Revelando, imortalizando histórias e talentos
26.2.13

Morre Richard Briers: astro inglês de TV e cinema

Conhecido também como ator 'boa vida' Richard Briers, devido uma de suas personagens marcantes para TV inglesa, Briers morre aos 79 anos. Segundo seu agente, Christopher Farrar, o ator morreu em paz no seu lar, de enfisema pulmonar.
Richard Briers and Raquel Welch in Fathom
Raquel Welsh e Briers, atuaram bastante juntos
Nos anos 1970s estrelou sitcom na BBC (The Good Life) ao lado da atriz Felicity Kendal, onde interpretavam um casal sofistcado.


Briers também estrelou outras séries britânicas de grande sucesso como Marriage Lines, Ever Decreasing Circles, Monarch Of The Glen, Doctor Who e Torchwood. Nos anos 80, Run For Your Wife, baseada no conto de Ray Cooney stage farce.


Richard Briers nasceu em Londres, em 14 de janeiro de 1934, sua mãe era professora de música, e incentivado por ela Briers foi estudar arte dramática, na Royal Academy of Dramatic Art,em 1956. Sua primeira aparição se deu dois anos depois no West End, em Gilt And Gingerbread.
Briers com De Niro na assutadora adaptação de Frankenstein, por
Kenneth Branagh
 
Trabalhou no filme Henrique V, onde interpretou personagem Bardolph in Henry V (1989), viveu Stephen Fry's na comédia de Peter's Friends (1992), interpretou Don Leonato em Much Ado About Nothing (1993 - Muito Barulho por Nada), foi o avô cego contracenando com Robert De Niro, na assustadora adaptação de Kenneth Branagh para Frankenstein (1994), de Mary Shelley. Sua última aparição em filmes foi na comédia britânica Cockneys versus Zombies. O ator era casado com a atriz Anne Davies desde 1956 e tiveram duas filhas. (Fram Martins - em memória de Fausto Visconde).
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:59  ver comentários (1) comentar

O mais importante prêmio do cinema mundial, o Oscar, premiou os melhores trabalhos com a cobiçada estatueta na madrugada de domingo para segunda-feira, 25. Os resultados foram praticamente os esperados. As indicações exageradas não se cumpriram. A surpresa aconteceu apenas para Melhor Diretor.

Foto: Luiz Mendes\AgênciaFM
A cerimônia começa com um número musical hilário onde o Capitão Kirk, interpretado por William Shatner, entra em cena para dizer que MacFarlane - apresentador, estava estragando a apresentação. O anfitrião começa, então, uma número de musical em que ele cita os filmes em que várias atrizes mostraram seios.
 
In Memoriam
 
Na verdade, a melhor parte do Oscar é In Memoriam, onde prestam uma homenagem a todas as categorias que atuam na área cinematográfica. Entre os quais Ernest Bornigne, Charles Durning, Celeste Holme, Jack Klugman, Marvin Hamlish (compositor) e Michael Clark Duncan entre outros. Segundo estimativa, 500 pessoas importantes ligadas ao cinema morreram no ano de 2012.
 

 
Destaques
 
O elenco do filme Les Miserables que já havia cantado ao vivo durante a gravação, apareceram no palco para interpretar a canção "Sundelly" feita especialmente para o filme, pois não consta na peça teatral. Foi um deslumbre de vozes: tenor, baritôno, soprano ligeira e pop. Quem sabe, sabe.
 
Bárbra Streisand,71, volta a aparecer na cerimônia para cantar uma de suas canções.
Adele, impecável na música tema de James Bond "Skyfall", mostrou como se canta. A canção venceu o Oscar de Melhor canção original por "Skyfall", de "007.
 
Halle Berry apresentou um vídeo em homenagem aos 50 anos de James Bond, com as cenas e músicas dos vários filmes já feitos até hoje. Logo após, a cantora Shirley Bassey interpretou a canção Goldfinger, do filme de 1964.
 
Melhor Filme: Argo (de Ben Affleck)
Melhor Atriz: Jenniffer Lawrence (Lado bom da vida)
Melhor Ator: Daniel Day-Lewis pelo filme Lincoln (3* Oscar)
Melhor Diretor: Ang Lee (As Aventuras de Pi)
Melhor Filme Estrangeiro: Amour, de Michael Heneke
Melhor Atriz Coadjuvante: Anne Hathaway (Les Miserables)
Melhor Ator Coadjuvante: Christoph Waltz (Histórias Cruzadas)
Melhor Documentário: "Searching for a Sugar Man"
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:56  ver comentários (1) comentar

Morre o quase 5* Beatle

Chamado de o 5* Beatle e mentor Tony Sheridan morre aos 72 anos, dia 16 de fevereiro, em Hamburgo.

Tony Sheridan
Sheridan no aniversário de 50 anos do
tradicional Star Club, Hamburgo

Sheridan foi um grande colaborador da banda de Liverpool logo no início de carreira. Ringo Star foi o primeiro que prestou tributo à família do parceiro falecido. Starr escreveu em seu twitter " Adeus, Tony... foi um grande mês aquele de 1960", você foi grande".  O produtor Brian Epstein pediu uma de suas composições emprestada com a promessa de transformá-lo no quinto Beatle, ficou na promessa.
A participação dele aconteceu quando ainda eles eram os Silver Beatles, principalmente nas apresentações em Hamburgo, nos com Sheridan nos backing da banda. Com a fama repentina do 'fab four', depois tocariam juntos em My Boonie, sucesso até nos EUA.
Em 1961, lançado por Bert Kaempfer, Tony lançou seu primeiro disco pela Polydor como The Beat Brothers. Neste mesmo ano, os 'jovens' Beatles, voltam tocar na Alemanha, e contam com o suporte de Tony Sheridan, o memso aconetceria em 1962, em show no tradicional Star Club, de Hamburgo.
Sir Paul McCartney escreveu em seu web site "Tony era um bom rapaz, trabalhou com a gente regularmente no início de nossa carreira, eu particularmente admirava seu estilo. Ele fará falta".
O cantor e compositor chegou a colocar algumas canções no Top 10 na Alemanha ' Let's Slop and Skinny Minnie' e com o Fab Four's seu sucesso foi My Bonnie, bem executada na Grã-bretanha e nos Estados Unidos. Tony era viúvo, sua terceira esposa, Anna Sievers, morreu de câncer em 2011. (Francisco Martins ). Mais sobre Martins: www.jornalistafranciscomartins.blogspot.com
 
 
 
 
 
 
-------------------------------------------------
 

Morre Reg Presley,a estrela selvagem

O vocalista e líder da banda de rock The Troggs, morre aos 71 anos. A banda foi uma das bandeiras do british rock dos anos 60. Reg morreu em sua casa, em Hampshire, ao lado de sua esposa Brenda e família, segundo Karen, irmã do cantor.
Troggs frontman Reg Presley has reportedly died following a battle with lung cancer
Foto: AgênciaFM
HAMPSHIRE, INGLATERRA - The Trogs teve um grande número de hits exemplo ''Wild Thing" (de Chip Taylor) e  Love Is All Around', regravada também com sucesso nos anos  1990 pelo grupo Wet Wet Wet. Presley anunciou sua retirada da música alguns anos atrás durante um concerto na Alemanha, quando diagnosticado com câncer.
Nascido em Andover, Hampshire, formou a banda no início dos anos 1960. Caíram no gosto dos fãs com  "With A Girl Like You",  "I Can't Control Myself". Em 1967, o  hit "Love Is All "Around, foi regravado também por Wet Wet Wet, levando a canção ao número um no Reino Unido durante quinze semanas, 27 anos depois de sua gravação pelo The Troggs.
 
Com a versão de Wet Wet Wet, para a música, levou-a a trilha do filme Quatro Casamentos e um Funeral. Em 2002, Reg Presley publicou o livro Wild Things They Don't Tell Us, sobre paranormalidade. (FraMartins). www.jornalistafranciscomartins.blogspot.com
 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 00:52  comentar

Fevereiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

17
21
23

24
25
27


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds