Revelando, imortalizando histórias e talentos
9.1.12

Dom José Tupinambá da Frota foi o mais influênte homem publico de Sobral, Ceará, a capital da civilização do couro, no Nordeste brasileiro. Superior,em serviços prestados à cidade, que os políticos contemporâneos José Saboya e Chico Monte, pela grandeza dos beneficios que implantou e que até hoje servem à comunidade, além de ter sido um estudioso da genealogia e sócio correspondente da Academia Cearense de Letras, do Instituto do Ceará e de igual maneira do Instituto Brasileiro de Genealogia e fundado o Cine-Teatro Glória.

 

Dom José Tupinambá

 

 

Dom José Tupinambá da Frota nasceu em Sobral, em 10 de setembro de 1882. Filho de Manuel Artur da Frota e Raimunda Artemísia Rodrigues Lima, fez os estudos primários na cidade natal, vindo a concluir o curso secundário no seminário de Salvador, Bahia, e ingressou na Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma, recebendo o grau de Doutor em Teologia e Filosofia em 1902. Foi ordenado presbítero em Roma em 29 de outubro de 1905, após haver estudado na Pontifícia Universidade Gregoriana e residido no Colégio Pio Brasileiro. Voltou ao Brasil, em 1906, chegando a Sobral ajudando o Pe Diogo da Frota, seu tio, então pároco. No ano de1907, a convite de D. José de Camargo Barros, lecionou Teologia Dogmática, Ética e Liturgia no Seminário da Ipiranga, em São Paulo.

 

No ano de 1908, retornando ao Ceará, foi nomeado pelo Bispo de Fortaleza dom Joaquim José Vieira, vigário de Sobral, uma das principais cidades do Ceará e berço da tradicional família Frota, de cuja casa era membro. Em 1916 foi criada a Diocese de Sobral pela bula Catholica e Religionis Bonum, do Papa Bento XV, que em conjunto com a Diocese do Crato (1914) compunham a Província Eclesiástica do Ceará,(1915), com sua Arquidiocese em Fortaleza. Por influência de dom Joaquim, junto ao Núncio Apostólico, o Monsenhor José Tupinambá da Frota, foi nomeado e sagrado como o 1º Bispo de Sobral, sendo sagrado bispo na Catedral de Salvador, na Bahia em 29 de junho de 1916, por D. Jerônimo Thomé da Silva, arcebispo primaz do Brasil, tomando posse solenemente em Sobral em 22 de julho do mesmo ano.

Dom José Tupinambá entre autoridades locais

 

A escolha do Monsenhor José Tupinambá ocorreu de forma muito reservada, a fim de evitar-se influências - e fofocas- das lideranças locais nessa nomeação. E surpreendeu os sobralenses, pois, embora cogitada e esperada, não se imaginava tanta celeridade na criação da diocese e designação de seu bispo. Dom José tinha o perfil ideal desejado pelo Arcebispo de Fortaleza, tanto moral quanto intelectual, pois nesse momento histórico a Igreja Católica no Ceará e no Brasil, com a liderança de Cardeal dom Sebastião Leme, arcebispo do Rio de Janeiro, entrava numa nova era de reestruturação.

 

Dom José Tupinambá da Frota implantou um modelo de Igreja Católica Romana dentro dos padrões e diretrizes da Santa Sé, tanto liturgicamente como moralmente. Autoritário, era muito intransigente e exigente com seus padres e também com os leigos. Sua influência na sociedade foi além de seu poder episcopal. Nas visitas pastorais, realizadas com muita pompa em suas paróquias, formavam-se filas gigantescas de fiéis para o “beija-mão” e à sua saída - sob pálio - e retorno das casas paroquiais, onde hospedava-se, os sinos repicavam em deferência à sua dignidade episcopal, até recolher-se novamente.

 

 

Sobral antiga

 

Durante seu episcopado, influenciou muito na política local e regional e era um dos líderes políticos regionais, utilizando-se de forma extensiva a Rádio Tupinambá de Sobral - também fundada por ele - e de grande audiência por toda a região e era um dos seus instrumentos ideológicos, políticos e religiosos (cujo Integralismo - os camisas verdes - de Plínio Salgado, estava em voga na Igreja) e que contribuiu muitíssimo na hegemonia desse bispo.

Sobral atual, a terra do Didi Mocó,Renato Aragão

 

Ao longo dos 50 anos de administração eclesiástica, 5 de pároco e 43 anos de seu bispo, criou em favor de Sobral - em detrimento das outras cidades da vasta diocese e suas paróquias, e com recursos daquelas - inúmeras instituições dentre as quais podemos destacar os Colégios Sobralense e Sant'Ana - para moças e rapazes da elite -, o Patronato Imaculada Conceição e a Escola profissional São José , o Museu Diocesano, onde ajuntou peças de arte-sacra de suas paróquias, inclusive confiscando relíquias históricas de várias antigas paróquias, o Abrigo e Orfanato Coração de Jesus, o Cine-Teatro Glória e o Jardim Zoológico, a Casa de Saúde São José e a Santa Casa de Misericórdia - que ainda nos dias atuais é centro de referência em toda a região, o Seminário Teológico-filosófico, para a formação de seminaristas, que foi o embrião da Universidade Estadual Vale do Acaraú, UVA e inclusive o Banco de Crédito Popular, que se transformaria posteriormente no BANCESA S/A, faliu 2003. Dom José morreu na mesma cidade, Sobral, em 21 de setembro de 1959, aos 77 anos, sendo sepultado na Catedral de Nossa Senhora da Conceição da Caiçara, a Sé de Sobral, na capela do Santíssimo Sacramento, cujo epitáfio em mármore, contém as palavras: “Ad pedes Domini pie requiescat”.

 

Curiosidades

 

Ajoelha, cabra

 

Dom José exigia muito respeito às formalidades. Quando em visita à Secretaria do Interior e Justiça, ainda sob a ditadura, D. José foi cumprimentado com um aperto de mão pelo porteiro ou contínuo Fialho. Não gostou e, empurrando-o levemente, ordenou: “Ajoelha, cabra”. É que, naquele tempo, a gente se ajoelhava para beijar a mão do bispo. E D. José não dispensava tal hábito.

 

A um bispo não se chama

 

Certa vez, depois de despachar no Banco de Crédito Popular com seu dirigente, saiu apressado. Seu presidente, José Modesto Ferreira Gomes, um dos esteios da religião, construtor da Igreja do Sumaré, lembrou-se de que ainda havia um assunto pendente, dependendo de sua decisão. Elevou então a voz para deter os passos apressados de Dom José. “A um bispo não se chama”, disse ele, repreendendo.

 

 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 14:55  comentar

Janeiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
17
20

22
25

29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds