Revelando, imortalizando histórias e talentos
26.7.13

23 milhões prevenir câncer de útero






Mais de R$ 23 milhões serão investidos em medidas de prevenção ao câncer de colo do útero. Segundo governo, os recursos serão disponibilizados pelo Ministério da Saúde e aplicados para aperfeiçoar exames.





BRASÍLIA (D.F.) BRASIL - Para melhorar a qualidade dos exames de prevenção ao câncer de colo de útero (citopatologia – mais conhecido como Papanicolau) entre mulheres de 25 a 64 anos, faixa etária em que a ocorrência das lesões é maior, o Ministério da Saúde lança a Qualificação Nacional em Citopatologia (QualiCito). A iniciativa garantirá o acesso ao exame preventivo com qualidade, além de aperfeiçoar o diagnóstico e o tratamento das lesões que podem originar o câncer de colo do útero. Mais de R$ 23 milhões serão investidos na QualiCito até 2014.


Além da melhoria da qualidade dos exames citopatológicos oferecidos à população, o Ministério da Saúde irá aprimorar a infraestrutura dos laboratórios públicos e privados que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS) e monitorar os indicadores de qualidade.


Balanço de exames


Em 2012, 10,9 milhões de exames citopatológicos foram realizados no âmbito do SUS, sendo 8,5 milhões na faixa prioritária (25 a 64 anos). Desde 2010, o Ministério da Saúde já investiu R$ 223,5 milhões nessa ação.


Para o ano de 2012, o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva estimou a incidência de 17.540 novos casos de câncer do colo de útero no Brasil, com um risco estimado de 17 casos a cada 100 mil mulheres. Sem considerar os tumores da pele (não melanoma), o câncer do colo do útero é o mais incidente nas regiões Centro-Oeste (28/100 mil) e Norte (24/100 mil), seguidas por Nordeste (18/100 mil), Sudeste (15/100 mil) e, por fim, a região Sul (14/100 mil).



 

---------------------------------------

 


Convênio garante ações em Museus PR






Convênio garante ações do programa Museus Paraná em S. J. dos Pinhais




SÃO JOSÉ DOS PINHAIS (PR) BRASIL - O secretário de Estado da Cultura, Paulino Viapiana, e o secretário municipal de Cultura de São José dos Pinhais, Amarildo Rosa, assinaram nesta segunda-feira (22) acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento das ações do Programa Museus Paraná no município.


O convênio foi oficialmente assinado, mas as ações do Governo do Estado já estão sendo realizadas há um ano, assim como ocorre em Toledo, Cascavel, Londrina, Irati e Guaíra. Desde julho do ano passado até agora, foram realizadas 34 exposições itinerantes em 26 cidades, atraindo um público total de aproximadamente 18 mil pessoas. A meta é que até 2014, quase 100% dos acervos dos museus paranaenses estejam cadastrados no Pergamum Museus, software lançado no ano passado que permite a catalogação dos acervos dos museus, incluindo suas bibliotecas. Assim, qualquer pessoa poderá consultar o acervo, que será totalmente digitalizado.


Nos museus administrados pelo Governo do Estado este trabalho já começou. É possível conhecer pelo site www.memoria.pr.gov.br o acervo catalogado até então. “Para um sistema estadual, isso é algo inédito no país”, diz a gestora museológica da Secretaria de Estado da Cultura, Karina Muniz.



EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:54  comentar

Julho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
18
19

21
23
25

28
29


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds