Revelando, imortalizando histórias e talentos
21.9.17

'Carolina Maria de Jesus – Diário de Bitita', inspirado na vida e obra da autora mineira, fica em cartaz até 1º de outubro, de quarta a domingo, às 19h30. 

Atriz Andréia Ribeiro 

Foto: Nilse Martins

 

Recorde de público nos espaços onde se apresentou, o espetáculo Carolina Maria de Jesus – Diário de Bitita chega ao Teatro Dulcina, no Centro do Rio de Janeiro. Interpretado pela atriz Andréia Ribeiro, o monólogo leva ao público a história e a obra da escritora mineira que, para sustentar a família, catava papel nas ruas de São Paulo e registrava em diários a sua dura realidade. A temporada vai até 1º de outubro, de quarta a domingo, às 19h30, com ingressos a R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

 

A peça, em cartaz no Dulcina, é uma adaptação de outro livro de Carolina Maria de Jesus, Diário de Bitita, publicado após a sua morte. A montagem segue o fluxo de memória da escritora, conjugando a irreverência poética do olhar infantil sobre o mundo e a amargura de quem já sofreu muito na vida. No espetáculo, passado e presente se misturam para contar uma história fantástica de superação e resiliência. A adaptação e a direção da peça são de Ramon Botelho.

 

Sobre Andréia Ribeiro

 

Atriz formada pela CAL (Casa das Artes de Laranjeiras) e bailarina em dança contemporânea na Escola Angel Vianna, possui pós-graduação em Preparação Corporal nas Artes Cênicas – Escola Angel Vianna e é bacharel em Comunicação Social – Relações Públicas. É também diretora da empresa Casa Forte Produções Culturais e Esportivas.

 

Seus trabalhos em teatro: atriz, pesquisadora e produtora do espetáculo teatral Carolina Maria de Jesus – Diário de Bitita (2015/ 2016); atriz, pesquisadora e produtora do espetáculo Memorial (2007 a 2009); Fuga (2007); O Impulso que me Move – teatro e dança em 2006,

 

 

erviço

 

Carolina Maria de Jesus – Diário de Bitita

Com Andréia Ribeiro

Adaptação e direção: Ramon Botelho

Até 1º de outubro

Quarta-feira a domingo, às 19h30

Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Teatro Dulcina

Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, Rio de Janeiro (RJ)

Telefone: (21) 2240-4879

 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 14:07  comentar

Novas obras de Banksy marcam exposição de Basquiat em Londres, Inglaterra. 

 

O artista de rua britânico Banksy tem mais obras no Barbican Centre, em Londres, que marca uma exibição de obras de Jean-Michel Basquiat, um artista norte-americano que alcançou fama no cenári de grafite de Nova Iorque. Um dos murais tece referência a obra do norte-americano Basquiat de 1982 “Boy and Dog in a Johnnypump”, onde mostra um menino sendo revistado por policiais.

 

Já o segundo mural mostra pessoas fazendo fila para andar em uma roda gigante cujos carros têm a forma de coroas, em uma referência à obra de Basquiat “Crown”, de 1983.

 

“Basquiat: Boom for Real” é a primeira exposição britânica de larga escala do trabalho do artista, que teve uma ascensão meteórica em Nova York nos anos 1980 e morreu aos 27 anos por uma overdose de drogas. Uma pintura de uma caveira feita por Basquiat em 1982 foi vendida por 110,5 milhões de dólares em maio.

 

Banksy, consegue martér sua identidade em segredo, sempre gerando expeculações sobre sua figura, ganhou destaque  na arte de rua em 1990, na cidade inglesa de Bristol. Suas obras, geralmente estampadas nas paredes externas de edifícios, apresentam críticas sociais e humor.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 14:06  comentar

O Museu Catavento traz uma exposição especial para falar sobre a história do Palácio das Indústrias e seu entorno: “Do Palácio das Indústrias ao Catavento”.

 

Por meio de imagens e pinturas, a exposição mostra as transformações ocorridas na paisagem urbana da região da Várzea do Carmo, a arquitetura do Palácio das Indústrias, sua construção e seus usos diversos ao longo da história.

 

A pesquisa para produzir a exposição foi feita pela equipe do Educativo do Museu Catavento, que já possuía farto material para o desenvolvimento da Visita Histórica. Uma maquete tátil da planta e da fachada do edifício foi construída para compor a exposição, que tem a participação da equipe de design e manutenção do museu.

 

serviço

 

Exposição “Do Palácio das Indústrias ao Catavento”

De terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h)

Ingressos a R$ 6, com meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência

 

Entrada gratuita aos sábados

Recomendado para crianças a partir de seis anos

Possui acesso a pessoas com deficiência locomotora

 

Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Telefone: (11) 3315-0051

 

Estacionamento: R$ 15 até 4 horas e R$ 5 a cada hora adicional (para visitantes do museu) (capacidade para 200 carros). 

Ônibus e vans: R$ 30 até 4 horas e R$ 10 a cada hora adicional

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 14:05  comentar

Setembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
16

17
19
20
22
23

24
25
27
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds