Revelando, imortalizando histórias e talentos
19.6.10


Ateu, comunista e crítico impiedoso da Igreja Católica era filho de pais analfabetos José Saramago é o único escritor em língua portuguesa a ganhar um Prêmio Nobel, 1998.

Mundo perde um dos maiores escritores de todos os tempos, o português José Saramago. O escritor morreu aos 89 anos, em sua casa nas Ilhas Canárias, Espanha, na sexta-feira, 18 de junho. Entre os livros mais conhecidos estão Ensaio Sobre a Cegueira (levado às telas pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles) e O Evangelho Segundo Jesus Cristo.

Depois de se decepcionar com o governo português que deixou de indicar “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, como leitura obrigatória nas escolas. A partir daí exilou-se nas Ilhas Canárias. Um escritor na essência da palavra, jamais foi previsível em suas obras, que sempre surpreendia a todos pelos temas polêmicos e inesperados.

Sua morte foi muito sentida na Espanha e no Brasil a Academia Brasileira de Letras decretou luto. Saramago deixou uma obra que orgulha o país. Escritor expoente e crítico ferrenho da Igreja Católica, será velado em Lisboa. Ateu, ele pediu para ser cremado em Azinhaga (Portugal) onde metade das cinzas serão depositadas e a outra parte voltará para as Ilhas Canárias. Seu estilo característico deu-lhe destaque tendo recebido muitas honrarias entre as quais o Prêmio Nobel de Literatura.

Ele era mais do que um escritor, era um cidadão que se achava no direito de falar o que pensava por isso o sucesso de seus livros. No Brasil, somente pela Companhia das Letras vendeu 1,4 milhão de livros. Seus livros não serviam de passatempo e sim para pensar em temas como as misérias do mundo.

O escritor sofria de problemas pulmonares e havia sido internado várias vezes pelo mesmo motivo. Seu corpo será enterrado sábado,19.
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 22:06  comentar

Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18

20
22
23
25

27
28
29


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO