Revelando, imortalizando histórias e talentos
17.3.10
Filme de Oliver Stone traz Michael Douglas no papel de investidor inescrupuloso, estreia em setembro.
Informações privilegiadas, altas transações e especulação movem altas e baixas do mercado e levando empresas à falência em na mais famosa rua de Nova Iorque. "Wall Street - O Dinheiro Nunca Dorme", une ficção e fatos reais da crise financeira global. O diretor Oliver Stone

volta a um cenário bem familiar ao seu sucesso de 1987 "Wall Street, Poder e Cobiça". O próprio Doglas retorna no papel do inescrupuloso ivestidos Gordon Gekko. É uma thriller sobre vingança e em outra parte análise dos erros dos mercados e suas autoridades reguladoras. A película fez sua première mundial no Festival de Cinema de Cannes na sexta-feira,14, e chegará aos cinemas em setembro. O filme é pontual e chega no momento em que crescem os receios quanto à força da recuperação econômica. O ator Michael Douglas, recebeu um Oscar por sua atuação no primeiro "Wall Street", comentou que "o fato de o novo filme ser relevante aos acontecimentos atuais não é necessariamente uma coisa boa".

 

 O Escritor Fantasma’ estreia sexta-feira, 28/5



Mais novo filme do diretor e presidiário Roman Polanski tem inspiração no primeiro ministro inglês, Toni Blair. ‘O Escritor Fantasma’, estreia em circuito nacional, exala uma certa tensão silenciosa, que vai crescendo aos poucos.

Ele está no melhor de sua forma, como em "O bebê de Rosemary" ou "Chinatown". Utiliza-se de um jogo hitchcockiano na aparência e na forma, com uma direção eficiente, que valeu-lhe o prêmio na categoria no Festival de Berlim de 2010. O filme foi todo rodado na Alemanha, pois Polanski além de cumprir prisão domiciliar na Suíça, está proibido de entrar nos Estados Unidos da América, apresenta Ewan McGregor no personagem título transitando entre o ingênuo útil. Um escritor medíocre com apenas um único livro no currículo, a biografia de um mágico "Vim, Serrei e Conquistei". Ele não tem família e nem passado, e praticamente sem amigos, é a pessoa certa para retomar a biografia abandonada de um ex-primeiro-ministro inglês, Adam Lang, vivido por Pierce Brosnan.

O escritor toma para si a função não somente colher o depoimento e passá-lo para o papel, mas ‘limpar’ a vida do político. O personagem principal reinicia o trabalho abandonado e, ao terminar a leitura do monte de papéis, faz careta. O ex-primeiro-ministro e sua mulher, Ruth, interpretado por Olivia Williams e sua secretária, Amélia, Kim Cattrall, junto com uma comitiva de seguranças ficam numa casa à beira-mar num pequeno vilarejo da costa dos Estados Unidos. Enquanto na Inglaterra, o obscuro passado de Lang vem à tona. Suas peripécias políticas e fatos envolvendo referências ao Iraque, tortura e a CIA, algo muito semelhante com o mundo real.É a vida escrita de forma mais conveniente como muitos políticos, especialmente os brasileiros, gostariam de ser biografados.

 

 

'Robin Hood'


O ator Russell Crowe e Ridley Scott retomam a parceria em 'Robin Hood', estreia de sexta-feira,14.

Uma parceria de sucesso, o diretor e o ator já trabalharam juntos em o 'Gladiador', vencedor de de cinco Oscar, entre eles o de melhor ator. O filme tem roteiro de Ethan Reiff e Cyrus Voris,
cujo pensamento da dupla era dar destaque ao Xerife de Nottingham. Com a entrada de Ridley Scott, a história teve seu curso mudado, porém, continuou não apresentando o herói como é conhecido. Na trama, Scott se esforça para explicar a lenda de Robin Hood ao contar sua história antes de ficar conhecido. Torna-se um tanto confuso.



Sinopse

O ex-soldado, se vê em apuros, já que ele tem agora em mãos a coroa de Ricardo e a espada de um de seus cavaleiros, Robert Loxley. Sua missão, devolver o símbolo real à Eleonor de Aquitânia, a rainha-mãe, e a arma ao pai do guerreiro, Robin se faz passar pelo nobre Loxley. Impelido por Walter, pai de Robert, a seguir com a farsa, Longstride lutará para que João Sem Nome não se deixe levar pelos conselhos de Godfrey, o que pode provocar a derrota da Inglaterra numa guerra iminente. Para isso, ele contará com o apoio da viúva, Lady Marian Loxley (Cate Blanchett).

 

 O Livro de Eli

Um tema sempre presente nas telas e nos livros, o fim do mundo, parece não sair de moda nunca. ‘O Livro de Eli’, estreia de sexta-fera, 19, uma trama cheia de suspense e mortes traz Denzel Washington em boa atuação. A trama mantém o mesmo espírito pós-apocalíptico das películas antecessoras por exemplo ‘2012’ e ‘O Dia em que a Terra Parou.

Denzel Washington interpreta um caminhante solitário que segue rumo ao Oeste, no caminho ele enfrenta todos as dificuldades em um mundo cheio de caos. Inimigos feios e maus, estão a cada esquina. O filme em tons de cinza, road movie, mais parece um misto de thriller, ficção científica e western futurista. Eli, (Denzel), é um homem que carrega uma missão nobre, deixar às gerações futuras memórias de fé. O filme é de ação.

O filme dos irmãos Allen e Albert Hughes mostra um mundo totalmente pos-apocalíptico onde Denzel é um homem solitário que tem de proteger um livro sagrado que pode conter a resposta para salvação da humanidade. Porém, um herói sempre tem um algoz, e Gary Oldman tentará de tudo para atrapalhar Eli, mesmo que para tal tenha de mata-lo. No elenco, além de Denzel Washington, Mila Kunis, Michael Gambon, Jennifer Beals, Gary Oldman, Evan Jones, Ray Stevenson. A direção é Albert Hughes e Allen Hughes. (Foto: Diculgação)

Gênero: Aventura
Duração: 118 min.
Estreia: 19 de Março de 2010.
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 15:02  comentar

Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

15
16
18
20

21
22
23
25
26

28
29
30
31


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO