Revelando, imortalizando histórias e talentos
31.7.12

Maurício Cardim fotografa profissionalmente Minas Gerais há mais de 15 anos, sempre retratando as cidades com muito entusiasmo.






Foto: Maurício Cardim



SETE LAGOAS (MG) BRASIL - Até o momento, são 147 munícipios mineiros fotografados e possui centenas de cartões-postais lançados através de uma editora paulistana, postais esses das cidades de Ouro Preto, Congonhas, São João Del Rei, Tiradentes, Cambuquira, Caxambu, São Lourenço e outras cidades brasileiras. Sete Lagoas também; porém, através de apoios culturais. "O Brasil sob o Olhar de Mauricio Cardim" é o projeto do fotógrafo baiano com carreira feita em São Paulo, onde viveu durante 33 anos. Há mais de seis anos Cardim fixou residência em Sete Lagoas (MG) e seu projeto com realizações vem ganhando forma a cada dia.


Exposições fotográficas e produção de cartões-postais há 13 anos, é o forte de seu trabalho. As belezas naturais, cidades, igrejas, patrimônios históricos e ferrovias é o que Maurício Cardim gosta mais de fotografar e vem fazendo isso há mais de 30 anos, durante suas jornadas pelo país. "Posso afirmar que estou com um bom material fotográfico de Minas Gerais e outos Estados para a produção de cartões -postais e mostras fotográficas", afirma Mauricio Cardim, esse caçador de imagens.


No momento Cardim está lançando uma série de seis cartões-postais da "Cidade dos Lagos Encantados", postais de Lagoa Paulino, Museu do Ferroviário, Capela de Santa Helena, O Casarão e Museu Histórico Municipal e terá distribuição gratuita.  Sua proposta é a produção de novos cartões-postais. Cardim depende de patrocinadores. Portanto, quem desejar ter seus nomes inseridos no projeto sério e com grande realizações é só contatá-lo, para desenvolver, com ele, uma grande realização ligada à cultura e ao turismo. Os cartões-postais serão distribuidos, essa é a proposta do fotógrafo junto ao seus patrocinadores.


O fotógrafo está com a quinta edição de uma exposição intitulada "Cartões-Postais de Mauricio Cardim", com mais de 120 cartões-postais com imagens de sua autoria, no espaço cultural das Rádios Cultura AM e Musirama FM, na cidade mineira de Sete Lagoas, por tempo indeterminado e tem o apoio da Rede Padrão de Comunicação e Formas & Meios. Essa exposição foi exibida em Belo Horizonte e Três Lagoas (MS), sendo que Cardim pretende levá-la a outros espaços culturais do País.


O renomado fotógrafo Já realizou mais de cem exposições nos mais importantes espaços culturais da capital paulista, interior de São Paulo, Porto Seguro (BA), Montreal, Canadá.


Mais fotos e informações:







EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 08:29  comentar

Linha do metrô de Fortaleza e 386 obras de saneamento estão prontas. No Rio Grande do Sul, Santo Afonso e Rio dos Sinos estão em operação.

 

 

RIO DOS SINOS (RS) BRASIL - A Linha Oeste do metrô de Fortaleza e 386 empreendimentos de saneamento e drenagem foram concluídos, de acordo com o quarto balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). Além disso, as estações Santo Afonso e Rio dos Sinos já estão em operação, finalizando a primeira etapa da expansão do trem que liga São Leopoldo a Novo Hamburgo (RS).

 

A contratação de 3.654 empreendimentos no setor de saneamento entre 2007 e 2009 resultou num total de R$ 24,8 bilhões em investimentos que vão beneficiar 7,7 milhões de famílias. As ações abrangem 1.998 municípios de 26 estados e o Distrito Federal, com execução média de 60%. Desde 2011, foram selecionados 3.537 empreendimentos, com 85% de contratação que somam R$ 9,7 bilhões em novos investimentos. Os benefícios alcançam 3.456 municípios e incluem obras de esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos, saneamento integrado, desenvolvimento institucional e elaboração de projetos.

 

Segurança - A Prevenção em Áreas de Risco é uma ação com 214 empreendimentos para execução de obras de drenagem, contratados entre 2007 e 2009, que totalizam investimentos de R$ 5,2 bilhões e irão beneficiar 2,1 milhões de famílias, em 116 municípios de 18 estados. A execução média nesses empreendimentos é de 47%. Desde 2011 já foram selecionados mais 89 empreendimentos para execução de obras de drenagem, dos quais 99,6% já se encontram contratados, que representam R$ 4,3 bilhões de novos investimentos para a prevenção de enchentes e o controle de inundações em 69 municípios de 18 estados.

 

A partir de 2011, foram selecionados e contratados 117 empreendimentos para contenção de encostas, num total de R$ 595,4 milhões de novos investimentos que beneficiarão 71 municípios de 10 estados.

Pavimentação - Para a execução de obras de pavimentação e qualificação de vias, com recursos do PAC2, foram selecionados 177 municípios. Neste ano, foi anunciada a segunda seleção, que destina R$ 5,8 bilhões para intervenções em áreas de baixa renda e maior adensamento populacional. Estão previstos investimentos, até 2014, de R$ 7,4 bilhões.

 

Mobilidade - As grandes e médias cidades brasileiras recebem investimentos de R$ 32,7 bilhões para melhoria do trânsito via PAC Mobilidade Grande Cidades. São 43 empreendimentos selecionados, com benefícios para 51 municípios. Os recursos vão construir metrôs em Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Fortaleza, Salvador e Região Metropolitana do Rio de Janeiro, além de Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) e corredores de ônibus.

 

Minha Casa, Minha Vida tem R$ 129,3 bilhões em empreendimentos concluídos

 

Os investimentos habitacionais que fazem parte da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2) somam R$ 129,3 bilhões em empreendimentos concluídos desde janeiro de 2011. No Programa Minha Casa, Minha Vida 2 foram contratadas mais de 799 mil unidades habitacionais e 564 obras de urbanização em assentamentos precários foram concluídas.

 

O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo realizou 661 mil contratos para a construção, aquisição ou reforma de moradias (veja gráfico). Foram contratados R$ 108,6 bilhões - 23% a mais que os R$ 88 bilhões previstos para o período. Desde o lançamento da primeira fase do Programa Minha Casa, Minha Vida, 1,8 milhão de casas e apartamentos foram contratados. Desse total, 53% foram concluídas. Até 2014 está prevista a contratação de 2 milhões de moradias.

 

Para beneficiar 1,35 milhão de famílias, foram contratados 3.576 empreendimentos de urbanização de assentamentos precários entre 2007 e 2009, com investimentos de R$ 19 bilhões. A partir de 2011, foram selecionados outros 494 projetos, dos quais 97% já estão contratados. Essas ações representam R$ 9 bilhões de novos investimentos. O total selecionado beneficiará 395 municípios

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 05:54  comentar

Novas usinas do PAC2 geram eletricidade o bastante para atender uma cidade de 6 milhões de habitantes. Plataforma P-59, para perfuração de poços, foi inaugurada / Crédito: MPOG Política de segurança energética dá prioridade a fontes limpas, segindo governo federal.

 

Usina hedrelétrica de Santo Antônio (RO)

 

 

SÃO ROQUE DO PARAGUAÇÚ (BA) - BRASIL - O parque gerador de eletricidade brasileiro aumentou sua capacidade em 3.886 MW, com obras da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), de acordo com o quarto balanço do programa divulgado na quinta-feira (26). A ampliação é suficiente para atender uma cidade de 6 milhões de habitantes.

A política brasileira de expansão da oferta de eletricidade visa garantir o consumo industrial e doméstico necessário para manter o crescimento da economia. Ao mesmo tempo, é dada prioridade para energias limpas e renováveis. Desde o início de 2011, com R$ 55,1 bilhões investidos, o parque gerador brasileiro aumentou sua capacidade e tem grandes projetos em andamento. Em Santo Antônio, quatro turbinas que somam 265 MW entraram em ação.

 

Estão prontas as usinas hidrelétricas (UHE) Passo São João, no Rio Grande do Sul (77 MW), a de Estreito (1.087 MW) e a de Dardanelos (261 MW). Além de 16 usinas eólicas (UEE) com capacidade instalada de 390 MW, entrou também em operação a Usina Termelétrica (UTE) Luiz Carlos Prestes, no Mato Grosso (127,5 MW).

 

Transmissão - A Linha de Cuiabá a Rio Verde (GO) está concluída e tem 600 quilômetros de extensão. Para levar a energia aos mercados consumidores e interligar o Sistema Nacional de Distribuição de Energia chegando aos complexos industriais e áreas rurais, o PAC2 prevê investimento de R$ 31 bilhões até 2014. Desde janeiro de 2011, foram concluídas 14 Linhas de Transmissão (LT), totalizando 2.669 km de extensão. Atualmente, 24 linhas de transmissão estão em obras totalizando 10.212 km. Em 2012, três leilões viabilizaram a concessão de 2.625 km de novas linhas de transmissão, com investimento de R$ 3,9 bilhões.

 

Obras - Outras obras em andamento aumentarão em 27.358 MW a capacidade de geração de energia. A hidrelétrica de Simplício (MG/RJ) está com 90% das obras concluídas. Com capacidade de produção de 300 MW, o empreendimento da UHE Colíder, no Mato Grosso, já está 51% executado. A UHE de Jirau (3.750 MW), em Rondônia, apresenta 75% das obras concluídas e a UHE de Belo Monte (11.233 MW), no Pará, alcançou 9% de execução.

 

Busca por petróleo abre 321 poços

 

Até abril deste ano, também foram iniciados 321 poços exploratórios, sendo 161 em mar e 160 em terra. Desses, 203 já foram concluídos. Para manter esse esforço de procura por jazidas, foi inaugurada a plataforma da Petrobras P-59, que irá perfurar poços em toda a costa brasileira. De acordo com o relatório do PAC2, desde o início de 2011, o Brasil obteve descobertas importantes em relação ao Pré-sal, com destaque para as novas áreas na bacia de Campos e no Nordeste de Tupi, no Rio de Janeiro, e em Sapinhoá (SP). No Pós-sal, descobertas como as da bacia do Solimões, no Amazonas, do campo de Voador (RJ) e no poço de Patola (SP).

 

Além da P-59, inaugurada em São Roque do Paraguaçu (BA), foi feito o encaixe da parte superior da plataforma P-55 com a sua base no Rio Grande do Sul. Essa é primeira vez que o procedimento, dentro de um dique seco, foi feito no Brasil. Metade das obras da refinaria Abreu e Lima (PE) foi concluída. Depois de pronta, ela terá capacidade para 230 mil barris por dia.

 

Está sendo feita a terraplanagem da refinaria Premium I (MA) e da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados V, em Uberaba (MG). Foram contratadas a construção e a montagem da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III, em Três Lagoas (MS), e foi concluída a Unidade de Tratamento de Gás de Caraguatatuba. FONTES: Secom \ Formas&Meios

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 05:52  comentar

Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15




SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds