Revelando, imortalizando histórias e talentos
3.12.11

Imensa variedades de imagens: da piada a paisagens típicas do Hemisfério Norte o que não falta é opção para continuar a desejar feliz natal.

 

 

Mesmo com toda a tecnologia disponível o envio de Cartão de Natal via correio ainda não morreu completamente. Esta forma tradicional de mostrar a alguém que você se lembrou dele na data natalina continua aos trancos e barrancos, mas continua.

 

Este costume começou em 1843 tendo sido o primeiro enviado pelo funcionário público, o inglês Henry Cole. A intenção dele era de saudar seus amigos e parentes. Mas, sem tempo para visitá-los pessoalmente teve a ideia de escrever mensagens em folhas de papel e entregá-las no correio, algo nada comum na época.

 

 

 

Para mostrar seu apreço pelas amizades, Cole contratou um conhecido artista plástico, John Horsley, para dar uma incrementada na grafia e desenhos que caprichou no serviço. Nas primeiras imagens apareciam crianças e adultos brindando com taças de vinho, símbolos religiosos e a inscrição " Merry Christmas and a Happy New Year to You" (Feliz natal e feliz ano novo para você).

 

A mensagem agradou em cheio aos inglêses mas a figura onde crianças apareciam com bebidas nas mãos seria uma barreira a ser superada. O que caiu no agrado da população com menos dinheiro foi o preço pois custava apenas uma moeda de um centavo. Em 1860, com o método de impressão em evolução o custo caiu ainda mais, para metade de um centavo.

 

Sucesso na Europa, o costume chega aos Estados Unidos da América com a inauguração da Hallmark Cards, 1915. Fundada já como a maior fabricante de cartões deu nova roupagem às ilustrações com presépios ou cenas de neve, guirlandas e a própria árvore de natal além de elementos de Art Déco. Popeye, Mickey Mouse também serviram de inspiração para estampas dos cartões, algo mais humorado.

 

Ao  passar do tempo os cartões passaram a estampar mensagens sociais e religiosas, e nos anos 80, com a mulher em destaque, recebem toques femininos com papais noéis mais brincalhões. Uma década depois, as mensagens mostravam uma certa preocupaçõa com os valores ambientais e, de olho neste nicho, em 1987 a Grafon's (Brasil) produz sua linha de cartões levando em conta a necessidade de mercado e a influência comportamental do consumidor. As mensagens são escritas de forma a compor os temas família, amor, amizade e amigo-secreto. (Formas&Meios).

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:00  comentar

Dezembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

19
21

25
28
29


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds