Revelando, imortalizando histórias e talentos
27.3.12

Político, bem relacionado, investidor financeiro e benemérito este é o perfil do primeiro ator cujo escritos apontam que sua carreira começou 92 A.C. com 19 anos, mas pesquisas de Agência FM mostram que se destacou a partir de 89 A.C.

 

 

 

 

C. Norbanus Sorex foi o primeiro a exercer o ofício de representar, ator. Sua aparição no cenário teatral data. Suas performances em templos deram-lhe fama e riqueza, atividades comercias como investidor chegando a ser sócio de Holconius Rufus - que ocupou quase todos os cargos públicos da época -, na Rua da Abundância que desembocava no Fórum, local onde sempre levava seus espetáculos inicialmente. Atuando para divindades protetoras, famílias da alta nobreza era contratado para encenar peças, geralmente solo, em Pompeia e Herculano. Diz a história que era uma figura não somente exigente como avançada, atuava sempre com pouca vestimenta ao lado do também ator Flaminius Mariano que desistiu da profissão, virou escultor tendo feito o busto de Norbanus Sorex.

 

Rufus, seu amigo mais intimo, tornou-se sacerdote do culto de Augusto, então, para contentar o amigo ator aumentou os dois teatros com suntuosa habitação para conforto de Sorex. Segundo historiadores, as colunas, os afrescos e ornamentos eram admiráveis. Amigo de Publius Paquias Proculus, um duúnviro possuía uma grande casa na rua de Stabilis, onde o ator preferia ficar hospedado para dar instrução a Paquias pois queria passar para história como um homem sábio.

 

 

 

 

 

 

 

Exigente

 

Conta a história que Norbanus Sorex fora convidado pela tradicional família pompeiana, Gens Poppea, cujo edifício continha salas suntuosas preparadas para espetáculos, ouviu uma recusa do artista pois tratava-se de apresentação para escravos. O progresso industrial de Herculano e Pompeia atraíram ricos romanos. O trabalho do ator aumentava cada dia pois tinha de escrevê-las também. Uma de suas peças onde representava uma criança brincando de jogar uma maçã para o alto e aparar com a boca, o fruto penetrou em sua garganta vindo a morrer asfixiada. Este episódio aconteceria anos depois com uma criança, Drusus, filho do imperador Cláudio.

 

 

 

A beleza de C. Norbanus Sorex era motivo de comentários entre homens e mulheres. Com residencia fixa em Herculano, próximo do Vesúvio, sua suntuosa casa situada no litoral também chamava atenção pelos exageros na construção que mais parecia um forte militar, tanto que uma parte da muralha construída por Augusto para defesa do país circundava sua casa. Era frequentada pela alta sociedade tanto de Herculano quanto de Pompeia que compareciam com caros presentes, sempre arte.

 

 

O ator adorava representar ao ar livre. Entretanto, o teatro Odeon, 75 A. C. com 1.200 lugares, era o espaço onde se encontrava. Com o crescimento da população de toda Itália, entre 20 a 22 milhões de habitantes sendo que, 13 a 14 milhões eram escravos. Perceba que maioria era de uma categoria que não interessava ao ator representar, os escravos. Mas sua fama estava mesmo em Herculano com aproximadamente 5 mil moradores e pompeia entre 14 a 15 mil habitantes. Na verdade, ele se preparava para uma estreia em um grande espaço onde atuaria ao lado de um lutador.

 

 

Elogios

 

Os comentários a respeito de seu talento ganhava o mundo através de placas de cera. Sua habilidades com malabares com fogo chamava atenção de Sirico que o convidou para várias apresentações em sua rica vila. Outros que se renderam ao talento de Norbanus Sorex foi a rica família Vetii. Sua generosidade também recebia elogios. Os abalos se sucediam de leste para oeste e de Vesúvio para o mar. Estragos enormes foram feitos na basílica e no templo de Ísis. Logo que ficou sabendo do acontecido tratou de bancar a recuperação de ambos. Em plena atividade profissional e bem remunerado, recuperou as canalizações de chumbo do sistema hidráulico que se arrebentaram. Seu amigo, o juiz Jucundus assistiu do fórum sua casa ruir, entretanto, Norbanus bancou sua reconstrução. Como pagamento recebeu um mosaico do Tablinium presente de Fauno, o único que não sofreu com o sismo.

 

Achados

 

 

Em fevereiro de 1748, Martorelli retomou uma teoria de Pellegrino de que Civita (Itália) recobrira Pompeia. Em 1749 Alcubierre partiu para inspecionar o lugar descoberto na proximidade do canal de Sarno, e recomendou cancelar o trabalho. Porém, em primeiro de abril os operários iniciaram os trabalhos a partir de um sitio próximo ao templo de Fortuna Augusta, local onde Sorex se apresentou muitas várias vezes. Portanto, dia 6 de abril, foram descobertos os primeiros afrescos que foram encaminhados para o atelier do escultor Joseph Canart, em Portici. Grinaldas, flores, frutos. O busto de Norbanus foi encontrado no templo de Ísis.

 

Segundo escritos o ator morreu no inverno (sem data) confundido com um famoso assaltante Sulla. No período ele se apresentava com um monólogo na inauguração de um anfiteatro em baixo relevo com cenas de todos os espetáculos que representara durante sua carreira. O anfiteatro comportava 13 mil pessoas sentadas, enquanto a população de Pompeia era apenas de 16 mil habitantes. (Francisco Martins).

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:16  comentar

Março 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11

18

28
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds