Revelando, imortalizando histórias e talentos
6.10.12

Veículos terão chip para identificação automática

A partir de janeiro, cada veículo que circular pelas ruas e estradas brasileiras poderá ser identificado por um sistema automático.
Foto: Centro Von Broun
BRASÍLIA (DF) BRASIL - Informações como placa e categoria do veículo estarão armazenadas num microchip fixado no para-brisa e serão captadas pelas antenas da rede de controle operada pelas autoridades de trânsito. Essa tecnologia foi desenvolvida pelo Centro de Pesquisas Avançadas Werner von Braun, com financiamento conjunto dos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e das Cidades (MCidades), no valor de R$ 5 milhões. A implantação do Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav) será gradativa, até junho de 2014.
 
O protótipo que embasa o funcionamento do sistema foi desenvolvido a partir dos requisitos técnicos definidos pelo grupo de trabalho interministerial que trata do assunto (GTI-Siniav) e publicados na Resolução 212/06 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que previa um processo de identificação automática baseado na tecnologia de radiofrequência (RFID). As especificações foram atualizadas em agosto pela Resolução 412/12. O mecanismo funciona por meio da emissão de sinal de um chip de aproximadamente 1 milímetro quadrado, que integra uma pequena placa eletrônica (tag) a ser instalada no para-brisa. O sinal é captado por antenas espalhadas nas cidades e rodovias, possibilitando o controle do tráfego.
 
Cessão de patente
A propriedade da patente do dispositivo foi cedida pela instituição ao Denatran, que custeou o pedido de registro no Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI/MDIC). Segundo o diretor do Centro von Braun, Dario Thober, a doação ocorreu com objetivo de proteger os conceitos do mecanismo, dando oportunidade de produção a qualquer empresa interessada.
 
A instalação das tags caberá ao respectivo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no licenciamento dos veículos ou, no caso dos que serão produzidos a partir de janeiro, ao fabricante. Além de placa e categoria, as informações obrigatórias serão: número de série do chip, espécie e tipo do veículo. O serviço prevê a confidencialidade das informações relacionadas ao proprietário, às quais terão acesso – mediante consentimento – apenas empresas aprovadas e associadas ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT).
Múltiplas funções
Além de facilitar o controle do transporte, a plataforma tecnológica com RFID pode ser útil a empresas prestadoras de serviços. Entre os benefícios, o sistema permite localizar um veículo que tenha sido furtado, associá-lo ao proprietário, evitando clonagens, e relacionar serviços públicos e privados à placa eletrônica correspondente ao automóvel. A tecnologia de automação será interligada ao Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) para cruzamento dos dados relativos ao veículo e às obrigações do proprietário, como o licenciamento, possibilitando maior eficiência na fiscalização do tráfego.
 
------------------------------------------------------
 

Museu Emílio Goeldi: Feira livro Frankfurt

Como integrante da Associação Brasileira de Editoras Universitárias (Abeu), o Núcleo Editorial do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG/MCTI) participa pela primeira vez da Feira do Livro de Frankfurt, com quatro publicações selecionadas na 22ª Bienal do Livro em São Paulo.
O encontro na Alemanha, considerado o maior do gênero, dá oportunidade a editoras brasileiras de negociar seus títulos com o restante do mundo. É realizado desde 1949 e reúne, a cada ano, a produção editorial de representantes de todos os continentes. Entre a quarta-feira (10) e o dia 14, a feira abriga mais de 7 mil expositores de mais de 100 países e realiza 3 mil eventos paralelos.
Serão divulgados na feira os livros Ecossistemas Amazônicos: Dinâmicas, Impactos e Valorização dos Recursos Naturais, de Amilcar Mendes, Maria Thereza Prost e Edna Castro; Desenvolvimento Sustentável e Sociedades na Amazônia, de Roberto Araújo e Philippe Léna; Ka'apor Ma'e Panu Ha Ke: A Palavra dos Moradores da Mata: Narrativas Tradicionais do Povo Indígena Ka'apor, de Claudia Lópes Garcez; e Educação Patrimonial e Arqueologia na Floresta, de Janice Lima.

Maior acervo nacional em seu perfil, a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) completa dez anos de serviço à comunidade.
A sua criação foi a primeira iniciativa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict/MCTI) relacionada ao movimento de acesso aberto à informação científica.
A BDTD alcançou recentemente a marca de 200 mil teses e dissertações e se prepara para uma modernização na estrutura. Considerada pelo site da Networked Digital Library of Theses and Dissertations (NDLTD) como a segunda maior base de dados do mundo e a primeira em acervo local, a BDTD resulta do esforço de 96 instituições de ensino e pesquisa que atuam para maior visibilidade à produção científica brasileira.
Os trabalhos de revisão do padrão dos metadados da base e a modernização do software, disponibilizado para a criação de bibliotecas digitais de teses e dissertações locais, já estão em curso, mas ainda passarão por algumas etapas de validação. De acordo com a coordenadora técnica do Laboratório de Metodologias de Tratamento e Disseminação de Informação do instituto, Bianca Amaro, as instituições de ensino e pesquisa contarão com produtos mais atualizados e treinamento para sua utilização tão logo o novo software seja disponibilizado.

Serão quatro dias de feira com novidades, tendências e soluções técnicas para o setor de paisagismo, jardinagem, lazer e floricultura, atraindo mais de 30 mil compradores profissionais.
A FiaFlora Expogarden, que acontece de 06 a 09/outubro (sáb. a 3ª feira) no Pavilhão de Exposições do Anhembi, contará com a participação de cerca de 200 expositores nacionais e internacionais.
Negócios, networking, abertura de novos mercados e eventos paralelamente à feira: Congresso Brasileiro de Paisagismo, Mostra de Paisagismo, Espaço Natureza Viva e Fórum Nacional de Oportunidades Comerciais.  E também painéis e mesa redonda com a participação dos mais renomados profissionais do segmento: arquitetos, paisagistas, engenheiros agrônomos, designers, etc.
Serviço
Data:
06 a 09/out/12 (sáb. a 3ª feira)
Horário: s 13h às 21h
Local: ANHEMBI PARQUE - São Paulo
Pavilhão de Exposições
Av. Olavo Fontoura, 1209
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:29  comentar

Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

17

22
24
25

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds