Revelando, imortalizando histórias e talentos
8.6.12




Sua soltura composicional vem sendo mostrada a partir do disco de estreia "Procissão das formigas". Reafirmada em "Colheita dos versos", consagrada em "Batuque do Coração" e emolduradas em "A nudez de um fonograma", onde canta e diz ao mesmo tempo sobre linhas melódicas de lastro estético.



Foto em Botucatú - SP - 1995




Versando sobre temas rurais e urbanos ou em regravações de compositores pontuais exemplo Geraldo Vandré ou Caetano Veloso, este brasileiro do Maranhão é detentor de capacidade inesgotável de surpreender não somente em seus ritmos melódicos mas também na forma de construir suas letras. Todo mundo sabe da diversidade e rica contribuição de índios, negros originários de Daomé, atual Benin, e franceses que homenagearam a capital do estado dondo nome ao seu protetor. O estado também presenteia o Brasil com tambor-de-crioula, bois de matraca, lelê e mangaba, Festa do Divino entre outras manifestações populares.


Quando se percebe toda essa exuberância cultural, então, pode-se entender melhor as influências e vertentes de Lourival Tavares, que se utiliza de todas ao mesmo tempo, sem intenção de mostrar como simples curiosidade turística ou cartão-postal. Tem personalidade e atitude naturais que, vindas do sertão do estado flui e fundem-se com os faróis dos carros e as antenas das TV' s das metrópoles numa simbiose entre ritmos fortes adornadas por melodias sutis. Como se pode perceber, ele não se fixa somente na rica matéria-prima adquirida no seu torrão natal: sem deixar de ser o que sempre foi; soube evoluir em sua obra inquieta, pessoal. Nesta vertente, não citar Lourival Tavares como um dos maiores compositores, seria no mínimo, má vontade.

 


O cantor se prepara para cumprir agenda de shows no Maranhão e Piauí, neste mês de junho, onde poderá apresentar um repertório com canções de sua autoria como Canto Razão, O evangelho segundo a música popular brasileira, Solidão das Lamparinas, Anatomia da razão, Canto razão e "Enluarado ou parcerias frutíferas exemplo "Manhã do século XXI " (Tavares \ Edmilson Costa), Velha calça de xadrez ( Tavares, Josias Sobrinho e Éden Bentes), No batuque do coração (Tavares  Luiz Carlos Bahia) regravações elogiadíssimas como "Pequeno concerto que virou canção" (Geraldo Vandré), o Ciúme (Caetano Veloso ...) entre outras onde ele evoca mitos, liberdade, deuses que permeiam o universo do poeta cantador. (Formas&Meios).


Contato para shows


55 11\ 9847-9789

55 11\ 2848-3230


Francisco Martins

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 19:06  comentar

 


 

QUEM SOMOS / MISSÃO:


A Agência Brasileira de Apoio à   Cultura, mais conhecida pela sigla  ABAC é uma instituição do terceiro setor sem fins lucrativos, cujas ações estão voltadas ao fomento, difusão e apoio a cultura brasileira, gerando através de seus projetos   e  ações um  ambiente propicio a capacitação e prospecção de negócios para os profissionais  envolvidos na area bem como para a sustentabilidade econômica do setor.

SOBRE O  CONCURSO:                                                                                                                                                                                                                                                                                               
O Concurso OVO ARTE , trata-se de um projeto idealizado pela ABAC com o intuito de aprimorar e promover a capacidade criativa de artistas, artesãos,  designers e escultores, propiciando aos mesmos  visibilidade para o  seu talento e o resultado do mesmo.

O Concurso OVO ARTE traz de  volta ao publico apaixonado em arte conhecer as mais diversas formas encontradas por artistas para materializar seu talento em formas arrojadas utilizando como mátria prima o inusitado ovo de avestruz.
O Concurso conta com o apoio da  ACAB – ASSOCIAÇÃO  DOS CRIADORES DE AVESTRUZ DO BRASIL ,  e do Senhor MANUEL ASSUNÇÃO PIVETA  criador do animal no Brasil,  a parceria foi orquestrada pelo presidente da entidade o Senhor  STEFANO VOLPI .

TEMA 2012:

O  Concurso em 2012 terá como tema “EVOLUÇÃO princípio, meio e  fim”. A escolha do tema  em  questão evoca a perspectiva individual de cada artista a respeito do quadro evolutivo na  terra e suas consequências e ainda pleiteia aguçar  a imaginação para o que está por vir. Será sem duvida uma viagem nunca antes imaginada, nem mesmo  por CHARLES DARWIN o pai da teoria da  evolução.

QUEM PODE PARTICIPAR  DO CONCURSO:

Esculores, artistas, artesãos, e profissionais envolvidos com o setor cultural, bem como estudantes  dos cursos de artes e design de escolas e universidades.

ROTEIRO DO CONCURSO:
A  Abertura oficial das inscrições e apresentação do MASCOTE do Concurso será na MEGA ARTESANAL  o maior evento da  América latina do setor, é realizado em São Paulo entre os dias 26 de junho a 01 de julho no centro de  exposições  do imigrantes (WWW.megaartesanal.com.br  ) , após o evento as inscrições poderão ser feitas pelo site do concurso  até o dia 10 de outubro.
A recepção das obras será de 15  de outubro a 05 de Novembro em São Paulo na sede da instituição ou local  por ela  indicado.

Todas as peças recepcionadas até esta data  participarão da EXPOSIÇÃO que será realizada na  cidade de  campinas durante o evento  CAMPINAS PATCH WORK SHOW que será realizado entre os dias 21  a  24 de novembro.

Durante a  EXPOSIÇÃO serão  conhecidos as obras que concorrerão ao concurso  através de voto popular e as 05 obras premiadas serão selecionadas entre as escolhidas em voto popular por uma comissão julgadora de  07 membros formada por empresários, artistas e profissionais do setor. As  05 obras vencedoras receberão prêmios em dinheiro e produtos previamente estabelecidos em regulamento do concurso que será publicado no site do mesmo.
 
Após a  finalização do evento todas as  peças passam a fazer parte do acervo cultural  da instituição e circularão em exposições que serão realizadas em outras datas  e  locais   a  serem definidas , e em todas as peças constarão a autoria  e ficha técnica da obra.

SOBRE O MASCOTE DO CONCURSO:

O Artista plástico e cenógrafo baiano JONIELSON ARAUJO  criou e doou uma escultura de avestruz  estilizada em  tamanho natural e  tridimensional fazendo a mesma parte do acervo da instituição e participará de todas as campanhas publicas para divulgação do concurso.
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 19:00  comentar

Junho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
15
16

22
23

24
25
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds