Revelando, imortalizando histórias e talentos
23.12.20

Exposição FotoPRETA – Norte e Nordeste, um diálogo com a cultura afro-brasileira

 

Coletivo Afrotometria propõe debate sobre o papel da imagem nas construções sociais com exposição na Linha 4-Amarela - SP. 
 

 

Em parceria com a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô, artistas pretos e pretas do Norte e Nordeste apresentam seus trabalhos fotográficos durante todo mês de dezembro na Estação Oscar Freire. Em janeiro de 2021, os 20 painéis que integram a mostra desembarcam na Estação São Paulo-Morumbi.

A mostra suscita diversas reflexões nesse sentido, tendo como ponto de partida o papel da imagem nas construções sociais e dos imaginários. “FotoPRETA – Norte e Nordeste”, segundo os profissionais do coletivo Afrotometria, propõe a desconstrução de diversos estereótipos raciais e regionais consolidados em nossa cultura.

 

serviço

FotoPreta – Norte e Nordeste

Estação Oscar Freire: Até 8 de janeiro

Estação São Paulo-Morumbi: de 9 a 29 de janeiro

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:53  comentar

The actor was born on July 17, 1899, on Lower East Side, New York, NYC, EUA, and died at march, 30, 1986, on Stanfordville, Nova York, EUA. 

 

James Francis Cagney Jr., ator e dançarino norte-americano. Conhecido por suas performances consistentemente enérgicas, estilo vocal distinto e ritmo cômico, ele ganhou elogios e prêmios importantes por uma grande variedade de performances.

 

 

Trabalhou como corista masculino no teatro de vaudeville e, em 1925, chegou à Broadway, onde depressa se tornou numa primeira figura, especialmente depois de Penny Arcade (1929), musical que, quando foi adaptado a cinema com o nome de Sinners' Holliday (1930), contou com Cagney num dos principais papéis. O seu carisma e magnetismo levou a Warner Brothers a propor-lhe um contrato de cinco filmes. 
 

 

Esta película The Public Enemy (O Inimigo Público, 1931) abriu-lhe às portas. Ele interpretou o gangster Tom Powers. Apesar da sua baixa estatura, 1,65m, Mr Cagney tornou-se uma das grandes estrelas de Hollywood, embora inicialmente limitado a papéis de bandido ou mafioso em 'G' Men (Garra de Ferro, 1935), Ceiling Zero (À Margem da Lei, 1936) e Angels With Dirty Faces (Anjos de Cara Sujas, 1938), numa interpretação de assassino condenado à cadeia elétrica, papel que lhe valeu a nomeação para o Óscar de Melhor Ator.

 

 

foi através dum musical que Cagney chegou ao tão almejado galardão: em Yankee Doodle Dandy (Canção Triunfal, 1942) interpretou a figura verídica do compositor George M. Cohan. Apesar de ter vencido o Oscar, Cagney saiu em litígio da Warner em finais de 1942, fundando a sua própria produtora. 
 

 

mais bem sucedidos comercialmente eram aqueles em que interpretava o papel de gangster como White Heat (Fúria Sanguinária, 1949), de Raoul Walsh, onde celebrizou a célebre personagem Cody Jarrett. 

 

 

Interpretar gangster era uma arte para Cagney, tanto que,  voltou a ser nomeado para o Oscar de Melhor Ator por Love Me or Leave Me (Ama-me ou Esquece-me, 1955), um outro musical em que contracenou com Doris Day e novamente na pele de gangster. 
 

 

No ano de 1961, decidiu anunciar a sua retirada numa comédia de Billy Wilder: One, Two, Three (Um, Dois, Três), em que são relatadas as desventuras dum executivo duma marca de refrigerante americana em Berlim.

 

Convivendo com diabetes e problemas circulatórios, James Cagney  continuava a ser procurado para estrelar filmes. Mas, foi recusando convites sucessivos para fazer um regresso triunfal. Foi a conselho dos seus médicos que aceitou desempenhar um pequeno papel no filme Ragtime (1981), de Milos Forman, interpretando um polícia. O seu retorno foi bastante elogiado pela crítica e fãs que aplaudiu o regresso de um mito, um astro. 

No ano de 1984 realizou seu último trabalho artístico no telefilme Terrible Joe Moran,  dando vida  a um velho ex-pugilista. (Redação AgênciaFM). 

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:46  comentar

"Vitalina Varela" substitui "Listen" na corrida ao Oscar de Melhor Filme Internacional

 

O filme “Vitalina Varela" será o candidato português ao Oscar de Melhor Filme Internacional, anunciou hoje (21) a Academia Portuguesa de Cinema. 
 
Filme de Pedro Costa ganhou a segunda votação dos membros da Academia Portuguesa de Cinema. 

 

O filme de Pedro Costa foi o escolhido após uma votação relâmpago entre as 00:00 de sexta-feira e as 23:59 de domingo com "Mosquito", de João Nuno Pinto, e "Patrick", de Gonçalo Waddington, substituindo "Listen", de Ana Rocha de Sousa, que foi rejeitado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood (AMPAS) por não cumprir o critério de elegibilidade que obriga a que pelo menos 50% do filme candidato seja falado em língua não-inglesa.

 

Num cruzamento entre ficção e realidade, “Vitalina Varela” conta a história de uma mulher que viveu grande parte da vida à espera de ir ter com o marido, emigrado em Portugal. 

 

Estreado em 2019 no Festival de Locarno (Suíça), onde recebeu o Leopardo de Ouro para Melhor Filme e Melhor Atriz para a protagonista, Vitalina Varela, a produção foi foi exibida em mais de 50 festivais de cinema, cinematecas e cic.

A 93.ª edição dos Oscares, prêmios norte-americanos de cinema, está marcada para 25 de abril de 2021, em Los Angeles, nos Estados Unidos. (Fram Martins \ Sapo.pt). 

 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:44  comentar

 Funarte lança ‘Gesto Flamenco’, de Daniele Zill Livro sobre o universo da cultura flamenca

 

Livro foi lançado no dia 18 de dezembro, o Gesto Flamenco, da bailarina, coreógrafa e pesquisadora de movimento Daniele Zill. Com 144 páginas, Gesto Flamenco é fruto de uma imersão de longa data da intérprete em dança, com foco no flamenco. Vem contribuir para a reflexão, a memória e o pensamento crítico no campo das artes cênicas, da dança, da performance e, especificamente, da dança flamenca. Na obra, Daniele investiga o fascinante universo da cultura flamenca a partir do premiado espetáculo Las Cuatro Esquinas, da Companhia de Flamenco Del Puerto.

Com uma linguagem acessível ao grande público e uma visão privilegiada, que une experiências práticas nessa dança, música e fisioterapia, a autora revela em palavras a força expressiva habitada nas minúcias, nos movimentos e nas atitudes corporais que transpiram as particularidades do gesto flamenco. 

 

Sobre a autora

 

Pesquisadora do movimento e das artes da cena, com ênfase nos estudos do corpo (análise do movimento, gesto flamenco) cultura e interdisciplinaridade. Atua como bailarina, bailarina/intérprete, coreógrafa e produtora da Companhia de Flamenco Del Puerto, e como professora do ensino regular de dança e música na mesma escola, da qual também é diretora-geral.

 

Foi premiada com Melhor Espetáculo (2012, 2008, 2007) e Melhor Produção (2012, 2016) no Prêmio Açorianos de Dança/RS e indicada a Melhor Atriz no Prêmio Tibicuera de Teatro Infanto-juvenil 2016. É graduada em Fisioterapia (ULBRA/2001), especialista em Acupuntura Chinesa (2003) e Reeducação Postural Global (2004) e formação conservatorial em Música – Piano (1995), bolsista CAPES de 2015 a 2017 e mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC/UFRGS (2017).

Encomendas para todo o Brasil

Livraria Mário de Andrade (Funarte): livraria@funarte.gov.br

Preço: R$ 40,00

Mais informações para o público: edicoes@funarte.gov.br

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:41  comentar

Humberto Martins, Presidente do STJ, se firma como uma mãe aos presos políticos e poderosos, concede prisão domiciliar a Crivella e define uso de tornozeleira

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, concedeu nesta terça-feira (22) prisão domiciliar ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). Com isso, Crivella deixará o presídio de Benfica e terá de usar tornozeleira eletrônica.

 

 

A decisão também: determina que Crivella informe endereço fixo para o cumprimento da prisão;

proíbe Crivella de manter contato com terceiros, "salvo familiares próximos, profissionais da saúde e advogados devida e previamente constituídos";

determina que o prefeito entregue telefones, computadores e tablets às autoridades;

proíbe Crivella de sair de casa sem autorização, e

proíbe que o político use telefones.

 

 

Sobre prisão

 

O prefeito foi preso no início da manhã desta terça-feira (22) em uma operação da Policia Civil e do Ministério Público local. Crivella foi encaminhado ao presídio no início da noite, após ter a prisão preventiva confirmada em uma audiência de custódia.

Crivella chefe do 'QG da Propina'

A investigação aponta a existência de um "QG da Propina" na Prefeitura do Rio e Crivella seria o líder da organização criminosa. No esquema, de acordo com as apurações do MP, empresários pagavam para ter acesso a contratos e para receber valores que eram devidos pela gestão municipal.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:36  comentar

Dezembro 2020
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
24
25
26

27
28
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds