Revelando, imortalizando histórias e talentos
15.12.17

 

 

Cris Miguel

Localizado dentro do Parque da Água Branca, espaço traz diferentes opções de entretenimento para a criançada e toda família.

 

O show musical Dona Velha e o Saci será apresentado neste domingo (17/12), às 15h no Espaço da Leitura, localizado dentro do Parque da Água Branca, Zona Oeste da cidade de São Paulo. Os pequenos ainda poderão contar com oficinas educativas com mediação de livros e produção plástica. 

 

 

Sábado, 16 de dezembro - 11h

Oficina educativa maiúsculos & MINÚSCULOS: SHAOLIN O QUEBRADOR DE PEDRA Com educadores do Espaço de Leitura

 

Os educadores contam a história circular do Shaolin, o quebrador de pedras, um trabalhador que nunca está satisfeito com a sua condição e, com a ajuda de um gênio, consegue tudo o que deseja. Mas a vida vai lhe ensinar um grande aprendizado. Ao final, adultos e crianças fazem juntos um chapéu chinês.

 

Atividade indicada para crianças a partir de 4 anos acompanhadas dos responsáveis. 

15h - Oficina educativa

 

Domingo, 17 de dezembro - 11h

Oficina educativa - maiúsculos & MINÚSCULOS: O QUE EXISTE EM VOCÊ

Há pessoas que se escondem dentro de si mesmas. Há aqueles que escolhem uma máscara para se mostrarem aos outros. Há quem seja transparente como cristal. Outros, impenetráveis como uma parede.  Atividade indicada para crianças a partir de 4 anos acompanhadas dos responsáveis.

 

15h - Narração de histórias DONA VELHA E O SACI Com Cris Miguel

Dona Velha é uma personagem que nasceu no programa Baú de Histórias da TV Ratimbum e TV Cultura, interpretada pela Cris Miguel, que canta e toca sanfona. 

Evento indicado para todas as idades.

 

ESPAÇO DE LEITURA

 

Parque da Água Branca (Rua Ministro Godói, 180, Perdizes)

Tel.: (11) 2588-5811 

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 21:53  comentar

 

Depois de se mudar para Oslo, uma estudante norueguesa vai passar pelos momentos mais estranhos de sua vida. 

 

 Isso porque, inesperadamente, ela acaba descobrindo que tem poderes sobrenaturais e, para completar, está perdidamente apaixonada e personagem central vive sofrendo de estranhas crises. Filme do Norueguês Joachim Trier , traz  personagens fortes que ora parece terror hora horror. Thelma, vivida por Eili Harboe e Anja, interpretada por Kaya Wilkins protagonizam cenas de tirar o tampo da cabeça. 

 

Mas, tem outras cenas enigmática exmplo  a revoada dos pássaros, antecede uma dessas crises, condição que culmina, exatamente, com aves chocando-se mortalmente contra o vidro da universidade. Profundamente ligadas ao desenho paulatino desse caráter extraordinário, estão as tentativas de socialização da menina acostumada a falar diariamente com os pais, inclusive dando detalhadas satisfações do cotidiano, traço de uma criação cristã, logo posta em xeque pela nova realidade.

 

 O cineasta Joachim Trier faz do comportamento da câmera outro sintoma flagrante de algo perturbando a normalidade, com suas aproximações lentas, estreitando frequentemente o foco, partindo de um plano mais aberto. A protagonista é uma jovem inibida, com dificuldades para fazer amizades, logo apegada a Anja (Kaya Wilkins), a colega que lhe demonstra natural simpatia.  

 

A constatação dos poderes da protagonista traz o filme para um terreno menos movediço, embora paire uma bruma de incerteza sobre a natureza deles. ***

 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 21:50  comentar

Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
14
16

17
19
21

24
25
27
29

31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds