Revelando, imortalizando histórias e talentos
19.12.19

Ensino Integral em 18 escolas da rede estadual do ABC

 

Paço Municipal de Santo André,SP

A partir de 2020, o Programa de Ensino Integral (PEI) estará presente em ao menos 664 escolas da rede estadual do estado. Desse total, 18 ficam na Região do ABC (veja a relação abaixo). 

 

A expansão dessa modalidade de ensino, anunciada em 13 de dezembro, é a maior da história de São Paulo. Atualmente, 417 escolas da rede estadual já funcionam nesta modalidade, e a expectativa da Seduc é ultrapassar 1,4 mil unidades de ensino até o ano de 2023. 

 

As 247 escolas estaduais que manifestaram interesse em aderir ao programa a partir de 2020 obedecem a critérios estabelecidos pela Secretaria da Educação, como ter mais de 12 salas de aulas e levando-se em conta o grau de vulnerabilidade socioeconômica da comunidade que a escola atende.

 

Entre as escolas contempladas, 92 já vigoram no modelo ETI (Escola de Tempo Integral). Embora tenham uma carga horária maior, elas têm um currículo obrigatório diferente do proposto pelo PEI. Outras 155 unidades são da rede estadual de ensino regular.

 

Sobre o PEI

 

Pelo novo programa, os estudantes passam a ter uma matriz curricular diferenciada que inclui projeto de vida, orientação de estudos, práticas experimentais. Há ainda clubes juvenis para que os alunos se auto-organizam de acordo com temas de interesse como dança, xadrez, debates etc.

 

Os alunos contam com o apoio do professor tutor para fortalecer na sua excelência acadêmica e na orientação do projeto de vida. Também frequentarão disciplinas eletivas escolhidas de acordo com seus objetivos. 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:59  comentar

Vaticano expõe obras pouco vistas do século 20 de nomes como Munch, Dalí e Henri Matisse

 

Mostra  inclui o “Cristo de Gala” de Dalí, uma suíte estereoscópica de duas litografias com a qual o surrealista pretendia criar um efeito tridimensional. 

 

As obras  podem ser chamadas de reproduções “vampiras” do Vaticano —obras tão delicadas de mestres como Henri Matisse, Edvard Munch e Salvador Dalí que normalmente passam anos escondidas no escuro de armazéns de museus.

 

Agora, 150 gravuras, xilogravuras, água-tintas, litografias e outros tipos de arte gráfica do século 20 estão sendo expostas à luz do dia —muitas pela primeira vez— na sala de exibições Braccio Carlo Magno da Praça São Pedro.

 

Intitulada “Os Sinais do Sagrado - As Marcas do Real”, a mostra é uma mistura de trabalhos com temas espirituais, interpretações modernas de cenas bíblicas, naturezas mortas, cenas naturais e peças que refletem a vida cotidiana, a guerra e a maternidade. (David Sanchez \ Agências internacionais). 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 16:58  comentar

Dezembro 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
16
20
21

22
23
25
27

29
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds