Revelando, imortalizando histórias e talentos
17.3.09

O estilo hilariante do santista Edson Cury mais conhecido como Bolinha, o fez um dos pioneiros na diversidade cultural na TV brasileira.


Filho de imigrantes sírios, Bolinha começou a carreira como locutor esportivo, depois de fazer ‘bicos’ como feirante, engraxate e balconista. Na TV Excelsior, começou como o responsável pelos flashes esportivos do programa ‘Últimas Notícias’. A estreia como apresentador de programa de auditório deu-se quase por acaso, em janeiro de 1967, quando fora convocado a substituir o apresentador Chacrinha, que havia se desentendido com os diretores da Bandeirantes. Bolinha não apenas levou o programa adiante, como aumentou o superou o Ibope alcançado por Chacrinha.
 
 
 
Clube do Bolinha
 
O apresentador ficou conhecido mesmo como ‘Bolinha” no Clube do Bolinha, programa que ficou no ar por quase 20 anos na Band TV. O modo descolado e carismático do apresentou o levou a alcançar até oito pontos no Ibope fazendo-o um dos líderes de audiência da emissora do Morumbi. Algumas das marcas registradas do programa eram as bailarinas, quem chamadas de "boletes"; sua caricatura distribuída pelo palco; foi um dos pioneiros na diversidade cultural haja vista que o quadro "Eles e Elas", onde travestis e transformistas se apresentavam. Vários artistas passaram por seu programa e alguns deles mesmo depois de famosos voltaram para agradece-lo, Arnaldo Antunes [ex-titãs] foi um desses que recebeu apoio no início de carreira. Sem esconder sua influência pelo programa do Chacrinha, ele criou um elenco próprio de ‘boletes’, que também era composto por ex-chacretes. Entre suas dançarinas estão: Zulu, Edna Poncell, Delma, Inês, Valquíria, Norman, Raquel, Sonia Lírio, Sonia Rangel, Isná, Gracinha Japão, Eduarda, Carla, Audrey, Sandra Lee, Silvana, Míriam Bianchi, Rose Cleópatra, Ana Maria, Verônica, Leda Zepellin, Índia Amazonense, Laura, Julia, Gina Tropical, Neide, Sandra Janete, Olívia, Fábia, Lúcia, Vanderléia, Marli e Tânia Bang Bang. [Abaixo a cantora Cynthia]

Afastamento da TV

 

 Edson Bolinha Cury se afastou da TV em 1994, quando a TV Bandeirantes resolveu tirar do ar o programa, que ia ao ar durante as tardes de sábado. O apresentador tinha planos de voltar à TV, e dar continuidade ao seu estilo hilariante e irreverente. Despojado propositadamente, ficou marcado pelo visual de camisas de seda coloridas. Ficou uma grande lacuna não só na emissora como na TV brasileira em geral, pois Bolinha foi uma das figuras mais marcantes da televisão do Brasil. Debilitado pelo câncer no aparelho digestivo, o apresentador nascido Edson Cabariti em Santos, interior paulista, aos 16 de julho de 1936 e morreu no dia 1 de julho de 1998, aos 62 anos. O apresentador estava internado no Hospital 9 de Julho, em São Paulo, para tratamento da doença, que havia sido descoberta havia três anos [Bolinha na foto com Jerry Adriani e nas mãos um disco de Paulo Sérgio] [Fotos Maurício Cardim - saiba mais sobre o fotógrafo neste site]

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:47  comentar

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

15
16
18
20

22
23
24
26
27
28

29
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO