





Adelaide Carraro


Poucas foram as escritoras que souberam lidar com a libido em seus textos. Polêmica, a cada livro que lançava despertava a curiosidade em alguns e a ira em outros. Principalmente, os políticos e a alta sociedade que sempre apareciam biografados, e nem sempre da forma que gostariam.

 

 

Adelaide Carraro nasceu na cidade de Vinhedo, interior de São Paulo, em 30 de julho de 1936. Logo cedo ficou órfã com mais onze irmãos. As dificuldades eram grandes, e então, passou a viver em um orfanato. No decorrer de sua vida ela publicou cerca de quarenta livros sendo e seus maiores sucessos: O Estudante, O Estudante II, O Estudante III e Meu Professor, Meu Herói, lançados pela editora Global, e ultrapassam mais de trinta edições.

 

 

Estima-se que a escritora tenha vendido mais de 2 milhões de livros. Adelaide Carraro era solteira convicta, jamais cogitou se casar, porém, foi mãe adotiva de duas crianças. Muitos foram os adjetivos na tentativa de classificar sua obra, entre os quais ‘literatura pornográfica’, escritora maldita. Adelaide Carraro morreu em janeiro de 1992.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:51  comentar

Setembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
16
18
19

20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds