Revelando, imortalizando histórias e talentos
5.3.14

Reencontro entre Sidney Magal e Raimundo José

 

Sidney Magal e Raimundo José não são somente grandes intérpretes, mas também grandes amigos. Este abraço deu-se no aniversário de uma das lendas vivas da canção brasileira, Cauby Peixoto, em Mauá, grande São Paulo.

 

Raimundo José e Sidney Magal/

Acervo dos artistas

 SÃO PAULO (SP) BRASIL - Sidney Magal é um cantor e ator brasileiro. Deu seus primeiros passos em programas infantis de televisão, depois passou a cantar na noite, em casas noturnas e boates onde fez muitas amizades entre as quais Raimundo José. Descoberto pelo empresário Roberto Livi, apareceu na mídia nos  anos 70 como um cantor de músicas românticas e sensuais, uma espécie de Sandro, ídolo na Argentina e México. Seu primeiro sucesso foi um compacto com a sugestiva música "Se Te Agarro Com Outro Te Mato" (provavelmente se fizesse isso hoje seria morto pelas feministas ou no mínimo processado).  EDITORIAS: atualidades, discos&shows

 

Arcangelo Ianelli - pintor

 

 

Desde cedo iniciou-se no desenho para mais adiante, em 1940, dedicar-se a estudos de pintura, mural e afresco. Entre 1940 e 1960, desenvolveu uma pintura figurativa. Passou por lenta evolução e por diferentes fases, iniciando a abstração a partir de 1961.

 

 

Durante os anos de 1966 e 1967 vai para Europa em razão do Prêmio de Viagem ao Exterior. Participou ativamente do movimento artístico brasileiro como expositor, membro de júri, de comissões organizadoras de certames artísticos. A partir de 1974, quando realizou em São Paulo um mural em concreto de 20 metros de extensão começou a trabalhar em maquetes para esculturas em mármore e madeira. http://formasemeios.blogs.sapo.pt/?skip=1&tag=artes+pl%C3%A1sticas

 

 

Carta do artista gráfico Miran, destinada ao amigo Grasseti é encontrada em São Paulo

 

 

SÃO PAULO (SP) BRASIL - Oswaldo Miranda, mais conhecido como Miran, é designer gráfico brasileiro de Paranaguá, Paraná, diretor de arte, ilustrador, calígrafo, cartunista e editor. É um dos mais destacados designers brasileiros e editor da Revista Gráfica. Começou sua carreira ainda nos anos 1970, trabalhando como diretor de arte em “O Raposa” (70 e 81 a 83), encarte do jornal Diário do Paraná.

 

http://formasemeios.blogs.sapo.pt/carta-de-miran-ao-amigo-grasseti-1421303

  

                            FORMAS & MEIOS: APOIO MASTERemec

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:18  comentar

Suposto jornalista Celso Mazzieri,45 anos, prometia mundos e fundos para transar com menores. Celso era  aquele tipo de homossexual escroto, um Clodovil mal sucedido.

 

O corpo do suposto jornalista Celso Mazzieri foi encontrado nesta quarta-feira, 5, em uma estrada vicinal que leva ao município de Sorocaba, interior do Estado de São Paulo. Celso Mazzieri desapareceu na sexta-feira, 28 de fevereiro, quando viajou da capital paulistana para a cidade de Porto Feliz. "Estou saindo para namorar muito", teria dito Mazzieri a apresentadora Nani Venâncio, cujo programa seria dirigido por ele, Celso. 

 

O relacionamento homoafetivo entre Celso Mazieri, 45 anos, e um rapaz de 17 anos, quem chamaremos de "K". Mas, Celso mantinha relacionamento homossexual com  outros menores (de 15 a 16 anos) para quem prometia colocá-los na carreira televisiva. Com o passar do tempo Mazzieri não cumpria suas promessas, então, isto teria sido o motivador do bárbaro assassinato. Havia um grande comprometimento entre o suposto jornalista e o menor de idade: fotos na frente e dentro do carro, fotos dentro do quarto por exemplo eram publicadas no perfil do face. Segundo uma figurante de televisão, Mari Silva, Mazzieri estava pré-disposto a terminar o romance com "K", um sujeitinho sem nenhuma passagem na polícia ou Conselho Tutelar. Pensando ser esclarecida, a dublê de apresentadora Nani Venâncio mentiu: na terça-feira, 4, ela declarou ao José Luiz Datena onde afirmou saber que "K" era menor de idade. Já na entrevista oportunista ela negou que soubesse da idade do namorado de Celso, o "K". "Estou assustada de morar no Brasil", disse Venâncio. Bela, tá cansado daqui, faça um favor: pega um asa dura with no return. 

 

A vida é maior que tudo

 

Pouco importa se quem morreu foi um jornalista, um cantor, um médico ou um coletor de lixo. O que conta é a vida do ser humano e, estas bárbaries precisam ter fim, sim. Entretanto, não se pode pintar os menores de satanazes enquanto fazem de um pedófilo, Celso Mazieri, uma Madre Teresa de Calcutá. Sem dúvida ele recebeu a pena máxima, que foi sua morte de forma bárbara: enforcamento e jogado no canavial com as mãos amarradas para trás. Este é apenas um ponto de vista. Mas, isso não quer dizer que não possa responder pelo crime de Corrupção de menor e até pedofilia. Vale ressaltar que, os garotos ficaram revoltados com Mazieri, produtor do programa de Petrúcio Melo na Rede Brasil de Televisão, pelas promessas não cumpridas exemplo colocá-los na carreira artística. Não que isso justificasse qualquer tipo de crime. Então, "K" tramou com outros dois menores o assassinato dele. 

 

A moeda tem duas faces

 

Enquanto os famigerados torturadores psicológicos e social José Luiz Datena (Brasil Urgente" na Band e Marcelo Resende (Cidade Alerta), Rede Record, buscam apenas por pontos no Ibope, colocando à mesa apenas uma das versões (aquela que tem maioria) ou seja, o falecido como vítima absoluta. Assim, os apresentadores não buscam por um país honesto e justo. Querem que a justiça feche os olhos ao crime cometido por Mazzieri, somente porque ele morreu. Aliás, vale ressaltar que a tal família Mazzieri é qualquer nota, verbalização zero à esquerda. 

 

Que fique bem claro, nada justifica a morte de quem quer que seja, mas o suposto jornalista procurou esta morte, foi vítima das armadilhas que fez para satisfazer seu apetite sexual com menores.  sexuais. Caso sejam os rapazes condenados, não será justa a condenação se Celso Mazzieri não receber uma condenação pós morte. À luz da lei, ele praticava a corrupção de menores. Isso é crime tipificado no Código Penal Brasileiro. Não existe relacionamento legal entre um adulto e um menor de idade, ponto final. O que fica explicitado, então, o descaso, é a certeza de impunidade de Celso Mazzieri. Os jovens infratores foram recolhidos à Fundação Casa de Sorocaba, cuja pena começa em data supra. Pra finalizar, Mazzieri só se safará da acusão de corrupção de menor se o delegado do caso arregar. (Francisco Martins). 

 

 

 

Sobre Martins:

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 23:13  comentar

Março 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
15

20

23
24

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds