Revelando, imortalizando histórias e talentos
21.5.09

Morre célebre âncora da TV norte-americana

 

Morre aos 92 anos Walter Cronkite. Ficou conhecido na carreira como 'o mais confiável homem da América'.
  
17/07/09 - Durante sua careira apresentou o telejornal 'CBS Evening News' de 1962 e 1981. Seus comentários e episódios como a Guerra do Vietnã, a chegada do homem à Lua e o escândalo Watergate que derrubou o presidente Richard Nixon, todos foram vivenciado por ele. Na 2* Guerra Mundial, atuou como repórter do exército norte-americano no desembarque na Normandia, e chegou a sobrevoar a Alemanha durante os bombardeios.


Walter Leland Cronkite Jr, nasceu em Missouri, em 4 de novembro de 1916. Antes de se formar jornalista, desenvolveu vários trabalhos como entregador de jornais. Sua carreira no jornalismo teve início em 1930, trabalhando para as agências Scripps-Howard e United Press. Durante 19 anos apresentou o jornal da noite, CBS. Foi citado em diversas pesquisa de opinião como o homem com mais credibilidade. Antes de ser seduzido pelas câmaras televisivas e chefiou a delegação da agência United Press a Moscou, em 1950.
Em 1972, uma sondagem de opinião considerou-o como o "homem que inspira mais confiança à América", mais do que qualquer político, dirigente religioso ou herói desportivo. Terminava cada noticiário com a frase: “And that’s the way it is”. Cronkite morreu aos 92 anos após longa luta contra uma doença vascular, em Nova Iorque, na noite de 17 de julho de 2009.
 
 
 
NAS ONDAS DO RÁDIO - BAND
 
O fascinante mundo do rádio ou da radiodifusão no Brasil, teve início no ano de 1922, no Rio de Janeiro.


Por ocasião das comemorações do centenário da independência, em colaboração com a companhia telefônica brasileira, a empresa norte-americana Westing house Internacional Company instalou uma estação transmissora de 550w no alto do corcovado - RJ, sendo no palácio do Catete e na prefeitura de Petrópolis. Portanto, “o invento milagroso” pode transmitir a voz do Presidente Epitácio Pessoa, em um eloqüente discurso e também a ópera O Guarani, do compositor Campinense Carlos Gomes.Todo este breve histórico é para darmos início a história do rádio Paulistano, e, vamos começar com a rádio bandeirantes, não uma das mais antigas, porém uma rádio que vem desempenhando um bom papel na radiofonia brasileira.

PRH-9 -
  SOCIEDADE BANDEIRANTES DE RADIODIFUSÃO
 
Primeiro se tem de desmistificar que a Rede Bandeirantes seja uma TV diferente das demais no País: sua grade não vai além do amrketing.

Fundada em 1937, a Rádio Bandeirantes começou a funcionar em um acanhado estúdio que localizava-se a rua São Bento, no prédio da bolsa de mercadorias de São Paulo. Muitos pensam ser o falecido João Jorge Saad o fundador da emissora, hoje, localizada no privilegiado bairro do Morumbi. A Bandeirantes, em 1937, tinha a seguinte diretoria: José Pires de Oliveira - Diretor Presidente - Jorge Gomes Guimarães - Diretor Superintendente e Enéas Machado de Assis - Diretor de Broadcasting (artístico). Em 1940 começou a fazer parte da Rede de Emissoras Unidas, de Paulo Machado de Carvalho. No ano de 1947, a emissora foi comprada pelo maior político paulista Adhemar de Barros. Era início do período de vida democrática no país e Adhemar se torna o primeiro governador eleito de São Paulo, apoiado pelo partido Comunista. Casado com a filha de do governador, João Jorge Saad, jovem e ativo comerciante, filho de imigrantes Árabes passou a administrar a rádio e lá investe toda pequena fortuna que adquirira vendendo tecidos nas cidades do interior como representante das lojas que seu pai possuía na rua 25 de Março.

JOÃO JORGE SAAD


A primeira tarefa do genro do governador foi investir na qualidade e moderna aparelhagem técnica. O transmissor de última geração comprado nos Estados Unidos, a rádio Bandeirantes, começou a disputar a audiência em São Paulo ao lado de Tupi, Record e Difusora. Foi aí que Adhemar de Barros percebeu estar totalmente endividado. Vendo que não podia pagar tanto dinheiro ao genro, resolveu fazer um acordo: “Eu não vou pagar tudo isso que você colocou na estação. Eu te dou a rádio, mas toda eleição que tiver, você tem obrigação de me apoiar. Você sabe que eu sou político”. João Jorge Saad encerra de vez suas atividades no comércio de tecidos para se dedicar ao comércio radiofonico, aos poucos vai comprando pequenas estações de rádios de São José dos Campos ,[ por motivos sentimentais ] comprou uma rádio em Pouso Alegre/MG - “foi lá que comecei minha vida de vendedor-viajante”diz Jorge Saad. Depois comprou rádios em Lavras/MG, Ouro Fino/MG, Campo Grande/MS e Campinas/SP, deram início a rádio que um dia teve isenção e chegou a ser ` modelo` de rádio-jornalismo.

GETÚLIO VARGAS

Em 1950, Getúlio Vargas retorna ao poder elegendo-se Presidente da República por uma coligacão partidária formada principalmente, pelo Partido Trabalhista Brasileiro - PTB e Partido Social Progressista [PSP}- SP - fundado pelo sogro de Saad, Adhemar de Barros. Saad quando garoto foi ensinado a detestar Getúlio Vargas. Após adquirir a emissora foi obrigado a gostar de Getúlio Vargas. Através de contatos feitos pelo poderoso sogro, um certo dia Getúlio convidou João Saad para uma conversa. Ele compareceu e fez valer a força política do sogro Adhemar de Barros "Eu quero uma rádio de ondas curtas, quero cobrir todo Brasil. Também quero uma emissora de televisão". Getúlio ficou de pensar. Em algumas semanas vieram as ondas curtas e depois a televisão. Em palavras do próprio João Saad “Eu fiz uma rede. E de fato, toda vez que havia uma campanha eleitoral, eu ajudava meu sogro”. Depoimento de João Jorge Saad a Associação Paulista dos Pioneiros da Televisão - PPITE - em 18 de Maio de 1998. (Francisco Martins)

Livro consultado:


* Professor Dr. David José Lessa Matos
Professor de Sociologia da Cultura na Fundação
Getúlio Vargas / SP
imprensa@formasemeios.info

 
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 01:39  comentar

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
16

18
20
23

25
27



SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO