Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.1.12

Chineses residentes no Brasil estão pouco ligando para tradição, mas brasileiros que não cultivam se quer a sua história batem palmas numa verdadeira macacobrás oriental.

 
 
AgênciaFM foi verificar como se faz a entrada de ano novo no bairro oriental de São Paulo, Liberdade. Neste domingo 22, a colônia chinêsa residente no Brasil comemorou a entrada do Ano Novo Chinês, o ano do Dragão Negro. Segundo a tradição, ele não solta fogo e sim pérolas pela boca. Também anuncia bonanças materiais entre outras. Entretanto, o que se via era uma espécie de muvuca, sem organização e, pouco interesse por parte da colônia chinêsa. Só para se ter ideia, os operadores do dragão em 90% são brasileiros e sem conotação asiática, pode se ver a falta de sincronismo nos movimentos do dragão.
 
O público presente, bastante gente, também tem nos nativos sua plateia absoluta. Falta de organização, aparelhos quebrando um após o outro, corre-corre, empurra-empurra e pouca paciência da parte dos moradores dos edifícios em frente à comemoração - que são habitados por asiáticos , ao tirarem os carros de suas garagens. Até que ponto se faz necessária esta tradição chinêsa no Brasil se nem eles mesmo estão interessados nisto.
 
Outra mostra de que os chineses estão pouco com pouco interesse neste tipo de evento e sim mais interessados na globalização, é a banda cover que cantou somente no idioma inglês e não fez referência a nenhuma canção do folclore chinês ou brasileira. Em definição, eles cruzaram o mundo para viver uma nova vida, uma nova realidade, é isso o que se sentia em suas faces um certo constrangimento, desconhecimento até da tradição.
 
Chineses living on Brazil practically say no to the tradition and put on brazilian hands responsability to do it. The other side, brazilian people have no condition to preserv the own history. So, how can do it ! Did'nt.
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:51  comentar

"Deixa o véio namorar", Mais Xarope


Cover do humorista Mazzaropi, o cantor e compositor Mais Xarope (G.Rosa), diverte o público nos shows da Caravana do Aanel Lopes, em show de domingo,22/1, no Clube Corintinha, de Santo André, São Paulo.
 
 
 

 

Corintinha recebeu a Caravana de Anael Lopes

Célio Roberto, Paulo Nascimento, Erick e D'Carlo, Cristina Alves
aguardando hora de ir ao palco/AgênciaFM
O Clube Corintinha de Santo André recebeu a Caravana de Anael Lopes, o comunicador abraçarinho do rádio brasileiro, neste domingo 22, e contou com boas apresentações de várias atrações em diversos gêneros exemplo D'Carlo&Erick, que apresentaram três canções do seu disco mais recente Xeque-Mate arrancando aplausos do público e colegas.
Mais Xarope,cover  do Mazzaropi
Anael Lopes/AgênciaFM
Dando sequência ao show apresentado por Anael Lopes, chegou a vez de Paulo Nascimento com as faixas musicais "Ciúme de Você" (Luiz Ayrão) e "Pulando a cerca" (Paulo Nascimento e Pedro Bhorges), música vencedora do concurso Garagem do Faustão, na Rede Globo de Televisão. Taí Rodrigues & Priscila Blanco subiram ao palco e deram seu recado ao público andreense.
O Quarteto Caminhantes, de Jundiaí, interior do Estado de São Paulo, formado por músicos de primeira compareceram com um trabalho bem singular sendo elogiados pelo público presente e companheiros que ficaram ligados em seus números musicais.
Cantor Marcos Augusto e Anael Lopes/AgênciaFM
O momento de descontração do show aconteceria com a apresentação de Mais Xarope (G.Rosa, pai da dupla Irídio & Irineu), caracterizado para sua homenagem ao humorista Mazzaropi com as músicas "Tô nadanado em dinheiro" e "Deixa o véio Namorar" do disco Rei da Alegria.

Célio Roberto entre integrantes do Quarteto
Caminhantes/AgênciaFM
'Vou pra Festa', primeiro disco da cantora de São Caetano, Cristina Alves, levou ao público sua música mais dançante ao palco do Corintinha com " Tchau, tchau meu bem" , de Sérgio D'Avila, e Poquito a poco ( Francisco J.L Perez), esta última cantada em espanhol. Também de São Caetano, o cantor Carlos Augusto fez sua aparição com duas faixas um pop rock e uma de MPB.
Osvaldo San, D'Carlo&Erick, Mais Xarope/AgênciaFM
Para encerrar o evento, o cigano, Célio Roberto subiu ao palco por volta das 20h00 para cantar alguns de seus grandes sucesssos como "Não Toque essa música", Não são palavras lindas", "Rock do Jegue e "Pegadas na Areia". Foi uma apresentação de gala do cantor alagoano matando saudades de muitos amigos e fãs.
Anael Lopes entre a dupla Michel & Daiane Tavares/AgênciaFM
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:47  comentar

Janeiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
17
20

22
25

29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds