Revelando, imortalizando histórias e talentos
20.6.11

2011

Oneyda Paoliello de Alvarenga, conhecida por Oneyda Alvarenga, nasceu em Varginha, MG, em 6 de dezembro de 1911.

 
Jovem Oneyda Alvarenga
Jornalista, ensaista, poetisa e folclorista brasileira, era filha de Orpheu Rodrigues de Alvarenga e de Maria Paoliello de Alvarenga. Oneyda especializou-se no ramo de crítica musical, tornando-se uma uma grande referência na documentação da origem e do folclore Brasileiro.
Diplomou-se em Piano pelo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo (Aveinda São João, centro da cidade) em 1934, cuja instituição teve como um de seus criadores, o poeta Wenceslau de Queiroz, apos a sua morte, foi sucedido por seu ex-aluno de estetica, Mário de Andrade, o grande mentor de Oneida.
Estudou e foi calaboradora de Mário de Andrade em suas investigações sobre a música popular em sua perspectiva antropológica contemporânea.
No ano de 1934, Manoel Bandeira, tornou público os versos de Oneyda e em 1938, ela publicou a seleção de poemas, "A Menina Boba".
Frequentou, em 1934, as aulas sobre etnografia e folclore ministradas pelo casal Dinah e Claude Lévi-Strauss, sob os auspícios do Departamento de Cultura de São Paulo.
No ano de 1935, recebeu convite de Mario de Andrade, e tornou-se diretora da Discoteca Pública de São Paulo, sendo uma das fundadoras, da extinta Sociedade de Etnografia e Folclore, por ele criada.
Atuou como membro do Conselho Nacional do Folclore - do Ministerio da Educação e Cultura, desde a sua fundação, membro do Comite Executivo da Association Internationale de Bibliotheques de Paris, como representante da America Latina e membro correspondente da International Music Council de Londres.
Já em 1945 recebeu o prêmio Fabio Prado, pelo seu livro Música Popular Brasileira e recebeu em 1958, a Medalha Sylvio Romero por relevantes serviços prestados ao folclore brasileiro.
A Prefeitura de São Paulo, homenageando a poetisa, deu o seu nome a uma das ruas da capital paulista e a Discoteca do Centro Cultural São Paulo, também. Oneyda faleceu em São Paulo, em 24 de fevereiro de 1984.
HOMENAGEM
Dias 28 de maio, 30 de junho e 7 de julho acontecerá o seminário Oneyda Alvarenga, em homenagem ao centenário de nascimento da folclorista. Sempre das 18 às 21 horas, no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. O evento terá a participação de Telê Ancona Lopez, Luciana Barongeno, Marilda Aparecida Ionta, Valquíria Maroti Carozze, Vera Cardim, Carlos Eduardo Sampietri, Nilcéia Baroncelli, Jéssica Aparecida de Matos Barreto, Maria Elisa Pasqualini, Caroline de Comi (canto), Felipe Cavalheiro (piano) e Flávia Camargo Toni (organização). A entrada é gratuita.
IEB: Av. Prof. Mello Moraes, travessa 8, 140,
Cidade Universitária, São Paulo.
Mais informações: (11) 3091-1149,
EDITORIAS:
link da notíciaBy Equipe formasemeios, às 14:46 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Junho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
17

21
22
23
25

27
28
29


SITES INDICADOS
Buscar
 
blogs SAPO
subscrever feeds