Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.6.08

MAC - USP se muda para o Ibirapuera

 
Oito mil obras nos mais diversos suportes e escolas farão o museu justificar o nome.
 
 

O antigo Palácio da Agricultura com grife arquitetônica de Oscar Niemeyer, entregue em 1954 para o Quarto Centenário da cidade, onde funciona o Detran passará a abrigar o museu a partir do final de junho. Segundo informou o secretário estadual de Cultura, João Sayad, as reformas deverão se estender até junho de 2009 para implementação do MAC - USP {Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo}. O acervo do museu, até mesmo para justificar o próprio nome, vai privilegiar os contemporâneos também. O prédio fica em um cenário totalmente ecológico pois está situado em uma grande área verde das dependências do Detran {Departamento Estadual de Trânsito} e mais arredores como Parque do Ibirapuera e o Instituto Biológico, cuja intenção é uni-las. Segundo a diretora do MAC - USP Lisbeth Rebollo {filha do pintor Francisco Rebollo} dos nove andares do prédio boa parte das divisões já estão estabelecidas. O térreo será destinado a exposições e os andares 2, 3 e 4 aos espaços esportivas, os andares números 5 e 6 os setores educativo e área técnica respectivamente. Já os andares 7 e 8 servirão para estudos e o último, na cobertura, abrigará eventos menores e um restaurante. Entretanto, Lisbeth quer criar outras áreas como por exemplo dedicada a escultura, a fotografia e trabalhos em papel.
 
 
O acervo do museu é formado por 8.000 obras muitas delas doadas por Ciccilio Matarazzo e fazem parte da fase inicial do Museu de Arte Moderna paulistano. Logo de cara uma curiosidade, um chamariz ainda maior em seu acervo; as obras do banqueiro-presidiário Edemar Cid Ferreira, ex-dono do falido Banco Santos, foi transferido judicialmente para o acervo da instituição. Obras do suíço Max Bill, "Unidade Tripartida, 1948, "EFCB", de Tarsila do Amaral - 1924, "O Enigma de um Dia - 1914" do italiano Giorgio De Chirico, "Corrida: O Picador, de Pablo Picasso, 'Autoretrato', Amedeo Modigliani - 1919[obra acima ], e "O Implacável" da mineira Maria Martins figuram como as obras mais importantes do acervo do MAC. {Francisco Martins}
 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 18:50  comentar

Junho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
17
19

22
24
25
26
27
28

29
30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO