Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.8.09

A grandiosidade de sua obra, Oratório "O Messias "Aleluia! " A música é uma outra vida... dentro da vida".

 

Ouvindo ou cantando, podemos ficar perto de Deus. Georg Friedrich Haendel, nasceu em 23 de fevereiro de 1685, em Halle - Alemanha. Desde pequeno já demonstrava interesse pela música, e foi na Alemanha onde concluiu seus estudos. Viajou para Itália: Veneza, Florênça, Nápoles e Roma. Lá residiu por vários anos, e conheceu músicos ilustres como Scarlatti, Corelli entre outros.

Mas, foi em Londres que resolveu morar.

 

 

 

O que será que o atraiu tanto para fazer dessa cidade sua residência? Ele viveu em ambientes luxuosos, teve momentos de glória e de dificuldades, que logo foram superadas. Haendel deixou muitas composições instrumentais, óperas, mas sua predileção era o oratório. Porém, em um certo momento de sua vida, em 22 de agosto de 1741, recolheu-se em casa sem querer saber nada sobre o mundo lá fora. Foi nesse período que começou a compor o Oratório " O Messias " que narra os acontecimentos da vida de Jesus.

 

Era uma obra grandiosa que estava sendo composta por ele, cuja duração tem 3 horas, dividida em três partes e fora composta em um pouco mais de três semanas. A parte orquestral foi feita em dois dias, mas o que faz-se destacar aqui é justamente o Aleluia, da segunda parte, onde o coro chega ao climax. Neste trecho da obra Haendel concentra-se tanto que chega a se emocionar, tendo sido encontrado por seu criado às lagrimas. " Julguei ver diante de mim o próprio Deus" disse Haendel


 


ESTRÉIA DE "MESSIAS"Em 12 de setembro de 1741 ele terminara o Oratório. Já residindo em Londres por 30 anos e, sendo ignorado pelos ingleses, sente-se à vontade para mudar-se para Dublin - Irlanada do Norte, onde fora convidado para dirigir um concerto. Emocionado com o acolhimento do povo, em 13 de abril de 1 742 fez a estréia de 'Messias` no Misic Hall, da Fishamble Street, Dublin- sob sua própria regência. Foi um grande sucesso. Em 23 de março, o Oratório foi levado à Londres com a presença do Rei, que emocionado pôs-se de pé até o final da apresentação. Até que enfim os ingleses começavam a reconhecer seu talento. Os anos foram se passando e sua visão ia diminuindo, até ficar cego.

 

O que quase o levou a desistir da música, do mundo. No dia 6 de abril de 1759, levantou-se do leito com vontade de tocar alguns trechos do Oratório "O Messias", escolhido entre os trinta que compôs. Tocou maravilhosamente no órgão da Igreja próxima de sua casa. Tocou até não aguentar mais. Retornou ao seu leito de onde não se levantaria mais.

 

 

*Paula Fröhls é pianista formada pelo conservatório Dramático e musical de São Paulo - São Paulo.

EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 02:02  comentar

Agosto 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12

16
17
20
21

23
25
29

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO