Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.5.17

 

O ator britânico Roger Moore, que ficou famoso internacionalmente por interpretar um dos melhores Bond de todos os tempo, o morreu nesta terça-feira,23, aos 89 anos, informou a família na conta oficial do ator no Twitter. Os familiares informaram que ele morreu de câncer, na Suíça. 

 

Sir Roger George Moore, KBE, célebre por interpretar James Bond por sete vezes no cinema, nasceu em 14 de outubro de 1927, em Stockwell, Londres, Reino Unido. Moore tinha a estatura exata da personagem James Bond, ou seja media 1,85 m. Roger Moore se despediu do personagem em 1985, com “A View to a Kill (Na Mira dos Assassinos)”.

 

Eterno "007"

 

A carreira como James Bond começou em 1973, no filme “Só Viva e Deixe Morrer”. Moore tinha a árdua missão de substituir Sean Connery, que encarnou o espião por quase uma década. Embora tenha dezenas de filmes no currículo, Moore era tratado como "eterno 007".

 

Moore interpretou o 007 em sete filmes e foi o ator a encenar o agente secreto por mais tempo: durante 12 anos. Após “Live and Let Die (Só Viva e Deixe Morrer)”, veio a repetição do personagem em “The Man with the Golden Gun (007 contra o Homem com a Pistola de Ouro”, em 1974; “The Spy Who Loved Me (O Espião que me amava)”, de 1977; “Moonraker (007 contra o Foguete da Morte)”, de 1979; e “For Your Eyes Only (007 - Somente para Seus Olhos), de 1981.

 

Estava casado com Kristina Tholstrup (desde 2002), e tem uma filha Deborah Moore e dois filhos: Geoffrey Moore, Christian Moore. (Formas&Meios). 

 

 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:54  comentar

 

Foto: Acácio Pinheiro

O ministro Roberto freire foi exoneração do posto de ministro da Cultura. Durante os seis meses em que esteve à frente do Ministério da Cultura, Brasil, (MinC), Freire implantou medidas importantes para aumentar a transparência da pasta, melhorar a eficiência da gestão e descentralizar o fomento cultural. 

 

Mesmo sendo exonerado, o governo ressalta "Merecem destaque ainda o incentivo à leitura por meio de apoio a 11 feiras literárias e a criação do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura Infanto-Juvenil, em parceria com o governo português; o lançamento dos dois primeiros volumes do Atlas Econômico da Cultura Brasileira; a retomada de projetos culturais emblemáticos, como Pixinguinha e Mambembão; além de editais de premiação a produções culturais nos campos do audiovisual e culturas populares". Estranho. 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:51  comentar

Maio 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
17
20

25
26

28


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds