Revelando, imortalizando histórias e talentos
7.5.10


Caráter sombrio e as vezes funesto são algumas de suas características. ,Manca, sua mãe foi forçada casar-se com seu pai, um homem de temperamento violento.

Gustav Mahler nasceu em Kalist, Boêmia, no dia 7 de julho de 1860, foi um dos mais conhecidos compositores e regentes austríacos, é lembrado por ligar músicas do século XIX e o período moderno. Obteve grande êxito com suas grandes sinfonias e pelo trabalho musical ciclo de canções sinfônicas, exemplo, Das Lied von der Lied (Canção da Terra), de novembro de 1880. Foi também um bom orquestrador, combinava instrumentos e timbres e que pudessem expressar suas intenções de forma original, criativa e profunda. Fez obras longas como as sinfonias, que geralmente extensas e com orquestração variada e numerosa. Nelas, o compositor procura romper os limites da tonalidade, posto que em muitas de suas obras há longos trechos que parecem não estar em tom algum.

O início
Nascido no município de burgo, região próxima da fronteira da Moravia, filho de um casal de judeus, Marien Hermann {1837-1889} e Bernhard Mahler {1827-1889}. Mahler é o segundo filho do casal – o primeiro Isodor,1858, sofreu um acidente ainda criança e morreu-. Gustav tornou-se, assim, o filho mais velho, vivo. No total, Os Mahler, tiveram quatorze filhos, sendo que oito não chegaram a atingir a fase adulta. Em dezembro de 1860, a família mudou-se para Jihlava (Iglau), na Moravia.
Seu pai, Bernhard, era comerciante de licores, o sonhava como uma condição melhor na vida. Isso ele repassa aos filhos, procurava estimular a ambição entre eles. Marien, a mãe, era manca e proveniente de uma família muito pobre. Seus pais fabricavam sabão, havia sofrido várias decepções amorosas durante a juventude. Foi forçada a casar-se com Bernhard e procurava contentar-se com a oferta que teve. O lar vivia em atmosfera pesada, o que influenciou psicologicamente Gustav pelo resto da vida. E, 1860 a família mudou-se para Jihlava {Iglau} na Moravia, onde o exército austríaco era uma presença constante.

Formação musical
Os primeiros passos musical de Gustav Mahler , foi no piano, em 1866, quando tinha seis anos. O primeiro professor foi um mestre-capela do teatro de Jihlava, conhecido como Viktorin. No ano de 1869, Mahler passou a ter aulas com o pianista Brosch. Já nessa época, Mahler começou a lecionar o que aprendia a um outro garoto mais novo. Em Julho de 1878, então com 18 anos, Gustav Mahler obteve o diploma do Conservatório de Viena,
Seu primeiro recital aconteceia em 13 de outubro de 1870, no Gymnasium de Praga, onde começou a estudar. Ficou hospedado na casa dos pais de Alfred e Heinrich Grünfeld, futuros músicos. Gustav Mahler não foi bem tratado na casa dos Grünfeld, era mal alimentado e foi obrigado a trocar suas roupas e sapatos por outros artigos de pior qualidade. Retornou para Jihlava, em março de 1872, onde as lições musicais tiveram prosseguimento. No ano de 1875, durante uma audição no conservatório de Viena, seu professor de piano, Julius Epstein (1832-1926), exclamou: Gustav é um músico nato… É impossível que eu esteja errado. Quando completou 15 nos, em 1875, Gustav Mahler ingressou no Conservatório de Viena, onde permaneceu por três anos.
Nessa época, ele também começou a escrever uma ópera, chamada Herzog Ernst von Schwaben. No conservatório de Viena, ainda teve aula de composição com Franz Krenn {1816-1897) e de harmonia com Robert Fuchs (1847-1925). Entre seus contemporâneos no conservatório estavam Hugo Wolf, Hans Rott e Rudolf Krzyzanowski, este último, amigo íntimo de Mahler. Em 1876 começa a colher os frutos recebia vários prêmios de composição e piano. Em 10 de julho, em Viena, executou o seu Quinteto para Piano e em 12 de setembro se apresentou a sua Sonata para Violino, em Jihlava.

A carreira de regente

Em Junho de 1880, Mahler decidiu trabalhar por três meses como maestro do teatro de Hall, estação de águas da Alta Áustria, onde dirigiu farsas e operetas. Mahler não tinha demonstrado anteriormente desejo em tornar-se regente. Alguns esperavam que ele se tornasse pianista, por causa de seu ótimo desempenho, principalmente em obras de Bach e Beethoven. O trabalho realizado no teatro Hall era bem modesto e a Mahler era confiada também outras tarefas, como por exemplo, fazer a faxina do fosso da orquestra, após o espetáculo. Em Setembro ele saiu do emprego e foi para Viena. Em 1 de novembro terminou sua cantata Das Klagende Lied. Em 1881, aos 21 anos, inscreveu-se para o Prêmio Beethoven, que oferecia 500 florins e fora instituído pela Sociedade dos Amigos da Música (Gesellshaft der Musikfreund). Podiam participar do concurso alunos e ex-alunos do Conservatória. Mahler disputou com a cantata Das klagende Lied, uma obra dramática, influenciada pelo romantismo fantástico alemão, que tinha escrito com entusiasmo, mas perdeu.
No mesmo ano, trabalhou como regente em Laibach e em 1882 em Jihlava. Um telegrama recebido em janeiro de 1883, o convidou-o a reger em Olmütz, na Moravia, em substituição a um maestro que havia falecido. Em Olmültz inicia-se de fato a carreira de Mahler como maestro. Em Setembro de 1883 Gustav assumiu como regente substituto do Teatro da Corte em Kassel, onde ficou até abril de 1885. Em seguida, foi regente em Praga, de 1885 a 1886. No outono de 1886 a 188, atuou como regente em Leipzig. Em 28 de setembro assumiu como diretor da Ópera Real de Budapeste, onde teve grande liberdade para trabalhar. Em 14 de março de 1891, devido a diferenças no trabalho, Mahler pediu a demissão . Em 29 de Março do mesmo ano, assumiu como regente titular do Teatro Municipal de Hamburgo, lá permaneceu por por seis anos.
Seu sonho era ser regente na Ópera da Corte de Viena. Para conseguir isso, visitava com freqüência o influente Brahms, em busca de apoio. Mas, havia um sentimento de que não-católicos e, principalmente, judeus, não deviam ocupar cargos na Ópera de Viena. Como Mahler não era um judeu praticante, em 1897, converteu-se ao Catolicismo. Além de ser conveniente para sua ascensão profissional, o Cristianismo atraía Mahler pelo fato de oferecer uma promessa de redenção, após uma fase de sofrimentos. Em 1 de maio, aos 37 anos, Mahler foi nomeado Kappellmeister da Ópera da Corte de Viena. Em 13 de Julho tornou-se subdiretor e em 8 de Outubro diretor. Ficou dez anos no posto.

Nos EUA
Em 7 de Novembro de 1901, Mahler conheceu a filha do pintor Emil Schindler, Alma Schindler (1879-1964), que era cerca de 20 anos mais nova. Em 9 de Março de 1902 os dois se casaram. O casal teve duas filhas, Anna (1904-1988) que depois se tornou escultora, e Maria Anna (1902-1907) que morreu de difteria, em 1907. Neste mesmo ano, Mahler descobriu que tinha uma doença cardíaca (infective endocarditis) e perdeu o emprego na Ópera.
Depois deixar o Ópera de Viena, Mahler aceitou um convite para dirigir ópera no Ópera Metropolitan de Nova Iorque, (Metropolitan Opera). Em 21 de Dezembro de 1907 ele chegou a Nova Iorque . Sua estreia ocorreu em 1 de Janeiro de 1908 com "Tristão e Isolda" , quando Mahler tinha 48 anos.Gustav Mahler dirigiu o Metropolitan durante a temporada de 1908 e só foi deixado de lado pelo talento de Arturo Toscanini. Em 1909 desligou-se totalmente do Metropolitan e aceitou contrato de três anos com a recém-organizada Filarmônica de Nova Iorque (New York Philharmonic Orchestra). Volta à Europa no verão, onde posou para o escultor Rodin, em Paris.
Retorna à América, em Fevereiro de 1911, e ficou extremamente doente. O médico da família, Joseph Fränkel, diagnosticou uma infecção estreptocócica. Por sugestão do médico, no início de abril, Mahler partiu para Paris para consultar um bacteriologista, época das descobertas de Louis Pasteur, um centro de referência para o estudo de moléstias. Bacteriológica. O maestro faleceu em Viena, Áustria, em 18 de maio de 1911.
Mais em http://www.agenciafm.blogspot.com/

Principais obras
Sinfonia n.º 1 (ré maior), Titã (18841888)
Sinfonia n.º 2 (dó menor, termina em mi bemol maior), Resurreição(18881894)
Sinfonia n.º 3 (ré menor) (18951896)
Sinfonia n.º 4 (sol maior, termina em mi maior), 18991901)
Sinfonia n.º 5 (dó#menor, termina em ré maior), (19011902)
Sinfonia n.º 6 (la menor), Trágica(19031904)
Sinfonia n.º 7 (mi menor, termina em dó maior), Canção da Noite(19041905) Sinfonia n.º 8 (mi bemol maior), Sinfonia dos Mil(1906) Sinfonia n.º 9 (ré maior, termina em ré bemol maior)HYPERLINK "/wiki/1909"19091910)
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 13:29  comentar

Maio 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
18
19
20
22

24
25
26
28
29

30


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO