Revelando, imortalizando histórias e talentos
12.12.17

 

Nascida em Budapeste, na Hungria, em 1919, Eva Todor começou nos palcos ainda criança, como bailarina da Ópera Real de Budapeste. Aos 10 anos, em 1929, veio para o Brasil com a família, fugindo da crise econômica que tomou conta do país europeu após a Primeira Guerra Mundial. 

 

Em 1934, estreou como atriz no espetáculo Quanto Vale uma Mulher, de Luiz Iglesias, com quem viria a se casar dois anos depois. Na década de 1950, comandou, na TV Tupi, o programa As aventuras de Eva, no qual já demonstrava a capacidade humorística pela qual ficou conhecida. 

 

Naturalizou-se brasileira na década de 1940, quando Getúlio Vargas a assistiu em uma peça no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O então presidente ficou encantado e foi vê-la no camarim, onde perguntou à atriz se ela queria ser naturalizada, o que ocorreu logo depois. 

 

Estreou no cinema em 1960, no filme Os dois ladrões, ao lado de Oscarito, e nas novelas em 1970, com E nós, aonde vamos?, de Glória Magadan. Participou de mais de 30 novelas, entre elas Roque Santeiro (1975), Partido Alto (1984), De Corpo e Alma (1992) e Salve Jorge (2012), seu último trabalho na TV. No cinema, foram cinco filmes, o último em 2008 (Meu nome não é Johnny). MAIS:

 

link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 19:03  comentar

Uma autobiografia desautorizada - Vol. 1  autoria Jô Soares e Matinas Suzuki Jr, lançada pela editora Companhia das Letras, com a trajetória até chegar a showman brasileiro . 

 

Prestes a completar oitenta anos e com verve mais afiada do que nunca, Jô Soares compartilha sua trajetória de astro midiático num livro de memórias escrito para fazer rir, chorar e, sobretudo, não esquecer.

 

O primeiro volume resgata fatos, lugares e pessoas marcantes da juventude de Jô e reconstitui seus primeiros passos no mundo dos espetáculos, nas décadas de 1950 e 1960. Entre a infância dourada no Copacabana Palace e a dura conquista do estrelato, acompanhamos o autor do nascimento aos trinta anos. 

 

Os antecedentes familiares, a meninice privilegiada nos palácios da elite carioca, a mudança para um internato na Suíça, os marcos da formação cultural do futuro showman na adolescência, a paixão pelo jazz, a estreia modesta em pontas no cinema e na televisão, o primeiro casamento e, finalmente, a conquista do sucesso numa São Paulo fervilhante: tudo que você sempre quis saber sobre Jô, ele mesmo conta, com o talento.

 

Livro cortesia 

Valor: 64,90 

E-book: 39,90

 

 

--------------------------------------------------

Companhia das Letras: Doutor Jivago

Doutor Jivago, livro adaptado para o cinema, que tornou Boris Pasternak internacionalmente um dos mais lidos no mundo, é relançado pelo Selo Companhia das Letras.

 

Publicado originalmente em 1957 fora da União Soviética, após ser banido pela censura do Partido Comunista, Doutor Jivago, que só seria lido por seus conterrâneos em 1987 — 27 anos após a morte de seu autor —, continua sendo o maior e mais importante romance da Rússia pós-revolucionária.

 

Nele, Boris Pasternak traz à luz o drama e a imensidão da Revolução Russa pela história do médico e poeta Iúri Andréievitch Jivago em seu constante esforço de se colocar em consonância com a Revolução. Por seus olhos hesitantes o leitor testemunha a eclosão e as consequências deste que foi um dos eventos mais decisivos do século. Em tempos em que a simples aspiração a uma vida normal é desprovida de qualquer esperança, o amor de Jivago por Lara e sua crença no indivíduo ganham contornos de um ato de resistência.

 

Seguindo a grande tradição do romance épico russo, Pasternak evoca um período historicamente crucial e nele retraça um panorama completo da sociedade da época. 

 

Sobre o autor 

 

asceu em Moscou em 1890. Escreveu um grande número de poesias sob o peso da severa censura da Rússia soviética antes de publicar seu trabalho mais famoso, Doutor Jivago, em 1958. O romance rendeu-lhe o prêmio Nobel de literatura, mas a hostilidade da URSS o forçou a recusar a láurea. Morreu em 1960. (Fonte: Francisco Martins \ Companhia das Letras). 

 

Livro cortesia: 

Páginas: 616

Preço: 79,90 

Ebook: 39,90

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 19:01  comentar

Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

17
19
21

24
25
27
29

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds